Greta Thunberg pede o fim do uso dos combustíveis fósseis e emissão zero de CO2, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

“Nossa casa ainda está pegando fogo e vocês estão jogando gasolina nas chamas!” Greta Thunberg [EcoDebate] O Fórum de Davos – que reúne a elite econômica e política do mundo – convidou a adolescente sueca Greta Thunberg para ocupar um lugar de destaque na reunião de janeiro de 2020, na Suíça. A 50ª reunião anual do Fórum Econômico Mundial estabeleceu como preocupação central os problemas ambientais. O "Relatório de Riscos Globais 2020", publicado

O colapso do gelo da Groenlândia, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

“Tomei a decisão de proteger o único lugar que chamo de lar: a Terra. Juntei-me a outros jovens em todo o mundo para proteger nosso futuro. Através de lutas intermináveis e noites sem dormir, seguimos em frente. Porque esse é o nosso futuro” Hilda Nakabuye (11/10/2019) [EcoDebate] A Groenlândia tem gelo suficiente para elevar o nível dos oceanos em 7 metros. Um degelo total da ilha seria uma catástrofe para todas as

O degelo do Ártico e as emissões do permafrost, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

“A crise climática é a ameaça mais urgente do nosso tempo” The Guardian   [EcoDebate] Não existem mais dúvidas sobre o aquecimento global provocado pela emissão de gases de efeito estufa. Os últimos 6 anos (2014-19) foram os mais quentes já registrados e a década 2011-20 é a mais quente da série histórica. A atmosfera do Planeta está ficando mais quente e isto tem um impacto devastador em diversos aspectos, pois vai deixar

Recorde de temperatura no sexênio (2014-2019): prelúdio do colapso ecossocial, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

“A prosperidade da vida humana e das suas culturas é compatível com um substancial decrescimento da população” (1984) Arne Næss and George Sessions em 8 Princípios da Ecologia Profunda [EcoDebate] Enquanto a roda viva dos eventos sociais gira de maneira alucinante e as atividades antrópicas crescem continuamente, há um desastre ecológico ocorrendo em câmara lenta (para os olhos humanos), mas que segue um ritmo aceleradíssimo para a escala geológica. Aquilo que os

Crescimento populacional e choque malthusiano no Iêmen, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

“A população mundial precisa ser estabilizada e, idealmente, reduzida gradualmente” Alerta dos cientistas mundiais sobre a emergência climática (05/11/2019)     [EcoDebate] O Iêmen foi o primeiro destino dos emigrantes que saíram da África, há cerca de 80 mil anos. A “diáspora” africana atravessou o Estreito de Bab-al-Mandeb, que separa o sul da Península Arábica, de Djibuti, no nordeste da África. Naquela época o Iêmen era uma área fértil e rica em serviços ecossistêmicos.

Parceria Econômica Global Abrangente (RCEP) e a trilateral China-Japão-Coreia do Sul, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

"O Mediterrâneo é o oceano do passado. O Atlântico é o oceano do presente e o Pacífico, o oceano do futuro” John Hay, secretário de Estado dos EUA, em 1900     [EcoDebate] O leste asiático é a região que mais cresce no mundo e que mais avança nas exportações mundiais. Isto tem causado medidas protecionistas no países ocidentais, principalmente por parte do presidente Donald Trump dos Estados Unidos (EUA). Há três anos os EUA

Concentração de CO2 na atmosfera bate recorde histórico em 2019, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

“Até 2100, 73,9% da população do mundo enfrentará ondas letais de calor, pelo menos 20 dias por ano” IPCC (2018)   [EcoDebate] Nos últimos 250 anos houve um progresso fantástico da humanidade, com redução da mortalidade infantil, aumento da esperança de vida, avanços significativos no nível de educação e melhoria nas condições de moradia e no padrão de consumo. Mas tudo isto teve um custo ambiental terrível. As externalidades econômicas se acumularam neste

Antropoceno: a Era do colapso ambiental, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

"Estamos em um carro gigante, acelerando na direção de uma parede de tijolos e todo mundo fica discutindo sobre onde cada um vai sentar" David Suzuki [EcoDebate] O Homo sapiens surgiu e se espalhou pelo mundo no período geológico do Pleistoceno, mas foi no Holoceno que floresceu a civilização e a espécie humana se tornou uma força onipresente no território global. A população mundial era de cerca de 5 milhões de

A balança comercial em 2019 e a especialização regressiva brasileira, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  “A divisão do trabalho (geração de emprego e produtividade da economia) depende da extensão do mercado” Adam Smith (1776)   [EcoDebate] O Brasil bateu mais um recorde negativo em 2019 e conseguiu reduzir as exportações, mesmo numa conjuntura nacional de alto desemprego da força de trabalho e de alta capacidade ociosa na indústria. O mercado externo deveria ser um vetor de aumento de emprego e renda, mas não foi o que aconteceu ano passado. As

50 anos do Dia da Terra: 22 de abril de 2020, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  “É triste pensar que a natureza fala e que a humanidade não a ouve” Victor Hugo (1802-1885)   [EcoDebate] O Dia da Terra, criado em dia 22 de Abril de 1970, surgiu em um momento de agravamento da questão ecológica global e a partir da iniciativa do senador norte-americano Gaylord Nelson, com a finalidade de criar uma consciência comum aos problemas da contaminação, conservação da biodiversidade e outras preocupações ambientais para proteger o

Futuro da Índia: o país mais populoso do mundo e sem água potável, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

“Precisamos nos preocupar com a explosão populacional” Narendra Modi, 15/08/2019   [EcoDebate] A população indiana era de 376 milhões de habitantes em 1950, representando 14,8% da população mundial de 2,5 bilhões de habitantes, ficando atrás apenas da população chinesa que era de 554 milhões de habitantes. No ano 2000, a China chegou a 1,29 bilhão de habitantes, e a Índia chegou a 1,1 bilhão, representando 17,2% da população mundial de 6,1 bilhões de

Emissões de CO2, por área territorial, nos 3 países mais poluidores do mundo, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

“A estabilidade e a resiliência do nosso planeta estão em perigo” Timothy Lenton (27/11/2019)   [EcoDebate] O mundo vive uma emergência planetária em decorrência do caos climático e das mudanças ambientais descontroladas. A temperatura da Terra já subiu mais de 1º C desde o início da Revolução Industrial e o ritmo do aquecimento global tem se acelerado, prenunciando um grande desastre ecossocial nas próximas décadas. O que provoca o aumento do aquecimento global é

Top