COP25: Países como Brasil, China e Arábia Saudita ainda relutam em alterar o Acordo de Paris

  Por Aline Robert* | EURACTIV.fr Países como Brasil, China e Arábia Saudita estão criticando o Artigo 6 do Acordo Climático de Paris e seu mecanismo de compensação de carbono, embora não estejam atualmente pagando a “conta climática”. Os defensores do clima temem que essa postura possa enfraquecer todo o tratado. Na COP25 deste ano, em Madri, a UE continua obcecada com a questão dos mercados de carbono no Acordo Climático de Paris, porque

Emergência Climática: Para atingir a meta do Acordo de Paris, o corte de emissões globais precisa ser de 7,6% ao ano, afirma relatório da ONU

Com os atuais compromissos, o mundo caminha para um aumento de temperatura de 3,2°C. As tecnologias e o conhecimento necessários para reduzir as emissões já existem, mas as transformações precisam começar já. Os países do G20 respondem por 78% de todas as emissões, mas 15 membros do G20 não se comprometeram com um cronograma para emissões líquidas zero. Às vésperas do ano em que as nações deverão fortalecer seus compromissos

Governos insistem em queimar combustíveis fósseis e podem inviabilizar metas do Acordo de Paris

Novo relatório aponta que os projetos de energia por carvão, petróleo e gás natural aprovados pelos governos para os próximos anos superam em 120% o limite necessário para viabilizar a meta de aquecimento do Acordo de Paris em 1,5oC até 2100 Por Bruno Toledo O mundo está no caminho de produzir muito mais carvão, petróleo e gás do que seria consistente com um aquecimento limitado a 1,5oC ou 2oC, o que cria

Políticas existentes de precificação de carbono não garantem o cumprimento dos objetivos do Acordo de Paris

    Levantamento publicado pelo Banco Mundial aponta que apenas 20% das emissões no mundo são cobertas por uma política de precificação de carbono e menos de 5% desses atendem aos objetivos do Acordo de Paris Por Willians Ribeiro Cresce a utilização de instrumentos de precificação de carbono como maneira de lidar com o desafio de limitar as emissões de gases de efeito estufa (GEE). O objetivo dos instrumentos de precificação é incorporar na

Pesquisa revela uma chance considerável de um Oceano Ártico sem gelo nos limites do aquecimento global estipulados no Acordo de Paris

    Cientistas da Coreia do Sul, Austrália e EUA usaram resultados de modelos climáticos e uma nova abordagem estatística para calcular a probabilidade de o gelo marinho do Ártico desaparecer em diferentes níveis de aquecimento Institute for Basic Science (IBS)* Uma pesquisa publicada na edição desta semana da revista Nature Communications revela uma chance considerável de um Oceano Ártico sem gelo nos limites do aquecimento global estipulados no Acordo de Paris. Cientistas da

Meta climática do Acordo de Paris não será atingida sem mudar a infraestrutura de energia

Se as usinas elétricas, caldeiras, fornalhas, veículos e outras infraestruturas de energia não forem marcadas para aposentadoria antecipada, o mundo não conseguirá atingir a meta de estabilização climática de 1,5 grau Celsius estabelecida pelo Acordo de Paris, mas ainda pode atingir a meta de 2 graus Celsius, diz o mais recente da colaboração em curso entre Steven Davis, da Universidade da Califórnia em Irvine, e Ken Caldeira, da Carnegie.     Carnegie Institution

Impacto do Uso da Terra nas Metas Climáticas do Acordo de Paris

    Pesquisadores mostram que medidas anteriores para reduzir o aquecimento global por meio de mudanças no uso da terra são insuficientes O desmatamento, bem como a agricultura intensiva e a pecuária (o uso da terra humana) está contribuindo igualmente para as mudanças climáticas, como usinas de energia fóssil e motores de combustão interna. Karlsruhe Institute of Technology (KIT)* Menos de dois graus Celsius acima dos tempos pré-industriais - esta é a temperatura à qual

Ministro do Meio Ambiente diz que há ‘consenso’ para Brasil permanecer no Acordo de Paris

  O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, disse ontem (14) que há um consenso no governo para que o Brasil permaneça no Acordo de Paris, que estabelece metas entre os signatários para redução da emissão de gases causadores do efeito estufa. Durante a campanha e depois de eleito, o presidente Jair Bolsonaro criticou por diversas vezes o acordo e sinalizou que o Brasil poderia abandoná-lo.     ABr Salles disse que, “por ora”, o Brasil

COP24: Representantes de cerca de 200 nações concordaram em manter os compromissos do Acordo de Paris

  Programação adotada na COP24, em Katowice, inclui série de padrões para medir emissões de gases poluentes e que países desenvolvam políticas nacionais. ONU News Representantes de cerca de 200 nações concordaram este sábado em manter os compromissos do Acordo de Paris, adotando regras para implementar o pacto na Conferência do Clima, COP24, realizada em Katowice na Polônia. O Programa de Trabalho do Acordo de Paris, aprovado após duas semanas de negociações, prevê padrões para medir as

Bolsonaro diz que ‘pode sair fora’ do Acordo de Paris; Presidente eleito também critica Pacto Global de Migração

  O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) disse ontem (12) em pronunciamento pelas redes sociais que pretende propor, via Itamaraty, mudanças ao Acordo de Paris. "Se não mudar, sai fora. Porque temos de ficar? É um acordo possivelmente danoso para a nossa soberania", afirmou. "Muitos estão fora, não assinaram. Por que o Brasil tem de ficar, para ser politicamente correto?", questionou. Segundo ele, o Brasil pode não conseguir cumprir, até 2030, as exigências previstas no Acordo de Paris

Relatório da ONU mostra que cumprimento do Acordo de Paris pode salvar cerca de um milhão de vidas por ano até 2050

  Acordo de Paris - Benefícios para saúde ultrapassam em muito custos do combate à mudança climática ONU News Novo relatório da ONU mostra que cumprimento do Acordo de Paris pode salvar cerca de um milhão de vidas por ano até 2050; poluição do ar causa 7 milhões de mortes em todo o mundo, todos os anos, e custa cerca de US$ 5,11 trilhões. Apenas através de reduções na poluição do ar, cumprir o Acordo

Próximo relatório do IPCC terá avaliação negativa sobre cumprimento das metas do Acordo de Paris

  Especialistas alertam que o próximo relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC, em inglês) vai prever grande dificuldade para o planeta cumprir a meta de manter o aquecimento global abaixo de 1,5 graus centígrados (°C) até o fim deste século, como estabelece o Acordo de Paris, assinado por quase 200 países, durante a Conferência das Partes para o Clima, em 2015. Brasileiros que tiveram acesso a versões prévias do

Top