Estudo indica que a amamentação aumenta rendimento escolar, afirma pesquisa

Os bebês alimentados com leite materno nos primeiros meses de vida geralmente têm melhores notas que os que usam mamadeira, diz um estudo [The Effect of Breast Feeding on Educational Attainment: Evidence from Sibling Data] publicado pela revista “Journal of Human Capital”.

O melhor rendimento escolar básico também se traduz em maiores possibilidades de boas qualificações em colégios do ensino médio e na universidade, acrescentou. Matéria da Agência EFE.

A pesquisa, realizada por professores da Universidade Americana e da Universidade do Colorado, estudou o rendimento de 126 crianças que foram amamentadas com leite materno e o comparou com um número similar que usou mamadeira.

Segundo os cientistas, a pesquisa determinou que, por um mês de amamentação, essas crianças registraram um melhor rendimento médio no ensino médio de 0,019 ponto.

Por outro lado, as probabilidades de conseguir entrar na universidade aumentaram também em uma média de 0,014 ponto.

“Os resultados de nosso estudo sugerem que os benefícios intelectuais e de saúde (da amamentação) podem ter como resultado benefícios educacionais de longo prazo para as crianças”, afirmou Joseph Sabia, da Universidade Americana e um dos autores da pesquisa.

* Matéria da Agência EFE, publicada no UOL Notícias.

** Indicada por Edinilson Takara, leitor e colaborador do EcoDebate.

Nota do EcoDebate: o estudo “The Effect of Breast Feeding on Educational Attainment: Evidence from Sibling Data“, apenas está disponível para assinantes e/ou mediante acesso pago. Abaixo indicamos as informações de acesso:

The Effect of Breast Feeding on Educational Attainment: Evidence from Sibling Data
Daniel I. Rees and Joseph J. Sabia
Journal of Human Capital, Spring 2009, Vol. 3, No. 1: pp. 43-72
(doi: 10.1086/599861)

[EcoDebate, 16/06/2009]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta que envie um e-mail para newsletter_ecodebate-subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

Top