Índice da edição nº 2.754, 2017 [de 15/05/17]

    Princípio da Imparcialidade, artigo de Montserrat Martins A sobrepesca e a degradação dos oceanos, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Possibilidades e limitações para a inserção da agricultura familiar no desenvolvimento e produção de bioenergia derivada da Palma-de-Óleo no Estado do Maranhão MPF quer suspender perfuração de poços de petróleo próximo a corais da Amazônia Carta Aberta dos povos Deni, Kanamari e Kulina, de Itamarati (AM) 'Muita gente vai, no final da vida, estar excluída

Princípio da Imparcialidade, artigo de Montserrat Martins

    [EcoDebate] “Bonita gravata” diz Lula para Moro, que responde “a sua também é linda”, na charge do Iotti ironizando a linguagem civilizada entre o político e o juiz no interrogatório do primeiro, enquanto os fãs de ambos se digladiam nas redes sociais. Moro afirmou que não tem questões pessoais em relação ao ex-presidente e que julgará de acordo com as provas e com a lei. Ele não poderia se manifestar

A sobrepesca e a degradação dos oceanos, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    [EcoDebate] Os oceanos cobrem mais de 70% da superfície da Terra. Os estudos científicos mostram que a vida no Planeta surgiu nas águas marinhas. Os oceanos são fontes de biodiversidade e de regulação do clima planetário. Porém, a humanidade, no Antropoceno, aumentou tanto suas atividades econômicas que provocou uma grande drenagem das riquezas ecossistêmicas e transformou o ar, os solos, os rios, os lagos e os mares em uma grande lixeira

Possibilidades e limitações para a inserção da agricultura familiar no desenvolvimento e produção de bioenergia derivada da Palma-de-Óleo no Estado do Maranhão

    POSSIBILIDADES E LIMITAÇÕES PARA A INSERÇÃO DA AGRICULTURA FAMILIAR NO DESENVOLVIMENTO E PRODUÇÃO DE BIOENERGIA DERIVADA DA PALMA-DE-ÓLEO NO ESTADO DO MARANHÃO1 Adriano Venturieri1 adriano.venturieri@embrapa.br – Pesquisador da Embrapa Amazônia Oriental; Alfredo Kingo Oyama Homma1 alfredo.homma@embrapa.br – Pesquisador da Embrapa Amazônia Oriental; João de Deus Barbosa Nascimento Júnior1 joao.nascimento@embrapa.br – Pesquisador da Embrapa Amazônia Oriental; José Mário Ferro Frazão2 jose.frazao@embrapa.br – Pesquisador da Embrapa Cocais; Lucieta Guerreiro Martorano2 lucieta.martorano@embrapa.br –

MPF quer suspender perfuração de poços de petróleo próximo a corais da Amazônia

  ABr O Ministério Público Federal (MPF) no Amapá recomendou ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) a suspensão das atividades e perfuração marítima de petróleo, pela empresa Total, na foz do Rio Amazonas, próximo aos recém-descobertos corais da Amazônia, devido aos riscos que a exploração traz para esses recifes. A suspensão deve ocorrer até que os impactos da atividade sobre a barreira de corais próxima ao empreendimento sejam

Carta Aberta dos povos Deni, Kanamari e Kulina, de Itamarati (AM)

CARTA ABERTA DOS POVOS INDÍGENAS DE ITAMARATI Nós, lideranças dos povos Deni, Kanamari e Kulina, representantes das aldeias Boiador, Flexal, Itaúba, Morada Nova, Santa Luzia, São João e Terra Nova, localizadas no município de Itamarati no Amazonas, reunidos na aldeia Morada Nova, nos dias 27 e 28 de abril, por ocasião do Mutirão de Defesa de Direitos na região de Itamarati, ação promovida pelo Conselho Indigenista Missionário de Tefé e Caritas

‘Muita gente vai, no final da vida, estar excluída da proteção previdenciária’, prevê Clóvis Scherer (Dieese)

    Aprovado no dia 3 de maio, na Comissão Especial, o texto-base da reforma da previdência (PEC 287/2016) traz algumas mudanças em relação ao projeto original enviado pelo governo Temer. Está prevista para esta semana a votação dos destaques feitos pelos parlamentares. Nesta entrevista, o economista e coordenador adjunto do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese), Clóvis Scherer, compara os dois projetos e reforça que a reforma continua trazendo

‘Estamos destruindo as bases que sustentam nosso planeta, e isso não aparece nos jornais’, debate com Leonardo Boff e Adolfo Perez Esquivel

  Em evento organizado pela 350.org Argentina, Leonardo Boff e Adolfo Perez Esquivel debateram alternativas para a problemática da crise climática e social na América Latina     O teólogo e intelectual brasileiro Leonardo Boff, que já vem há alguns anos espalhando o trabalho levantada pelo Papa Francisco na sua Encíclica Laudato Si, chamou a atenção nesta quinta-feira (11) para um dos piores problemas enfrentados pela humanidade hoje: a crise ambiental e as suas

Top