Estudo revela que bitucas de cigarro são a maior parte do lixo em praias brasileiras

    Um estudo inédito revelou que os banhistas que frequentam as praias no país dividem espaço, a cada trecho de 8 quilômetros (km), com mais de 200 mil bitucas de cigarro, 15 mil lacres, tampas e anéis de lata, 150 mil fragmentos de plásticos diversos, 7 mil palitos de sorvete e churrasco e 19 mil hastes plásticas de pirulitos e cotonetes. Os dados são resultado da segunda fase do projeto Lixo Fora

Defensoria Pública do Estado do Rio Janeiro (DPRJ) instaura procedimento para garantir indenização pela crise da água

  Em ofício encaminhado à Cedae na quinta (23), Defensoria solicita uma série de informações para mensurar o dano sofrido pela população e eventuais valores pra reparação à sociedade por dano moral coletivo     A fim de dimensionar o dano sofrido pela população, a Defensoria Pública do Estado do Rio Janeiro (DPRJ) encaminhou, nesta quinta-feira (23), um ofício à Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae) requerendo uma série de informações sobre a

EcoDebate: Índice da edição nº 3.362, de 23/01/2020

  Revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394   Zé, um brasileiro, artigo de Montserrat Martins Crime da Vale e do Estado cresce em Brumadinho: 1 ano de impunidade, artigo de Gilvander Moreira Pesquisa usa estrutura probabilística para entender como a mudança climática progride sob a influência do efeito estufa OMS alerta para 13 ameaças emergentes à saúde, incluindo possíveis pandemias Quatro riscos ambientais que podem comprometer o turismo e a economia do Brasil Prefeitura do Rio multa Cedae por

Zé, um brasileiro, artigo de Montserrat Martins

    [EcoDebate] Zé é o apelido mais popular de todos, quem não conhece pelo menos um Zé? Nada mais informal que chamar um amigo de Zé, o apelido confere uma certa intimidade. O meu amigo Zé sempre foi a essência da informalidade, da espontaneidade, a transparência em pessoa, daquelas que dá pra ver pela expressão do rosto o que a pessoa está sentindo. Nada mais brasileiro, também, que botar a boca nas

Crime da Vale e do Estado cresce em Brumadinho: 1 ano de impunidade, artigo de Gilvander Moreira

Crime da Vale e do Estado cresce em Brumadinho: 1 ano de impunidade Por Gilvander Moreira1 Dia 25 de janeiro de 2020, às 12h28, completa exatamente um ano do crime tragédia da mineradora Vale, com autorização do Estado, em Brumadinho, MG. Em luto e luta, realizaremos a 1ª Romaria da Arquidiocese de Belo Horizonte pela Ecologia Integral a Brumadinho, romaria de solidariedade e luta por justiça, em sintonia com as orientações do

Pesquisa usa estrutura probabilística para entender como a mudança climática progride sob a influência do efeito estufa

  Mapeando o caminho das mudanças climáticas American Institute of Physics* Desde 1880, a temperatura da Terra aumentou 1,9 graus Fahrenheit e deve continuar subindo, segundo o site Global Climate Change da NASA. Os cientistas estão buscando ativamente entender essa mudança e seus efeitos nos ecossistemas e residentes da Terra. Na Chaos, da AIP Publishing, os cientistas Yayun Zheng, Fang Yang, Jinqiao Duan, Xu Sun, Ling Fu e Jürgen Kurths apresentam pesquisas detalhadas sobre

OMS alerta para 13 ameaças emergentes à saúde, incluindo possíveis pandemias

Por Eileen Drage O'Reilly, Axios* Os líderes governamentais precisam implementar uma " década de mudança " e investir mais nas principais prioridades e sistemas de saúde para evitar ameaças globais à saúde na próxima década, alertou a Organização Mundial da Saúde na semana passada. O que há de novo: mudança climática, doenças infecciosas e ameaças de epidemia, desigualdades socioeconômicas e conflitos são alguns dos 13 desafios urgentes que a OMS afirma colocar em risco a saúde global -

Quatro riscos ambientais que podem comprometer o turismo e a economia do Brasil

  Áreas naturais possuem grande relevância nas atividades turísticas brasileiras, contribuindo diretamente com a geração de renda e empregos em todo o País Rico em biodiversidade e paisagens naturais, o Brasil é o País número um em atrativos naturais na América Latina e segundo no mundo, segundo o ranking de 2019 do Relatório de Competitividade em Viagens e Turismo do Fórum Econômico Mundial. O segmento turístico foi responsável por movimentar cerca de

Prefeitura do Rio multa Cedae por vazamento de esgoto em rua do Horto que atinge o Rio dos Macacos

    Uma força-tarefa da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e da Fundação Rio-Águas autuou e multou a Cedae em R$ 30 mil pelo vazamento de esgoto na Estrada do Grotão, no Horto, que atingiu a rede pluvial e o Rio dos Macacos. A irregularidade foi flagrada durante uma inspeção, nesta quarta-feira (22/01), no Rio dos Macacos para identificar despejos de esgoto ao longo do curso do rio. A ação foi acompanhada pelo

EcoDebate: Índice da edição nº 3.361, de 22/01/2020

  Revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394   O degelo do Ártico e as emissões do permafrost, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Ana Maria Primavesi: a pioneira semeadora da Agroecologia, por Sucena Shkrada Resk Novos 142 GW de energia solar deverão ser instalados no mundo em 2020 O que está por trás da crise da água no Rio Por que os economistas não se interessam pelas mudanças climáticas?   [CC BY-NC-SA 3.0][ O conteúdo da

O degelo do Ártico e as emissões do permafrost, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

“A crise climática é a ameaça mais urgente do nosso tempo” The Guardian   [EcoDebate] Não existem mais dúvidas sobre o aquecimento global provocado pela emissão de gases de efeito estufa. Os últimos 6 anos (2014-19) foram os mais quentes já registrados e a década 2011-20 é a mais quente da série histórica. A atmosfera do Planeta está ficando mais quente e isto tem um impacto devastador em diversos aspectos, pois vai deixar

Ana Maria Primavesi: a pioneira semeadora da Agroecologia, por Sucena Shkrada Resk

  A construção da história se tece com ícones. Quando se trata da Agroecologia, a personagem que emerge é da engenheira agrônoma e Doutora em Cultura de Solos e Nutrição Vegetal Ana Maria Primavesi, que partiu para o outro plano, aos 99 anos, no último dia 5 de janeiro, deixando um importante legado para a atual e as próximas gerações: o ensinamento prático e teórico de como é possível cultivar e manejar o

Top