Índice da edição nº 2.767, 2017 [de 02/06/17]

    Humanos e chimpanzés: uma relação desigual, especista e ecocida, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Um ‘Keffiyeh’ (lenço beduíno) para o líder indígena Ninawá Huni Kui, artigo de Amyra El Khalili Associação para Proteção Ambiental de São Carlos, 40 anos - uma reflexão, artigo de Paulo José Penalva Mancini Trump anuncia saída dos Estados Unidos do Acordo de Paris Saída dos EUA do Acordo de Paris reflete pensamento de uma elite industrial decadente, diz

Humanos e chimpanzés: uma relação desigual, especista e ecocida, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

“ Um homem que ama os bosques, caminha por eles durante a metade de cada dia, arrisca-se a ser visto como um vagabundo. Mas se dedica todo seu dia à especulação, destroçando esses bosques e deixando a terra pelada antes que haja chegado sua hora, é estimado como um cidadão industrioso e empreendedor”. (Henry Thoreau, 200 anos de seu nascimento)     [EcoDebate] Os seres humanos, os chimpanzés, os macacos, os micos e

Um ‘Keffiyeh’ (lenço beduíno) para o líder indígena Ninawá Huni Kui, artigo de Amyra El Khalili

"Fere a cabeça da víbora com o punho de seu inimigo. Disto necessariamente te resultará num bem: se o inimigo vencer, a víbora morrerá. Se a víbora vencer, terás um inimigo a menos!" Provérbio beduíno   Deixei uma parte de mim no estado do Acre, quando coloquei sobre o ombro do grande líder indígena Ninawá Huni Kui um Keffiyeh (lenço beduíno) durante a conferência que proferi  a convite do  Conselho Indigenista Missionário (CIMI), na Universidade Federal do Acre. Símbolo

Associação para Proteção Ambiental de São Carlos, 40 anos – uma reflexão, artigo de Paulo José Penalva Mancini

  [EcoDebate] No dia 28 de maio de 2017 a APASC- Associação para Proteção Ambiental de São Carlos, completa 40 anos de existência, quando no final de uma “Semana de Estudos Ecológicos” organizada por estudantes da UFSCar em conjunto com profissionais do SENAC – Serviço Nacional do Comércio de São Carlos, após uma palestra proferida pelo saudoso professor Mário Tolentino sobre “Problemas Ambientais de São Carlos”, os presentes decidiram formar uma

Trump anuncia saída dos Estados Unidos do Acordo de Paris

  ABr     O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou ontem (01) a decisão de retirar o país do Acordo de Paris, que define os compromissos globais na luta contra os efeitos das mudanças climáticas. O anúncio foi transmitido ao vivo pela TV e por outros meios de comunicação. Os termos e as condições da retirada deverão ser conhecidos progressivamente. Concretamente, o anúncio do presidente americano vai de encontro à decisão de líderes

Saída dos EUA do Acordo de Paris reflete pensamento de uma elite industrial decadente, diz professor da FGV

    1° de junho: O presidente Donald Trump anunciou a saída dos EUA do Acordo de Paris porque considera o acordo desvantajoso para os norte-americanos pela metas ousadas que o país deveria cumprir. Os EUA são o segundo maior produtor mundial de gás de efeito estufa, que compromete o planeta. “A posição dos EUA não tem fundamento científico e nem representa a opinião da maioria dos cidadãos americanos, mas sim a de

Nota do Observatório do Clima sobre saída dos EUA do Acordo de Paris

    Numa lamentável demonstração de irresponsabilidade, cegueira ideológica e inépcia estratégica, o presidente Donald J. Trump anunciou nesta quinta-feira que os Estados Unidos sairão do acordo do clima de Paris. A decisão é um erro histórico, que terá repercussões gravíssimas para toda a humanidade e para a população e a economia dos EUA. O ato desta quinta-feira praticamente sepulta a chance da humanidade de atingir a meta de estabilizar o aquecimento global

Especialistas apontam riscos gerados pela degradação dos biomas

  Entre os problemas estão falta de água, expulsão de comunidades locais e consequente inchaço de periferias Lúcio Bernardo Junior/Câmara dos Deputados A falta de água nas cidades foi um dos pontos mais mencionados no debate como consequência da destruição dos biomas, principalmente do Cerrado. A representante da Coordenação da Campanha em Defesa do Cerrado, Isolete Wichinieski, lembrou que o Cerrado é considerado o “berço das águas” e que diversas cidades brasileiras sofrem

#RetrocessoAmbientalNão: MPF promove tuitaço nesta sexta-feira (2), a partir das 11h

  Membros do MPF, Ministérios Públicos estaduais, organizações não-governamentais e outros parceiros participam do alerta à população   Arte: Secom/PGR   O retrocesso ambiental avança no país. Duas Medidas Provisórias (MPs 756 e 758) que reduzem unidades de conservação já foram aprovadas e aguardam apenas sanção presidencial. Além delas, outras propostas que ameaçam a proteção ao meio ambiente tramitam no Congresso Nacional. Para alertar a população sobre o risco do retrocesso ambiental, o MPF

Top