EcoDebate: Índice da edição nº 3.244, de 17/07/2019

  Revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394   O Índice de Pobreza Multidimensional global de 2019 e o aumento da fome no mundo, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Sem mais demora, precisamos tomar medidas urgentes para combater as mudanças climáticas e seus impactos Aquecimento Global - Degelo precoce e chegada antecipada da primavera interrompem o mutualismo entre plantas e polinizadores Florestas na Amazônia degradadas pelo fogo demoram sete anos para recuperar suas funções, revela estudo Abandonar a

O Índice de Pobreza Multidimensional global de 2019 e o aumento da fome no mundo, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    [EcoDebate] O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e a Oxford Poverty and Human Development Initiative (OPHI) lançaram na semana passada o relatório sobre o Índice de Pobreza Multidimensional (IPM) global de 2019, mostrando que o conceito tradicional de pobreza precisa ser atualizado e ampliado. Definir os domicílios como ricos ou pobres apenas com base na renda é uma simplificação excessiva. O Índice de Pobreza Multidimensional global de 2019

Sem mais demora, precisamos tomar medidas urgentes para combater as mudanças climáticas e seus impactos

  Como os níveis de gases de efeito estufa continuam a subir, a mudança climática está ocorrendo muito mais rapidamente do que o previsto, e seus efeitos são evidentes em todo o mundo. A temperatura média global para 2018 foi de aproximadamente 1 ° C acima da linha de base pré-industrial, e os últimos quatro anos foram os mais quentes já registrados. Os níveis do mar continuam a subir a um ritmo acelerado. United

Aquecimento Global – Degelo precoce e chegada antecipada da primavera interrompem o mutualismo entre plantas e polinizadores

  O degelo precoce aumenta o risco de descompasso fenológico, no qual o florescimento de plantas periódicas e polinizadores sai de sincronia, comprometendo a produção de sementes.     Hokkaido University* Gaku Kudo, da Hokkaido University e Elisabeth J. Cooper, da Arctic University of Norway, demonstraram que, com o início do degelo derretido na primavera, o efêmero Corydalis ambigua floresce à frente do surgimento de seu polinizador, a abelha. O aquecimento global afetou a fenologia de

Florestas na Amazônia degradadas pelo fogo demoram sete anos para recuperar suas funções, revela estudo

    Por Cristina Amorim Florestas da Amazônia degradadas pelo fogo recuperam sua capacidade de bombear água para a atmosfera e absorver carbono em sete anos. Mas o que se perdeu de carbono não volta mais. As boas e as más notícias fazem parte de um novo estudo científico publicado por pesquisadores do Brasil, dos Estados Unidos e da Alemanha na revista Global Change Biology. Os cientistas analisaram dados de um experimento conduzido pelo IPAM

Abandonar a carne ou a esperança de preservar nosso patrimônio natural; análise de Luiz Marques (IFCH/Unicamp)

  JORNAL DA UNICAMP TEXTO LUIZ MARQUES FOTOS REPRODUÇÃO EDIÇÃO DE IMAGEM LUIS PAULO SILVA Este artigo é o resultado de uma comunicação feita no Fórum Permanente “Terras Indígenas e Interesses Nacionais”, organizado por Camila Loureiro Dias e Artionka Capiberibe, do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) da Unicamp, em 20 de maio de 2019. Para começar, convido o leitor a respirar fundo e assistir ao vídeo de 2 minutos, documentando o desmatamento ilegal

Sistemas fotovoltaicos instalados no 1º semestre de 2019 são mais de 90% do total de 2018 no Brasil

Procura dos brasileiros pelas placas solares aumenta em todo o país, puxando o volume de instalações no primeiro semestre. Por: Ruy Fontes - Redator Somente os primeiros seis meses deste ano foram o suficiente para que as instalações de sistemas fotovoltaicos no Brasil atingissem 90,77% do total instalado em 2018. É o que mostram os dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), que controla o segmento de geração distribuída criado

Top