Aquecimento do Ártico favorece a proliferação de algas tóxicas

  Aquecimento do Ártico favorece a proliferação de algas tóxicas O aquecimento do Ártico apresenta novas ameaças potenciais aos seres humanos e à vida selvagem marinha na região em rápida mudança Principais conclusões: Mudanças no ambiente do norte do Oceano Ártico do Alasca chegaram a um ponto em que a proliferação de algas tóxicas Alexandrium catenella pode se tornar mais comum, potencialmente ameaçando uma ampla gama de vida selvagem marinha e as pessoas

Invernos extremos no hemisfério norte estão relacionados às mudanças no Ártico

  Invernos extremos no hemisfério norte estão relacionados às mudanças no Ártico Um novo estudo mostra que a frequência das interrupções dos vórtices polares, que é mais favorável para o inverno extremo nos Estados Unidos, está aumentando e que a mudança no Ártico provavelmente está contribuindo para a tendência de aumento. Liderado por Pesquisa Atmosférica e Ambiental (AER), Universidade Massachusetts Lowell e Universidade Hebraica, o estudo foi publicado na edição de 3 de

Bactérias marinhas no Ártico canadense são capazes de biodegradar óleo diesel

  Bactérias marinhas no Ártico canadense são capazes de biodegradar óleo diesel “Nossas simulações demonstraram que as bactérias que degradam o óleo de ocorrência natural no oceano representam as primeiras respostas da natureza a um derramamento de óleo” American Society for Microbiology* Bactérias marinhas nas águas geladas do Ártico canadense são capazes de biodegradar óleo e óleo diesel, de acordo com um novo estudo publicado na Applied and Environmental Microbiology , um jornal da

Aquecimento – Degelo do Ártico Russo resulta em grande perda de água derretida

  Aquecimento - Degelo do Ártico Russo resulta em grande perda de água derretida As geleiras e calotas polares em dois arquipélagos no Ártico russo estão perdendo água derretida suficiente para encher quase cinco milhões de piscinas olímpicas a cada ano, mostram pesquisas. University of Edinburgh* Dados de satélite sugerem que a quantidade de gelo perdida entre 2010 e 2018 colocaria uma área do tamanho da Holanda sob dois metros de profundidade. O aquecimento do

Degelo libera grandes concentrações de produtos químicos no Oceano Ártico

  Environ. Sci. Technol. 2021, 55, 14, 9601-9608 Degelo libera grandes concentrações de produtos químicos no Oceano Ártico Conhecidos como produtos químicos 'eternos' devido ao fato de não se decomporem no meio ambiente, as substâncias poli e perfluoroalquila (PFAS) são usadas em uma ampla gama de produtos e processos, desde a prova de fogo até superfícies resistentes a manchas. Lancaster University* O estudo da Universidade de Lancaster os encontrou na superfície da água do mar

Transporte marítimo insustentável acelera os danos ao ambiente ártico

  Transporte marítimo insustentável acelera os danos ao ambiente ártico Os prós e contras econômicos e ambientais do derretimento do gelo do Ártico, criando rotas de navegação mais curtas através da região polar, são avaliados em pesquisas inovadoras de especialistas da UCL em energia e transporte. Eles concluem que os formuladores de políticas devem avaliar adequadamente as compensações e custos ambientais, além dos benefícios e oportunidades comerciais no transporte marítimo para o Ártico.

Últimas partes do Oceano Ártico cobertas de gelo já são afetadas pelas mudanças climáticas

  Últimas partes do Oceano Ártico cobertas de gelo já são afetadas pelas mudanças climáticas Em um Ártico que muda rapidamente, uma área pode servir como um refúgio - um lugar que pode continuar a abrigar espécies dependentes do gelo quando as condições nas áreas próximas se tornam inóspitas. Esta região ao norte da Groenlândia e das ilhas do Arquipélago do Ártico Canadense foi chamada de Última Área de Gelo. Mas uma pesquisa liderada

Períodos de águas abertas do Ártico aumentarão drasticamente até 2100

  Períodos de águas abertas do Ártico aumentarão drasticamente até 2100 Uma equipe do Center for Earth Observation Science da Universidade de Manitoba publicou um artigo na revista Nature Communications Earth & Environment que aborda uma grande lacuna em nossa compreensão da cobertura do gelo do mar Ártico. Seu artigo, "Arctic open-water periods are projected to lengthen dramatically by 2100", relata o quão sensível é o recuo sazonal e o avanço do gelo

Aquecimento ártico é três vezes mais rápido que a média global

  Aquecimento ártico é três vezes mais rápido que a média global Novas observações mostram que o aumento na temperatura média da superfície do Ártico entre 1979 e 2019 foi três vezes maior do que a média global durante este período - maior do que relatado anteriormente - de acordo com o Arctic Monitoring and Assessment Program (AMAP). Os impactos das mudanças climáticas nas comunidades, ecossistemas e espécies do Ártico, especialmente quando associados

Perda do gelo marinho do Ártico está relacionada a invernos severos em latitudes médias

  Perda do gelo marinho do Ártico está relacionada a invernos severos em latitudes médias Caos da neve na Europa causado pelo derretimento do gelo marinho no Ártico Nos próximos 60 anos, o previsto Mar de Barents sem gelo se tornará uma fonte significativa de aumento da precipitação de inverno - seja chuva ou neve - para a Europa A neve de abril que cai nas flores das frutas na Europa nos dias de

O gelo marinho do Ártico está derretendo mais rapidamente do que as previsões

  O gelo marinho do Ártico está derretendo mais rapidamente do que as previsões Os modelos climáticos de hoje ainda precisam incorporar o aumento acentuado nas temperaturas que ocorreu nos últimos 40 anos. Isso, de acordo com um novo estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Copenhague e outras instituições. Faculty of Science* University of Copenhagen As temperaturas no Oceano Ártico entre Canadá, Rússia e Europa estão esquentando mais rápido do que os modelos climáticos

Degelo do permafrost ártico libera mais CO2 do que se acreditava

  Degelo do permafrost ártico libera mais CO2 do que se acreditava Pode haver maiores emissões de CO2 associadas ao degelo do permafrost ártico do que jamais se imaginou A quantidade de carbono armazenado no permafrost é estimada em quatro vezes mais do que a quantidade total de CO2 emitido pelos humanos nos tempos modernos Uma equipe internacional de pesquisadores, incluindo um da Universidade de Copenhagen, descobriu que as bactérias do solo liberam CO2

Mudanças Climáticas: O Ártico está esquentando duas vezes mais rápido que a média global

  Mudanças Climáticas: O Ártico está esquentando duas vezes mais rápido que a média global WMO A mudança climática continua a perturbar o Ártico, com a segunda maior temperatura do ar e a segunda mais baixa no verão, causando uma cascata de impactos, incluindo a perda de neve e incêndios florestais extraordinários no norte da Rússia em 2020. Isso está de acordo com o 15º Arctic Report Card da NOAA , uma compilação de observações ambientais

Aumento do calor dos rios árticos está derretendo o gelo marinho e aquecendo a atmosfera

  Aumento do calor dos rios árticos está derretendo o gelo marinho e aquecendo a atmosfera Um novo estudo mostra que o aumento do calor dos rios árticos está derretendo o gelo marinho no Oceano Ártico e aquecendo a atmosfera. Por Heather McFarland* University of Alaska Fairbanks O estudo publicado esta semana na Science Advances foi liderado pela Agência Japonesa de Ciência e Tecnologia Marinho-Terrestre, com autores contribuintes nos Estados Unidos, Emirados Árabes Unidos, Finlândia

Ártico está morrendo e tem o menor nível de gelo em outubro

  Ártico está morrendo e tem o menor nível de gelo em outubro, artigo de José Eustáquio Diniz Alves “O principal impulso pelo qual fui dirigido foi o esforço sincero para compreender os fenômenos dos objetos físicos em sua conexão geral e para representar a natureza como um grande todo, movido e animado por forças internas” Alexander von Humboldt (1769-1859) Artigo de José Eustáquio Diniz Alves [EcoDebate] O gelo do Ártico está desaparecendo a uma velocidade estonteante.

O degelo do Ártico e o atalho na rota comercial norte entre o Leste Asiático e a Europa

    O degelo do Ártico e o atalho na rota comercial norte entre o Leste Asiático e a Europa “A crise climática é a ameaça mais urgente do nosso tempo” Greta Thunberg Artigo de José Eustáquio Diniz Alves [EcoDebate] A ECOnomia sempre busca tirar vantagem da ECOlogia. Mas isto tem o seu preço e a poluição deixa as suas marcas. A emissão de CO2 aumenta o efeito estufa e acelera o aquecimento global. O mês

Ártico atinge o 2º menor nível de gelo em setembro de 2020

Ártico atinge o 2º menor nível de gelo em setembro de 2020 Artigo de José Eustáquio Diniz Alves [EcoDebate] Só os negacionistas mais tacanhos questionam a existência do fenômeno do aquecimento global provocado pela emissão de gases de efeito estufa. Os últimos 7 anos (2014-20) foram os mais quentes já registrados e a década 2011-20 é a mais quente da série histórica. A atmosfera do Planeta está ficando mais quente e isto

Mudanças Climáticas: O Ártico está em transição para um novo estado climático

  Mudanças Climáticas: O Ártico está em transição para um novo estado climático O Ártico em rápido aquecimento começou a transição de um estado predominantemente congelado para um clima totalmente diferente, de acordo com um novo estudo abrangente das condições do Ártico. Os padrões climáticos nas latitudes superiores sempre variaram de ano para ano, com mais ou menos gelo marinho, invernos mais frios ou mais quentes e estações mais longas ou mais curtas

Aquecimento: Verões cada vez mais quentes tornam o Ártico mais verde

  Aquecimento: Verões cada vez mais quentes tornam o Ártico mais verde Por Kate Ramsayer* Goddard Space Flight Center da NASA , Greenbelt, Maryland À medida que os verões árticos esquentam, as paisagens do norte da Terra estão mudando. Usando imagens de satélite para rastrear ecossistemas globais de tundra ao longo de décadas, um novo estudo descobriu que a região se tornou mais verde, à medida que o ar mais quente e as temperaturas do

O gelo marinho do Ártico está derretendo mais rapidamente do que se imaginava

O gelo marinho do Ártico está derretendo mais rapidamente do que se imaginava As temperaturas no Oceano Ártico entre Canadá, Rússia e Europa estão esquentando mais rápido do que os modelos climáticos dos pesquisadores foram capazes de prever O gelo marinho do Ártico está derretendo mais rapidamente do que se imaginava. Os modelos climáticos de hoje ainda precisam incorporar o aumento acentuado nas temperaturas que ocorreu nos últimos 40 anos. Isso, de

Top