A ameaça de genocídio que paira sobre os povos indígenas isolados no Brasil

  Para os povos indígenas isolados, o genocídio não é apenas uma possibilidade distante, mas um risco iminente que cresce com o avanço da covid-19 e com a presença impune de invasores nos territórios indígenas O aparecimento de um grupo de indígenas isolados no entorno da Terra Indígena (TI) Uru-Eu-Wau-Wau, numa área habitada por colonos, no município de Seringueiras, em Rondônia, no dia 19 de junho de 2020, é mais um registro

Efeitos das mudanças no clima global e a ocorrência do novo coronavírus: teria uma coisa a ver com a outra?

  Efeitos das mudanças no clima global e a ocorrência do novo coronavírus: teria uma coisa a ver com a outra? Por Henrique Fernandes de Magalhães1, Regina Célia da Silva Oliveira2 e Alexandre Araújo Costa3 [EcoDebate] Os últimos 5 anos foram os mais quentes do registro histórico. O volume de gelo no Ártico no verão é, hoje em dia, 70% menor do que há apenas 4 décadas. Tempestades, como furacões e chuvas extremas,

África do Sul ultrapassa a China em número de mortes pela covid-19

“Depois de escalar uma grande montanha se descobre que existem muitas outras montanhas para escalar” Nelson Mandela (1918-2013) Artigo de José Eustáquio Diniz Alves [EcoDebate] O mundo está chegando ao recorde de 14 milhões de casos e quase 600 mil mortes. No dia 16/07 foram registrados quase 250 mil casos, recorde absoluto. A maioria dos casos e dos óbitos estão concentrados na Europa e nas Américas. Mas nenhum canto do mundo está livre do

Desemprego e a mobilidade social descendente da Geração Covid

  “A sorrir Eu pretendo levar a vida Pois chorando Eu vi a mocidade Perdida” Cartola (1908-1980) Artigo de José Eustáquio Diniz Alves [EcoDebate] A pandemia da covid-19 tem provocado uma grande crise sanitária, mas também um pandemônio econômico e social. A OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico) estimou que a taxa de desemprego nos países do grupo ficará em 10% no fim de 2020 e, com uma eventual 2ª onda de contágio da covid-19, poderá

A América Latina responde por metade das novas mortes globais da covid-19

“How many deaths will it take till he knows That too many people have died? The answer, my friend, is blowin' in the wind The answer is blowin' in the wind” Bob Dylan Por José Eustáquio Diniz Alves [EcoDebate] A pandemia do novo coronavírus tomou conta do mundo no primeiro semestre, paralisou as atividades econômicas e prossegue avançando no segundo semestre. A 28ª Semana Epidemiológica (05 a 11 de julho) terminou com 12,8 milhões de pessoas

Epidemias zoonóticas – ONU diz que estamos tratando os sintomas e não as causas da pandemia

  Por Vivaldo José Breternitz [EcoDebate] No último dia 06 de julho, o United Nations Environment Programme e o International Livestock Research Institute lançaram o relatório Preventing the next pandemic: zoonotic diseases and how to break the chain of transmission (Prevenindo a próxima pandemia: doenças zoonóticas e como quebrar sua cadeia de transmissão - doenças zoonóticas são aquelas transmitidas ao homem por animais). O relatório conclui que estamos tratando os sintomas e não

Covid-19: Pesquisas comprovam eficácia do uso da máscara facial

  Máscara facial é indicada para conter a propagação do novo coronavírus no Brasil. Especialista explica a eficiência do equipamento Por Luiza Lafuente Estudo realizado por uma equipe de pesquisadores norte-americanos descobriu que não usar máscara facial aumenta drasticamente as chances de uma pessoa ser infectada pelo coronavírus. A equipe examinou as chances de infecção pela COVID-19 e como o vírus é facilmente transmitido de pessoa para pessoa. A partir de tendências e procedimentos

Por quê a Ásia se tornou o epicentro de diferentes doenças?

  Por Rodrigo Silva [EcoDebate] Há um alerta por parte das autoridades de saúde e meio ambiente do mundo inteiro de que a pandemia da COVID-19 não será a última e que, a sociedade deve se preparar para as próximas doenças infecciosas emergentes que estão por aparecer nos próximos anos. Mas, nesse momento, surge o seguinte questionamento: por que boa parte das doenças pandêmicas dos últimos anos tiveram sua origem na Ásia? Há muitas

A Covid-19, os médicos e os pacientes

    Covid-19 - Subnotificação, fake news, falta de estrutura, insegurança e sintomas de Síndrome de Burnout: a dura vida do médico frente à pandemia 89% dos médicos veem segunda onda da Covid à porta Por Chico Damaso, Milena Alvares e Beatriz Zolin Apuração realizada pela Associação Paulista de Medicina aponta que 89% acreditam em segunda onda no Brasil. Na linha de frente, sentimento predominante é de apreensão. Ansiedade (69,2%), estresse (63,5%) e exaustão física/emocional

Covid-19 e os mistérios culturais na saúde

  Por Montserrat Martins [EcoDebate] Intriga o mundo saber como o Japão, mesmo sem lockdown, conseguiu controlar o coronavírus. “O misterioso modelo japonês contra a Covid-19 não é exemplo para o mundo”, artigo de Juliana Sayuri, no site TAB, diz que em outros países não daria certo, pois os motivos seriam muito peculiares, enumerando “os 43 porquês”, uma lista de 43 razões para que tenha funcionado lá. A lista inclui características culturais como

Nota pública sobre os vetos do presidente às medidas emergenciais de apoio aos povos indígenas

  Os vetos presidenciais ao PL 1142 reafirmam o preconceito, o ódio e a violência do atual governo em relação aos povos indígenas, quilombolas e populações tradicionais O Conselho Indigenista Missionário vem a público repudiar os vetos presidenciais ao Projeto de Lei (PL) nº 1142/2020, aprovado na Câmara dos Deputados e no Senado Federal, que dispõe sobre medidas urgentíssimas de apoio aos povos indígenas em razão da pandemia do novo coronavírus, de

O Butão conseguiu vencer a covid-19

Por José Eustáquio Diniz Alves [EcoDebate] O Ministério da Saúde informou que Brasil atingiu 1.668.589 pessoas infectadas pelo SARS-CoV-2 e 66.741 mortes até o dia 07 de julho de 2020. Somente em 24 horas foram 45.305 casos e 1.254 óbitos. A pandemia se espalha por todo o país e atualmente Brasília (DF), com 63 mil casos e 2,3 mil vidas perdidas têm o maior coeficiente de incidência do país com 21

Mundo pós-covid-19 – ‘Nada será como antes e a estrada não será a mesma’

  Filósofo e psicanalista aponta que a pandemia do covid-19 será um agente de transformação para a sociedade de maneira irreversível Por Jennifer da Silva A pandemia do coronavírus trouxe profundas transformações em curtíssimo prazo ao nosso modo de vida e costumes. Desde que a ameaça do covid-19 se tornou real, vivemos em uma sociedade que está tomada por inseguranças e medo. Mas afinal, como tudo deve ficar daqui pra frente? O filósofo e

Estudo aponta relação entre bairros com mais casos de Covid-19 e o uso de transporte público

  Análise sugere que maior número de internações está nos bairros em que as pessoas continuaram saindo diariamente para trabalhar, como Capão Redondo, Sapopemba e Cidade Ademar Por Juliana Stern Uma análise do Instituto Pólis, realizada em parceria com o LabCidade (Laboratório Espaço Público e Direito à Cidade), órgão ligado à Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP, sugere que a Covid-19 está se espalhando de forma mais intensa onde os moradores utilizaram

Como a desigualdade alimenta as mortes por Covid-19

  Por Jeffrey Sachs IHU “Com a falta de governos coerentes, capazes e confiáveis, que possam implementar uma resposta equitativa e sustentável à pandemia e uma estratégia para a recuperação econômica, o mundo sucumbirá a maiores ondas de instabilidade geradas por um conjunto crescente de crises globais”, escreve Jeffrey Sachs, economista norte-americano, em artigo publicado pelo jornal nicaraguense Confidencial, 04-07-2020. A tradução é do Cepat. Eis o artigo. Três países – Estados Unidos, Brasil e México – respondem por quase 46% das mortes reportadas por covid-19 no mundo, no

Relatório da ONU defende abordagem que une saúde humana, animal e ambiental para evitar futuras pandemias

A COVID-19 é apenas um dos exemplos da tendência crescente de doenças transmitidas de animais para seres humanos – que inclui Ebola, Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS), Febre do Nilo Ocidental e Febre do Vale Rift. Novo estudo traz dez recomendações para evitá-las e identifica a abordagem da One Health como a melhor forma de prevenir e responder a futuras pandemias. A tendência crescente de doenças zoonóticas é

Covid-19 e outros ‘desserviços’ ecossistêmicos

Prezadas e prezados, A Revista Ambiente & Sociedade acaba de publicar um número com um denso dossiê especial sobre a Covid-19: The COVID-19 epoch: Interdisciplinary research towards a new just and sustainable ethics   https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_issuetoc&pid=1414-753X20200001&lng=en&nrm=iso   Nesse dossiê, escrevi um artigo, intitulado: Pandemics, Existential and non-Existential Risks to Humanity   https://www.scielo.br/pdf/asoc/v23/1809-4422-asoc-23-e0126.pdf Resumo: A pandemia causada pelo vírus SARS-Cov-2 deu início a uma era de estagnação econômica estrutural. Com ela, cruza-se o limiar em que os chamados “serviços ecossistêmicos” do planeta começam

Sucesso e fracasso no combate à covid-19: Brasil, República Dominica, Cuba e Jamaica, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

“A vida é para quem topa qualquer parada. Não para quem para em qualquer topada” Bob Marley (1945-1981) [EcoDebate] A América Latina fez a passagem do primeiro para o segundo semestre de 2020 como o epicentro global da pandemia e o Brasil é o país líder da triste estatística das vítimas diárias da covid-19. O mundo contabiliza nos registros oficiais quase 12 milhões de pessoas infectadas e quase 550 mil mortes. O

Como as lições do Covid-19 podem impedir o colapso ambiental

  Por Bianca Ortiz-Miskimen Os epidemiologistas destacaram os perigos do Covid-19 em seus estágios iniciais, mas seus avisos foram amplamente ignorados até o aumento das taxas de infecção forçar os formuladores de políticas a agir. Da mesma forma, cientistas do clima e do meio ambiente alertam, há décadas, que a atividade humana está provocando aquecimento global e outra extinção em massa pode ocorrer se os países não adotarem regulamentos para reduzir seu impacto

Quarentena e uso de máscara reduziram em 15% o contágio da COVID-19 em SP no início da epidemia

    Elton Alisson | Agência FAPESP – O isolamento social combinado com o uso de máscaras de proteção facial diminuíram em 15% o contágio do vírus SARS-CoV-2 em São Paulo e 25% em Brasília no início da epidemia de COVID-19 no país. As constatações foram feitas por pesquisadores vinculados ao Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI) em um estudo publicado na plataforma bioRxiv, ainda sem revisão por pares. Sediado no Instituto

Top