Índice da edição nº 2.882, 2017 [de 01/12/17]

    Alguns tópicos da estratégia de desinformação negacionista, por Henrique Cortez As diferentes velocidades do envelhecimento populacional, artigo de José Eustáquio Diniz Alves A paradiplomacia ambiental na COP23, artigo de Reinaldo Dias Médica sanitarista fala sobre o universo da saúde ambiental, com destaque sobre os impactos dos agrotóxicos Fiscalização conjunta de pulverização aérea de agrotóxicos, contabiliza R$ 8,2 milhões em multas e interdita 48 aeronaves nos estados de MS, MT e PR Ibama exige plano de

Alguns tópicos da estratégia de desinformação negacionista, por Henrique Cortez

    [EcoDebate] O negacionismo militante abusa da anticiência em uma bem-sucedida campanha de desinformação, ignorando qualquer estudo ou pesquisa contrária, com o objetivo de negar as mudanças climáticas e o aquecimento global antropogênico Em geral, insistem em desrespeitar e desqualificar autores e comentaristas. Frequentemente ocultos pelo anonimato, abusam da lógica perversa de que é mais fácil desqualificar o outro do que qualificar a si mesmo. Além disto, insistem na desinformação e na confusão

As diferentes velocidades do envelhecimento populacional, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  [EcoDebate] Todos os países do mundo que passaram pela transição demográfica (redução das taxas brutas de mortalidade e natalidade) estão passando pela transição da estrutura etária, que tem dois momentos fundamentais: o primeiro é a redução da base e o alargamento do meio da pirâmide (o que possibilita o surgimento do bônus demográfico) e, o segundo, é o rápido envelhecimento populacional. Existem várias maneiras para se medir o fenômeno do envelhecimento

A paradiplomacia ambiental na COP23, artigo de Reinaldo Dias

    [EcoDebate] Um tema emergente nas relações internacionais é a tendência das cidades, entidades regionais ou não ligadas ao governo central de assumirem maior autonomia e independência nos contatos internacionais com o objetivo de defender seus interesses no ambiente global. Como parte desse processo, esses governos subnacionais incorporam instrumentos e estratégias que até então eram de exclusividade dos governos centrais. Essa internacionalização dos governos subnacionais se constitui numa importante ferramenta para

Médica sanitarista fala sobre o universo da saúde ambiental, com destaque sobre os impactos dos agrotóxicos

  Por Sucena Shkrada Resk* A entrevistada, desta semana, do Blog Cidadãos do Mundo – jornalista Sucena Shkrada Resk, é a médica sanitarista Telma de Cassia dos Santos Nery, que trata do tema Saúde Ambiental, com os impactos dos agrotóxicos e da poluição, neste contexto, e também explica o trabalho desenvolvido na plataforma Observatório da Saúde Ambiental, lançada em 2015 (com foco nos comprometimentos do uso de agrotóxicos no estado de São Paulo)

Fiscalização conjunta de pulverização aérea de agrotóxicos, contabiliza R$ 8,2 milhões em multas e interdita 48 aeronaves nos estados de MS, MT e PR

  Ibama Agente ambiental vistoria embalagens de agrotóxicos em situação irregular durante a Operação Deriva II Foto: Ibama A Operação Deriva II, maior fiscalização conjunta de pulverização aérea de agrotóxicos já realizada nos estados de Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Paraná, resultou na aplicação de R$ 8,2 milhões em multas e na suspensão ou interdição de 48 aeronaves. As ações foram realizadas simultaneamente entre os dias 20 e 24 de novembro. Em Mato

Ibama exige plano de emergência para barragens de mineração em Oriximiná (Pará)

  Duas das 24 barragens da Mineração Rio do Norte estão situadas a cerca de 400 metros do Quilombo Boa Vista. Até hoje, a comunidade não foi preparada para lidar com situações de emergência. Após mais de um ano da vistoria, o Ibama exige medidas da mineradora. Em início de novembro, o Ibama notificou a Mineração Rio do Norte  – a maior produtora de bauxita do Brasil - demandando atendimento às exigências do relatório de

Comitê Rio do Fórum Alternativo Mundial da Água organiza seminário sobre o ataque ao marco regulatório do saneamento

  Evento no dia 2 de dezembro, no centro do Rio, debaterá as mudanças na legislação que colocam em risco o direito à água e ao saneamento no país A Assembleia Popular da Água do Rio de Janeiro e o Fórum Alternativo Mundial da Água - FAMA-Rio realizam no próximo dia 2 de dezembro o Seminário Água é direito, não mercadoria: contra o ataque ao marco regulatório do saneamento. O objetivo é

Top