Índice da edição nº 3.073, 2018 [de 16/10/2018]

  Revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394   Sistemas limites e hierarquia, artigo de Roberto Naime Gestão de resíduos: geração de valor agregado, artigo de Iane de Brito Reiter Resenha Crítica aos Sistemas de Gestão e Gerenciamento de Resíduos, por Ariadne Cordeiro Abundantes em iogurtes, leites fermentados e em alguns queijos, conheça as 'bactérias do bem', importantes no auxílio da manutenção da saúde N-verde: Embrapa Agrobiologia desenvolve fertilizante orgânico nitrogenado Consumidores não reconhecem que produção de alimentos ameace o

Sistemas limites e hierarquia, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] Para teoria dos sistemas, o todo o sistema é o produto de partes interativas, sempre relacionando o funcionamento dessas partes em relação ao conjunto e buscando a finalidade comum implícita. HOEFLICH (2007) exemplifica. Quando se vai desenvolver um pneu, que é parte do automóvel, tem que estudar o conjunto do dirigível. Como se faz hoje em monopostos de competição. Então se pode esboçar uma definição para o que seja um sistema:

Gestão de resíduos: geração de valor agregado, artigo de Iane de Brito Reiter

  [EcoDebate] Pode parecer um tanto dramático, porém, é primordial tratar da gestão de resíduos com seriedade. A gestão de resíduos além de ser uma obrigação das empresas brasileiras, em determinadas atividades industriais pode ser uma oportunidade de gerar valor agregado (BRASIL, 2010). O aumento considerável de resíduos nos últimos 40 anos é reflexo da altos níveis de produção e consumo. Ao mesmo tempo em que as pessoas consomem mais, estão

Resenha Crítica aos Sistemas de Gestão e Gerenciamento de Resíduos, por Ariadne Cordeiro

RESENHA CRÍTICA AOS SISTEMAS DE GESTÃO E GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS Por Ariadne Cordeiro Resenha crítica apresentada na disciplina de Gestão e Gerenciamento de Resíduos na Agroindústria, do Programa em Sistemas Ambientais Sustentáveis, da Universidade do Vale do Taquari – Univates, para omplementação da avaliação do semestre. Profs.: Dr. Alexandre André Feil e Dr. Odorico Konrad Lajeado, setembro de 2018 Juntamente com os processos de urbanização e industrialização acelerados, o consumo de alimentos, vestuário, medicamentos,

Abundantes em iogurtes, leites fermentados e em alguns queijos, conheça as ‘bactérias do bem’, importantes no auxílio da manutenção da saúde

      Como auxiliar nosso corpo com as 'bactérias do bem' Por Adriano Vizotto Quando o assunto é bactéria, nossos primeiros pensamentos são sujeira e doença. Isso porque, no geral, elas são vistas como vilãs e causadoras de moléstias. Porém, o que nem todos sabem é que no nosso corpo existem mais bactérias do que células e grande parte delas, as chamadas “bactérias do bem”, tem papel fundamental no processo de saúde e doença. Essas

N-verde: Embrapa Agrobiologia desenvolve fertilizante orgânico nitrogenado

  Com foco em hortaliças, N-verde, fertilizante orgânico nitrogenado, gera menos perdas que torta de mamona A Embrapa Agrobiologia, unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária sediada no Rio de Janeiro, desenvolveu um fertilizante orgânico a partir da biomassa aérea de espécies leguminosas, o N-verde. O processo aproveita a parte da planta que fica fora da terra.     Hortaliças Na primeira fase da pesquisa, iniciada em 2008, foram selecionadas as matérias-primas que poderiam ser usadas

Consumidores não reconhecem que produção de alimentos ameace o meio ambiente

  A ameaça ao meio ambiente causada pelo processo de produção, consumo e desperdício de alimentos não é reconhecida por 91% dos consumidores. A constatação é da organização ambiental WWF, em levantamento com 11 mil pessoas de dez países, entre eles o Brasil.     A pesquisa divulgada nesta terça (16), considerado Dia Mundial da Alimentação, mostra que, apesar do sistema alimentar ser o maior consumidor de recursos naturais e também o maior emissor de

Mais armas, menos crimes? Propostas de revogação do Estatuto do Desarmamento ganham corpo no Congresso

    Revogação do Estatuto do Desarmamento - Especialistas em segurança pública questionam argumentos trazidos por parlamentares e temem escalada da violência caso projetos sejam aprovados Por André Antunes - EPSJV/Fiocruz Consulta Pública  Os dados são ao mesmo tempo estarrecedores e banais: 61.619 pessoas foram assassinadas no Brasil em 2016, segundo informações do 11º Anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) divulgados em outubro do ano passado. Nunca se matou tanto no país: são

Top