Aquecimento do clima pode reduzir a absorção de carbono pelas árvores, por Henrique Cortez

floresta subalpina
Foto: Cooperative Institute for Research in Environmental Science

[EcoDebate] Um dos argumentos utilizados pelo ecocéticos das mudanças climáticas é que o aumento de CO2 na atmosfera seria benéfico às florestas, ao ‘adubar’ as árvores, permitindo o crescimento de sua massa vegetal.

Há quem, deliberadamente, misture crescimento de massa com aumento de área, para justificar o desmatamento crescente. No entanto, ao contrário destes argumentos, um novo estudo [Longer growing seasons lead to less carbon sequestration by a subalpine forest] sugere que as florestas subalpinas absorverão menos carbono em razão das mudanças climáticas causadas pelo aquecimento global.

O estudo, que será publicado na edição de fevereiro da revista Global Change Biology, foi realizado por pesquisadores da University of Colorado at Boulder, em conjunto com o Instituto Cooperativo de Investigação em Ciências Ambientais (Cooperative Institute for Research in Environmental Science – CIRES), contradiz estudos realizados em outros ecossistemas que indicam o crescimento florestal a partir da maior absorção de carbono.

Os pesquisadores identificaram que a redução da disponibilidade de água, em razão da redução da neve e do consequente degelo, tornou as árvores menos eficientes na conversão de CO2 em biomassa. Chuvas de verão não conseguiram compensar a diferença..

De acordo com o estudo, no caso das florestas subalpinas, a neve é muito mais eficaz do que a chuva no fornecimento de água para estas florestas e mesmo que o aquecimento traga mais chuva, isso não vai compensar o potencial de absorção de carbono perdidos devido ao degelo em declínio.

Além do mais, florestas mais secas também são mais suscetíveis à infestação de besouros e incêndios florestais.

Os pesquisadores foram capazes de distinguir entre a neve da primavera e a chuva de verão , na matéria vegetal, através da análise de pequenas variações em átomos de hidrogênio e oxigênio nas moléculas de água.

A questão é delicada porque as florestas subalpinas respondem por 70% dos sumidouros de carbono, ou áreas de armazenamento de carbono do oeste dos Estados Unidos. Sua distribuição geográfica inclui grande parte das Montanhas Rochosas, Sierra Nevada e áreas montanhosas do noroeste do Pacífico.

Longer growing seasons lead to less carbon sequestration by a subalpine forest
JIA HU, DAVID J. P. MOORE, SEAN P. BURNS, RUSSELL K. MONSON
Global Change Biology
Volume 16, Issue 2 , Pages 771 – 783

Por Henrique Cortez, do EcoDebate, 11/01/2009, com informações de Jia Hu, University of Colorado at Boulder.

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta utilizar o formulário abaixo. O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

Participe do grupo Boletim diário EcoDebate
E-mail:
Visitar este grupo

Comentários encerrados.

Top