Estudo indica que políticas de controle do desmate dependem da fatia do agronegócio no PIB

    IPAM Um estudo publicado na última edição da revista “Global Environmental Change” indica que a efetividade de políticas de controle do desmatamento é inversamente proporcional ao peso do agronegócio na economia de um país, pelo menos na América do Sul. Já eventos que envolvam a sociedade nessa discussão fortalecem estratégias de conservação. Essas são algumas das conclusões obtidas pelos autores, nesta que é a primeira comparação já feita sobre a eficácia desse

Reduzir unidades de conservação e desproteger 1 milhão de hectares não é bom para o agronegócio

    Por André Guimarães e Paulo Moutinho* Parlamentares do Amazonas e seus convivas que desejam reduzir unidades de conservação criadas no ano passado na Amazônia impõem um risco considerável a um setor da economia que tanto defendem: o agronegócio. Eles pleiteiam que mais de 1 milhão de hectares sejam “desprotegidos”, pois atrapalhariam interesses econômicos, e o fazem de forma temerosa. Antes, deveriam escutar a ciência. A preservação florestal tem um papel fundamental no equilíbrio

FAO pede apoio para adaptação de pequenos agricultores à mudança climática

  Para chefe da agência da ONU, falta de ação imediata compromete futuro da produção de alimentos; José Graziano da Silva alerta para ameaça à Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável.   Por Laura Gelbert Delgado, da ONU News em Nova Iorque. Em Dubai, durante a Cúpula Mundial de Governos, o chefe da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, fez um alerta. Para José Graziano da Silva, não agir imediatamente para tornar os

Agricultores familiares produzem mais de 70% dos alimentos, diz estudo

    IHU Pesquisadores da UFPB e da USP revisam dados do Censo Agropecuário 2006 e dizem que estimativa do IBGE subestimou papel dos pequenos. Os camponeses têm pouca terra, mas colocam bem mais que 70% dos alimentos na nossa mesa, defendem os autores do artigo “Quem produz comida para os brasileiros? 10 anos do Censo Agropecuário 2006” A reportagem é de Inês Castilho, publicada por De Olho nos Ruralistas, 05-02-2017. O Censo Agropecuário 2006 dizia que

História em quadrinhos ‘Horta & Liça’ explica importância da agricultura sustentável

  Embrapa     Com a proposta inicial de incentivar o consumo de hortaliças pelo público infantil, a cada nova edição o almanaque Horta & Liça apresenta para os pequenos leitores os caminhos da agricultura para produzir um alimento saudável. Com uma abordagem lúdica, os quadrinhos e passatempos aproximam as crianças do universo da ciência e explicam como a pesquisa agrícola contribui para a produção de alimentos com baixo impacto ambiental. Na sua quinta edição,

Importância do papel das populações tradicionais nas ações de conservação da agrobiodiversidade

    Do Jornal da Unicamp, nº 677 No Brasil, assim como no restante do mundo, os bancos de germoplasma, unidades que armazenam recursos genéticos de plantas, não constituem instrumentos de conservação da agrobiodiversidade se não estiverem associados a outras ações de preservação que levem em conta o papel das populações tradicionais e os seus sistemas de cultivo. A constatação faz parte da tese de doutorado da antropóloga Laura Rodrigues Santonieri, defendida em

Guia da Muvuca: Vamos plantar florestas!

  Do ISA Lançado pelo ISA, o Guia da Muvuca, também digital, pretende ajudar quem quiser semear florestas e campos, mostrando o passo a passo da muvuca, como é chamada a mistura de sementes de diferentes espécies para recuperação ambiental de áreas degradadas Está no ar a nova publicação do Instituto Socioambiental (ISA) para disseminar técnicas de reflorestamento. O Guia da Muvuca traz ilustrações e textos explicativos mostrando todas as etapas da

Estudo mostra a importância agroambiental da adequação de uso das terras

  Embrapa Foto: Lauro Pereira O estudo de adequação de uso das terras pode ser uma importante ferramenta para o planejamento e desenvolvimento rural de forma sustentável. Os resultados poderão oferecer base de análise para verificação do nível de atendimento à legislação ambiental, em maior ou menor escala, bem como as eventuais consequências e prejuízos decorrentes. Conforme Lauro Peireira e Marco Gomes, pesquisadores da Embrapa Meio Ambiente (Jaguariúna, SP), isso permite identificar não apenas

Embrapa ensina como produzir minhocas e húmus em pequenas propriedades

    Embrapa A minhocultura é um processo de reciclagem de resíduos orgânicos (restos de alimentos, folhas, esterco, etc) por meio da criação de minhocas com o intuito de produzir o húmus, um excelente adubo para a atividade agrícola. Pensando em difundir essa tecnologia, que ajuda a diminuir o lixo orgânico nas cidades e no campo, a Embrapa Roraima (Boa Vista, RR) montou, em sua vitrine tecnológica, um minhocário. O espaço servirá como ponto

Revista Poli (EPSJV/Fiocruz) aborda o avanço do agronegócio sobre o Cerrado

  EPSJV/Fiocruz   Acaba de sair a nova edição da Revista Poli. Na matéria de capa você vai conhecer Matopiba, uma região geoeconômica de 73 milhões de hectares que reúne Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia e é considerada a última fronteira do agronegócio no país. Esse 'gigante' invisível para a maior parte dos brasileiros tem sido objeto da resistência de comunidades e povos tradicionais que lutam por seus territórios e pela sobrevivência do

Notas sobre a contaminação de nitrato em aquíferos em zonas agrícolas de climas semiáridos a áridos, artigo de Carlos Augusto de Medeiros Filho

  [EcoDebate] No Estado do Rio Grande do Norte, levando-se em consideração apenas o índice pluviométrico, o clima é tropical chuvoso com verão seco, no litoral sul, com precipitações médias acima dos 1 200 milímetros (mm) anuais; tropical chuvoso com inverno seco no litoral nordeste, nas partes mais elevadas da Serra de João do Vale e na região serrana, onde se situam as serras de Luís Gomes, Martins e Portalegre (800

Adequação de Uso das Terras: Aspectos Metodológicos e Importância Agroambiental, por Lauro Charlet Pereira e Marco Antônio Ferreira Gomes

ADEQUAÇÃO DE USO DAS TERRAS: ASPECTOS METODOLÓGICOS E IMPORTÂNCIA AGROAMBIENTAL Lauro Charlet Pereira1 Marco Antônio Ferreira Gomes2 Introdução A ação antrópica sobre os ecossistemas, visando a obtenção de alimentos e outros produtos agrícolas, gera impactos ambientais de diferentes naturezas e intensidades, de acordo com o tipo de ocupação das terras (culturas anuais, perenes, exploração pecuária, florestal etc.), os sistemas de produção empregados (mais ou menos intensivos, com maior ou menor uso de insumos

Top