Índice da edição nº 2.721, 2017 [de 20/03/17]

    'As instituições', artigo de Montserrat Martins Um rio com o mesmo status legal de um ser humano, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Uma política nacional de recuperação da vegetação nativa pronta para decolar, por Marcelo Furtado e Severino Ribeiro Vale será multada por novo vazamento de rejeitos em Minas Gerais Trabalho escravo e desmatamento na Amazônia: homens cortam árvores sob risco e ameaça Odebrecht pagará R$ 30 milhões para encerrar processo por trabalho escravo

‘As instituições’, artigo de Montserrat Martins

    [EcoDebate] Sabe aquela guerra de torcidas xingando o juiz, para que ele não roube do seu time, mas sem se importar se ele for injusto a seu favor? No nosso clima de “país do futebol”, a maioria dos participantes das redes sociais torce pelo seu “time” político e aparentemente não acredita que “as instituições funcionem” a não ser se forem pressionadas, ideologicamente, a fiscalizar com máximo rigor os seus adversários

Um rio com o mesmo status legal de um ser humano, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  "Este mundo curioso que nós habitamos é mais maravilhoso do que conveniente, mais bonito do que útil, mais para ser admirado e apreciado do que usado" Duzentos anos do nascimento de Henry Thoreau (1817-1862)     [EcoDebate] Se o ser humano depende da natureza e não a natureza depende do ser humano, então por que somente as pessoas têm status de sujeito de direito? Por que um rio não tem o direito de ser

Uma política nacional de recuperação da vegetação nativa pronta para decolar, por Marcelo Furtado e Severino Ribeiro

    [EcoDebate] A assinatura do decreto presidencial criando a Política Nacional de Recuperação da Vegetação Nativa (Proveg), em janeiro, é fundamental para o cumprimento dos compromissos internacionais e nacionais assumidos pelo Brasil em favor da mitigação dos efeitos das mudanças climáticas e da proteção à biodiversidade. É um sinal positivo em direção à implementação efetiva do Acordo do Clima, da Convenção da Biodiversidade, das adesões ao Desafio de Bonn e à

Vale será multada por novo vazamento de rejeitos em Minas Gerais

  ABr   A mineradora Vale receberá multa da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais (Semad) devido a um vazamento de rejeitos que contaminou rios e córregos da região central do estado. O problema ocorreu no último domingo (12), na conexão de um duto em Ouro Preto, em área próxima do município de Itabirito. O valor da multa ainda será calculado. A Vale também deverá apresentar, na próxima semana, um

Trabalho escravo e desmatamento na Amazônia: homens cortam árvores sob risco e ameaça

  IHU Entre acidentes fatais e ameaças dos donos de serrarias, homens cortam árvores de modo ilegal no Pará. Crime afeta os trabalhadores, os indígenas e a floresta A reportagem é de Ana Aranha e Tania Caliari, publicada por Repórter Brasil, 14-03-2017.   Novato no ofício de derrubar árvores em regiões que deveriam ser preservadas, João se perguntava porque aceitara aquele ganha-pão “errado demais”. Estavam em meio à floresta amazônica nativa, a 90 quilômetros da rodovia

Odebrecht pagará R$ 30 milhões para encerrar processo por trabalho escravo em obra em Angola

    A construtora Odebrecht e duas de suas subsidiárias, Odebrecht Serviços de Exportação e Odebrecht Agroindustrial, terão que pagar R$ 30 milhões por danos morais coletivos em razão de terem mantido mais de 400 trabalhadores em condições análogas à escravidão na construção da usina de açúcar e etanol Biocom, em Angola, na província de Malanje, em 2011 e 2012. As empresas também são acusadas de tráfico de pessoas. Em primeira instância, as

Top