Índice da edição nº 3.092, 2018 [de 13/11/2018]

  Revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394   'Expertise' e governança ambiental, Parte 5/6, artigo de Roberto Naime Vivemos um hiato temporal brasileiro socioambiental, artigo de Sucena Shkrada Resk Cientistas identificam o mecanismo de desaceleração do aquecimento global no início dos anos 2000 Monitoramento do IBGE revela que o país perdeu 7,5% de suas florestas entre 2000 e 2016 Relatório do Greenpeace mostra que 58% dos municípios do Matopiba continuam pobres, com produção e qualidade de vida piores

‘Expertise’ e governança ambiental, Parte 5/6, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] LÉTORNEAU (2014) evidencia que estes debates que dizem respeito à água, à energia, à floresta, à pesca, aos ecossistemas, são, cada vez mais, complexos e difíceis de dominar. Os recursos à expertise são disseminados tanto entre os gestores como junto ao grande público que são as pessoas que desejam manter-se atualizadas e, se possível, participar da discussão (LÉTOURNEAU, 2012). Se um interesse pelas questões ambientais é algo importante para uma pessoa,

Vivemos um hiato temporal brasileiro socioambiental, artigo de Sucena Shkrada Resk

    A agenda socioambiental brasileira sofre, nas últimas décadas, de um anacronismo crescente, no qual o que muito do que está escrito nas legislações nacionais e, inclusive, em tratados internacionais ratificados pelo país, não se configura na prática da realidade diária. Parece que tudo está fora do tempo, um passo à frente e dois atrás. Neste contexto, os órgãos do setor seguem cada vez mais fragilizados no bojo da gestão pública,

Cientistas identificam o mecanismo de desaceleração do aquecimento global no início dos anos 2000

  O aquecimento global nunca parou nos últimos cem anos Institute of Atmospheric Physics, Chinese Academy of Sciences* O aquecimento global tem sido atribuído ao aumento persistente dos gases de efeito estufa atmosféricos (GEEs), especialmente em CO 2 , desde 1870, o início da Revolução Industrial. No entanto, a tendência ascendente na temperatura média global da superfície (GMST) diminuiu ou até mesmo parou durante a primeira década do século XXI, embora os níveis

Monitoramento do IBGE revela que o país perdeu 7,5% de suas florestas entre 2000 e 2016

  Desmatamento - A nova versão do Monitoramento da Cobertura e Uso da Terra do Brasil, publicação divulgada hoje pelo IBGE, mostra que o país perdeu 7,5% de sua vegetação florestal em 17 anos. No ano 2000, essa área, equivalente a 4.017.505 km2, passou para 3.719.801 km2, em 2016. O estudo mostra também que, de 2014 a 2016, mais de 62 mil km2 do território nacional sofreram algum tipo de alteração. Nesse mesmo período,

Relatório do Greenpeace mostra que 58% dos municípios do Matopiba continuam pobres, com produção e qualidade de vida piores do que a média de seus estados

  Matopiba - Estudo aponta concentração de renda e terras como efeitos da produção de commodities no Cerrado Por Rebecca Cesar, Greenpeace Estudo inédito apoiado pelo Greenpeace sobre as dinâmicas socioeconômicas na região de Cerrado denominada Matopiba mostra que municípios campeões na produção de soja na região não tem indicadores de desenvolvimento social condizentes com a riqueza que produzem na balança comercial. Segundo o relatório “Segure a Linha: A Expansão do Agronegócio e a

Estudo diz que exame de sangue experimental pode detectar precocemente melanoma, o mais agressivo câncer de pele

  Melanoma- Descoberta feita por pesquisadores australianos, e publicada em julho deste ano na revista Oncotarget, promete revolucionar o tratamento de câncer, à medida que a doença pode ser diagnosticada antes mesmo do paciente notar algo suspeito, agilizando o tratamento     Diagnosticar precocemente a forma mais letal do câncer de pele (melanoma) é um desafio crucial, que deve ser feito com ajuda do dermatologista ao observar sinais na pele do paciente. Mas um

Top