Índice da edição nº 2.676, 2017 [de 05/01/17]

    Governança ambiental e economia verde, Parte 1/6, artigo de Roberto Naime Notas sobre a contaminação de nitrato em aquíferos em zonas agrícolas de climas semiáridos a áridos, artigo de Carlos Augusto de Medeiros Filho Excesso de fungos em lixo reciclável coloca em risco saúde de catadores Venda e compra de jacarandá estará submetida à apresentação de licença especial Superfícies refletoras e árvores podem reduzir a temperatura das cidades Preparo de

Governança ambiental e economia verde, Parte 1/6, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] JACOBI et al. (2012) avaliam a Conferência Rio+20 que mobilizou a comunidade global para participar de um desafiador debate sobre a realidade ambiental global e “modus operandi” existente quanto à temática ampla e genérica do desenvolvimento e do ambiente. De novo não se discutiu um novo arranjo socioambiental. Enquanto não se discutirem concepções, não adianta estabelecer meramente instrumentos. Um dos temas estruturantes desta reunião foi a transição para uma economia verde

Notas sobre a contaminação de nitrato em aquíferos em zonas agrícolas de climas semiáridos a áridos, artigo de Carlos Augusto de Medeiros Filho

  [EcoDebate] No Estado do Rio Grande do Norte, levando-se em consideração apenas o índice pluviométrico, o clima é tropical chuvoso com verão seco, no litoral sul, com precipitações médias acima dos 1 200 milímetros (mm) anuais; tropical chuvoso com inverno seco no litoral nordeste, nas partes mais elevadas da Serra de João do Vale e na região serrana, onde se situam as serras de Luís Gomes, Martins e Portalegre (800

Excesso de fungos em lixo reciclável coloca em risco saúde de catadores

  Análise do ar em circulação em cinco ambientes de três cooperativas de São Paulo indica níveis de fungos acima do recomendado pelas legislações nacional e internacional Por Valéria Dias, TV USP Para tirar sua renda do lixo, catadores de recicláveis precisam revirar sacos contendo plásticos, papelões, latas de alumínio e vidros e separar esses materiais por tipo, para depois vender a empresas especializadas. Durante esta manipulação, porém, eles podem acabar expostos a

Venda e compra de jacarandá estará submetida à apresentação de licença especial

    O Ministério do Meio Ambiente divulgou nesta segunda-feira (2) as novas regras para o comércio internacional de jacarandá. Em outubro, durante uma conferência ambiental na África do Sul, um dos gênero da planta, Dalbergia spp., foi incluída na Convenção Internacional sobre Comércio de Espécies Ameaçadas de Fauna e Flora, que reúne as espécies sujeitas a regras mais rigorosas de comercialização. Licença Todos os produtos de madeira do gênero Dalbergia que entrarem ou

Superfícies refletoras e árvores podem reduzir a temperatura das cidades

  Por José Tadeu Arantes, Agência FAPESP     A mudança climática global, com seu cortejo de eventos extremos, é um processo de tão vastas implicações que obscurece o fenômeno menor das chamadas “ilhas urbanas de calor”. No entanto, esse fenômeno, que faz com que as cidades sejam em média mais quentes do que o seu entorno, não apenas contribui para o aquecimento do planeta como torna seus efeitos ainda mais sensíveis para os

Preparo de carnes vermelhas em altas temperaturas está associado ao risco de surgimento de câncer

  O preparo da carne em altas temperaturas causa a formação de compostos que causam danos ao DNA de quem os consome Por Carolina Marins Santos, Jornal/Agência USP Pesquisa da Faculdade de Saúde Pública (FSP) da USP, de autoria de Aline Martins de Carvalho, indica que o preparo de carnes vermelhas em altas temperaturas está associado ao risco de surgimento de câncer e outras doenças. Os resultados estão apresentados na tese de doutorado Consumo

Study confirms steady warming of oceans for past 75 years

  University of California - Berkeley   function googleTranslateElementInit() { new google.translate.TranslateElement({pageLanguage: 'pt', includedLanguages: 'en,es,fr,pt', layout: google.translate.TranslateElement.InlineLayout.HORIZONTAL, autoDisplay: false, multilanguagePage: true, gaTrack: true, gaId: 'UA-10694569-1'}, 'google_translate_element'); }   A controversial paper published two years ago that concluded there was no detectable slowdown in ocean warming over the previous 15 years - widely known as the "global warming hiatus" - has now been confirmed using independent data in research led by researchers from the University of

Top