Dois mil botos são mortos na Amazônia ao ano para pesca da piracatinga

  Dois mil botos são mortos na Amazônia ao ano para pesca da piracatinga Por Bianca Paiva, da Radioagência Nacional A pesca e a comercialização da piracatinga estão proibidas desde janeiro de 2015 como forma de conter a matança indiscriminada de botos na Amazônia. Apesar disso, cerca de dois mil animais ainda são mortos todos os anos. Isso demonstra que o boto ainda é utilizado como isca para a captura desse peixe, que pode

Moratória de pesca da piracatinga é fiscalizada no Amazonas

    O Ibama tem realizado uma série de ações no estado do Amazonas com o objetivo de fiscalizar a moratória da piracatinga. Apesar de não ter encontrado irregularidades quanto a pesca da espécie, os resultados a outros ilícitos incluem a apreensão de 40 toneladas de pescado em período de defeso e 17 embarcações irregulares. Foram lavrados 49 autos de infração, e um total de mais de R$1,400 milhões em multas. No final

Para proteger botos e jacarés, pesca e comercialização da piracatinga serão proibidas até 2020

    Suspensão visa proteger botos e jacarés, usados como isca na pesca da espécie A partir do próximo dia 1º de janeiro de 2015, entra em vigor a moratória da pesca e comercialização da piracatinga em águas jurisdicionais brasileiras e em todo território nacional por um período de cinco anos, com o objetivo de proteger o boto-vermelho, o jacaré-açu e o jacaretinga, utilizados como iscas para captura da piracatinga. A Instrução Normativa para

Instituições pedem adiantamento da moratória da piracatinga para evitar a morte de milhares de botos

  Ampa e Inpa levam assinaturas da campanha Alerta Vermelho para Brasília     Mais de 55 mil pessoas de várias partes do mundo serão representadas pela Ampa e Inpa/MCTI na entrega da petição pelo adiantamento da moratória da piracatinga para evitar a morte de milhares de boto neste semestre Por Séfora Antela -Ascom Ampa Foto: Kevin Schaefer - Ampa Nesta terça-feira (2), as assinaturas dos ativistas da Campanha Alerta Vermelho (WWW.alertavermelho.org.br chegarão ao Ministério do Meio

Para proteger boto e jacaré, a pesca do piracatinga deve ser suspensa por cinco anos a partir de 2015

  piracatinga (Calophysus macropterus) – Exemplares de boto-vermelho têm sido mortos e utilizados na pesca ilegal da piracantinga, peixe que se alimenta de carne morta. Cada boto morto é usado para capturar até uma tonelada de piracatinga (Foto: Divulgação/Ampa)   LUCIENE DE ASSIS Os ministérios do Meio Ambiente (MMA) e da Pesca e Aquicultura (MPA) vão proibir, por cinco anos, a pesca e comercialização da piracatinga, um peixe liso, conhecido na Amazônia brasileira também

Recomendação do MPF resulta em decreto de moratória para pesca da piracatinga

  piracatinga (Calophysus macropterus) – Exemplares de boto-vermelho têm sido mortos e utilizados na pesca ilegal da piracantinga, peixe que se alimenta de carne morta. Cada boto morto é usado para capturar até uma tonelada de piracatinga (Foto: Divulgação/Ampa)   Ministério da Pesca e Aquicultura estabeleceu suspensão de cinco anos para a pesca da espécie com o objetivo de reduzir a matança de botos e jacarés na Amazônia   O Ministério da Pesca e Aquicultura

Uso de botos do Amazonas como isca para pesca da piracatinga pode causar sua extinção

  piracatinga (Calophysus macropterus) – Exemplares de boto-vermelho têm sido mortos e utilizados na pesca ilegal da piracantinga, peixe que se alimenta de carne morta. Cada boto morto é usado para capturar até uma tonelada de piracatinga (Foto: Divulgação/Ampa)   Levantamento feito pela pesquisadora Sannie Muniz Brum com 35 comunidades de pescadores em área de reserva de desenvolvimento sustentável, na região do Baixo Rio Purus, no Amazonas, constatou que botos-vermelhos, conhecidos também como

MPF recomenda a suspensão da venda da piracatinga

  piracatinga (Calophysus macropterus)   Supermercados, feiras livres e frigoríficos serão fiscalizados; espécie representa risco em potencial por se alimentar de animais mortos O Ministério Público Federal no Amazonas (MPF/AM) recomendou a 12 supermercados de Manaus que suspendam imediatamente a comercialização da piracatinga, até que haja evidências suficientes sobre a ausência de riscos para a saúde do consumidor. A espécie de peixe tem sido comercializada em Manaus, muitas vezes com outros nomes, como douradinha,

Índice da edição nº 2.780, 2017 [de 23/06/17]

    As novas projeções da ONU sobre a população brasileira e mundial, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Lei de pagamentos por serviços ambientais do Acre beneficia mercado financeiro, por Amyra El Khalili e Arthur Soffiati Dois mil botos são mortos na Amazônia ao ano para pesca da piracatinga Uso indiscriminado de agrotóxicos pode levar à extinção de abelhas Agrotóxicos: 'Temos um pacote do veneno tramitando no Congresso Nacional', alerta procuradora Não estamos transitando para energias

Portal EcoDebate: Índice da edição nº 2.263, de 11/03/2015

    Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS): boa intenção, grande ilusão, artigo de José Eustáquio Diniz Alves A crise elétrica e a grande imprensa, artigo de Heitor Scalambrini Costa Nota do Observatório do Clima: Seca não é 'coincidência', presidente No entorno da maior hidrelétrica de São Paulo, Ilha Solteira pede água Cedae implanta sistema de água de reuso para limpeza urbana no Rio Crescimento do desmatamento coloca Mato Grosso em situação de alerta Esgoto doméstico rural se transforma

Portal EcoDebate: Índice da edição nº 2.222, de 06/01/2015

    Meio ambiente e o princípio das propriedades emergentes, artigo de Roberto Naime Bandeiras tarifárias: ataque ao bolso do consumidor, artigo de Heitor Scalambrini Costa Ibama intensifica combate aos crimes ambientais que ameaçam terras indígenas de Mato Grosso Para proteger botos e jacarés, pesca e comercialização da piracatinga serão proibidas até 2020 Banco Mundial estima que 4 milhões de latino-americanos vivem do lixo reciclado Brasil investe na pesquisa de biodiesel a

Ibama embarga cinco indústrias e apreende 361,8 toneladas de pescados no Amazonas

    A Operação Calophysus, realizada pelo Ibama nos municípios de Manaus, Iranduba, Manacapuru, Itacoatiara, Tefé e Fonte Boa, no Amazonas, aplicou R$ 6,2 milhões em multas e apreendeu 361,8 toneladas de pescados. Além disso, durante a operação, 28 indústrias de beneficiamento de pescados foram vistoriadas e cinco embargadas. A operação teve como finalidade verificar a regularidade ambiental das indústrias e identificar possíveis ilícitos relacionados com a pesca de piracatinga, que envolve a

Portal EcoDebate: Índice da edição nº 2.145, de 03/09/2014

    O crescimento da energia renovável e o Pico do Petróleo, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Mudando a História, artigo de Montserrat Martins Baixo Parnaíba: Projetos socioambientais evitam desmatamentos em Buriti, por Mayron Régis Alertas de desmatamento e degradação na Amazônia somam 1.264 km2 no bimestre de junho e julho Projeto de Lei simplifica pesquisa e exploração da biodiversidade brasileira Polinização do açaí pode aumentar a produção em até 40%

Ampa e Inpa lançam campanha pela conservação dos botos da Amazônia

    A campanha, denominada, Alerta Vermelho, pretende combater as atividades ilegais de caça e pesca, por meio do engajamento e participação ativa das pessoas, dentro e fora da região Amazônica. Por Séfora Antela/Ascom Ampa A aliança entre as duas organizações, a Associação Amigos do Peixe-boi (Ampa) e o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTI), é antiga, existe há quase 15 anos; mas o problema da caça aos botos da Amazônia é mais

Portal EcoDebate: Índice da edição nº 2.095, de 11/06/2014

    Densidade demográfica e déficit ambiental, artigo de José Eustáquio Diniz Alves A garantia da segurança alimentar está em cheque no Estado do Pará, artigo de João de Deus Barbosa Nascimento Júnior Bater palmas e dar palmadas, artigo de Bruno Peron Brasil é o primeiro país em desenvolvimento a fornecer dados das emissões do desmatamento para ONU Em audiência pública na Câmara, debatedores apontam fragilidades nas unidades de conservação Para proteger

Portal EcoDebate: Índice da edição nº 2.086, de 29/05/2014

    Meio físico e meio ambiente, artigo de Roberto Naime UTI ambiental: olhares pouco comuns sobre o atual Código Florestal, artigo de Osvaldo Ferreira Valente Propaganda comercial de produtos de fumo, artigo de Paulo Afonso da Mata Machado Comitê da bacia lança campanha pela revitalização do Rio São Francisco Ambientalistas dirigem carta a candidatos com dez ações fundamentais para recuperar a Mata Atlântica MPF diz que tentativa de SP transpor águas

Moratória de pesca pode reduzir as ameaças aos botos da Amazônia

  Foto: http://bit.ly/182XFYI   Novas regras para a pesca foram assinadas na última quinta-feira, em solenidade alusiva ao Dia da Biodiversidade, pelos ministros da Pesca e Agricultura e Meio Ambiente Com o objetivo de reduzir a matança de botos e jacarés, usados como isca para atrair cardumes de piracatinga (Callophysus macropterus), uma decisão interministerial da Pesca e Aquicultura e do Meio Ambiente decretou a moratória de cinco anos para a pesca da piracatinga, um

Portal EcoDebate: Índice da edição nº 2.016, de 14/02/2014

    Crescimento econômico e poluição ('arpocalipse') na China, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Bacuri magu, crônica de Mayron Régis Uso de botos do Amazonas como isca para pesca da piracatinga pode causar sua extinção MPF recomenda a suspensão da venda da piracatinga A naturalização da obsolescência, artigo de Fabián Echegaray É preciso medir mais que o crescimento econômico para melhorar decisões sobre desenvolvimento China deve fechar este ano 300 fábricas

Ibama atua no Rio Solimões para coibir pesca ilegal e matança de botos e jacarés

  A primeira etapa da operação de fiscalização  Rios Federais foi realizada no médio Solimões, na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá e Reserva Extrativista Auati-Paraná nos municípios de Tefé, Maraã e Fonte Boa. Até o momento, os autos de infração lavrados somam 95 mil reais em multas. Houve, ainda, apreensão de um barco regional, 1.680 kg de pirarucu, 110 kg de pirapitinga, 74 kg de tambaqui e 23 animais silvestres (aves

Órgãos e institutos ambientais apresentam dados sobre matança de botos no AM

  Foto: http://bit.ly/182XFYI   Audiência pública realizada na manha desta terça-feira, 1º de outubro, é um desdobramento de inquérito civil público que investiga a prática ilegal A convite do Ministério Público Federal no Amazonas (MPF/AM), representantes de entidades da classe dos pescadores, de órgãos públicos estaduais e federais e de entidades da sociedade civil voltados à proteção do meio ambiente participaram de audiência pública realizada na sede do órgão, nesta terça-feira, 1º de outubro,

Top