Índice da edição nº 2.838, 2017 [de 26/09/17]

    Inseticidas Domésticos, Parte 1/3, artigo de Roberto Naime O Planeta é o que você come! artigo de Liliane Rocha Governo revoga decreto que extinguia a Reserva Nacional do Cobre e Associados (Renca) Com aumento da temperatura e secas extremas, Amazônia pode ter incêndios mais intensos nas próximas décadas Em Audiência Pública, debatedores defendem a manutenção da lista de espécies ameaçadas de extinção Os seis maiores bilionários brasileiros têm a mesma riqueza e patrimônio que os

Inseticidas Domésticos, Parte 1/3, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] CASTRO e ROZEMBERG (2015) fazem análise e discutem sobre as estratégias adotadas pelas propagandas de inseticidas para uso no ambiente doméstico, e suas implicações para a saúde pública. Analisam peças publicitárias de inseticidas veiculadas na mídia televisiva no período de 2008 a 2010. O método utilizado foi a análise de conteúdo. As categorias geradas pela análise foram apelo ao “status” do usuário, ocultação e minimização dos riscos, símbolos de modernidade

O Planeta é o que você come! artigo de Liliane Rocha

    [EcoDebate] Jargão comum em nossa sociedade quando pensamos em práticas alimentares nos diz que “você é o que você come”, mas a realidade talvez seja ainda mais complexa e interdependente, mostrando que “o Planeta é o que você come”. Sim, o que comemos não é apenas uma reflexão individual, mas coletiva. Abandonarei aqui o diálogo extremista, começando por revelar que não sou vegetariana. Embora, toda a minha vida tenha convivido com

Governo revoga decreto que extinguia a Reserva Nacional do Cobre e Associados (Renca)

    O Decreto nº 9.159, que revoga outro decreto, o de número 9.147, de 28 de agosto de 2017, que extinguiu a Reserva Nacional do Cobre e Associados (Renca), está publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira (26). Ele foi assinada ontem (25) pelo presidente Michel Temer. A decisão de extinguir a Renca foi questionada por ambientalistas, artistas e repercutiu na mídia internacional. No início deste mês, o governo já havia

Com aumento da temperatura e secas extremas, Amazônia pode ter incêndios mais intensos nas próximas décadas

    Por Bianca Paiva, da Radioagência Nacional O Brasil registrou neste mês o maior número de queimadas de todos os tempos. Foram mais de 90 mil focos em pouco mais de 20 dias. E o cenário para o futuro não é nada animador, principalmente, para a floresta amazônica.   http://audios.ebc.com.br/49/49142d8c8577047dc46fd2e22eb8e4cf.mp3   Um estudo feito por pesquisadores brasileiros e publicado recentemente em uma revista internacional científica criou um modelo que avaliou como ficaria a situação na região

Em Audiência Pública, debatedores defendem a manutenção da lista de espécies ameaçadas de extinção

  Audiência pública discutiu o Projeto de Decreto Legislativo (PDC) 427/16, que susta portaria do Ministério do Meio Ambiente. Para o autor da proposta, deputado Valdir Colatto, o assunto deveria ser tratado por lei Alex Ferreira/Câmara dos Deputados Ambientalistas e um procurador de Justiça defenderam na Câmara dos Deputados, na (21), a derrubada de uma proposta que suspende a lista de animais ameaçados de extinção e que devem ser protegidos. O deputado Marcelo Álvaro

Os seis maiores bilionários brasileiros têm a mesma riqueza e patrimônio que os 100 milhões mais pobres

  ABr   No Brasil, os seis maiores bilionários têm a mesma riqueza e patrimônio que os 100 milhões de brasileiros mais pobres. Caso o ritmo de inclusão no mercado de trabalho prossiga da forma como foi nos últimos 20 anos, as mulheres só terão os mesmos salários dos homens no ano de 2047, e apenas em 2086 haverá equiparação entre a renda média de negros e brancos. De acordo com projeções do

Super-ricos são menos tributados que os 10% mais pobres da população brasileira

  A baixa tributação sobre o patrimônio das camadas mais altas e a alta tributação indireta (sobre consumo e serviços) fazem os super-ricos pagarem poucos tributos no Brasil. As conclusões constam de estudo divulgado ontem (25) pela organização não governamental britânica Oxfam. Segundo o relatório A Distância que nos Une: um Retrato das Desigualdades Brasileiras, os 10% mais pobre da população brasileira gastam 32% da renda em tributos, contra 21% dos 10%

Top