nº 2.429, 2015 [01/12/2015]

    Agrotóxicos em crianças, artigo de Roberto Naime O futuro das barragens das mineradoras, artigo de Juracy Nunes Potabilização do Esgoto Sanitário, entrevista com Paulo Afonso Mata Machado União e estados ajuízam ação de R$ 20 bi contra Samarco, Vale e BHP Proposta do Brasil para COP21 poderia ser melhor, diz Observatório do Clima Brasil tem condições de zerar desmatamento da Amazônia, diz pesquisador do Ipam Três ações que podem 'mudar'

Agrotóxicos em crianças, artigo de Roberto Naime

contaminação por agrotóxicos

    [EcoDebate] A pesquisadora científica da Universidade Federal do Paraná, Sônia Stertz, doutora em Tecnologia de Alimentos, presidente da Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos na Regional do Paraná, registra que as crianças apresentam níveis duas vezes mais elevados de pesticidas no sangue e seus efeitos são até 10 vezes mais intensos do que em adultos. “Até a idade de dois anos, crianças produzem pouco de uma enzima chamada Paraoxonase-1,

O futuro das barragens das mineradoras, artigo de Juracy Nunes

    [EcoDebate] A comoção que o mundo está vivendo com o rompimento da barragem em Mariana (MG) em 05 de novembro de 2015 merece comentário e condolências de nossa parte às famílias enlutadas e ao meio ambiente. A barragem do Fundão era uma entre muitas outras existentes no Brasil para coletar dejetos (lixo) de mineradoras. No Nordeste do Brasil, região muito açudada o termo açude ou barragem é sinônimo de recurso

Potabilização do Esgoto Sanitário, entrevista com Paulo Afonso Mata Machado

1 – Disse o Prof. Ivanildo Hespanhol, em entrevista à Folha de São Paulo, que a Grande São Paulo defende que o esgoto deve ser transformado em água potável e usado pela população. O Prof. Ivanildo Hespanhol é presidente do Centro Internacional de Referência em Reúso de Água, localizado na USP, em São Paulo. Sou testemunha de seu trabalho de pesquisa para potabilização do esgoto sanitário que foi iniciado muito antes

União e estados ajuízam ação de R$ 20 bi contra Samarco, Vale e BHP

lama no rio Doce

    A Advocacia-Geral da União (AGU) ajuizou ontem (30) uma ação civil pública contra a mineradora Samarco e suas controladoras, a Vale e a BHP, com pedido de indenização de pelo menos R$ 20 bilhões pelos danos sociais, ambientais e econômicos provocados pelo rompimento da barragem Fundão, em Mariana (MG), no dia 5 deste mês. O rompimento liberou mais de 50 mil toneladas de lama com rejeitos de mineração, deixou pelo menos

Proposta do Brasil para COP21 poderia ser melhor, diz Observatório do Clima

    O Brasil apresentou a meta de diminuir as emissões de gases de efeito estufa em 37% até 2025 e em 43% até 2030, tendo 2005 como ano-base. Para o secretário-executivo do Observatório do Clima, Carlos Rittl, no entanto, o país tem capacidade para fazer muito mais e o governo brasileiro terá oportunidade de melhorar sua contribuição contra o aquecimento global na 21ª Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas

Brasil tem condições de zerar desmatamento da Amazônia, diz pesquisador do Ipam

  Para Paulo Moutinho, do Ipam, proposta do Brasil na COP21 inova ao propor descarbonização da economia     A contribuição brasileira para conter o aquecimento global (INDC, na sigla em inglês) em discussão na Conferência do Clima de Paris (COP21) inova ao apresentar pela primeira fez uma proposta de descarbonização da economia. A proposta também traz como avanço a meta de redução absoluta no volume de emissão na atmosfera de gases de efeito

Três ações que podem ‘mudar’ as mudanças climáticas globais

  Família em Chimaltenango, Guatemala Caso não se adotem medidas, milhões de latino-americanos poderão cair na pobreza extrema em 2030 Para o mundo, pôr fim à pobreza extrema tem data de validade, e é o ano de 2030. Essa meta, porém, parece inatingível quando se analisam os efeitos das mudanças climáticas sobre as pessoas: desde doenças transmitidas pela água, que se intensificam durante as ondas de calor, ao fracasso das colheitas por causa

Oceanos, a grande emergência, artigo de Jean-Pierre Gattuso e Alexandre Magnan

    "Os danos gerados pelo aquecimento, a acidificação e o aumento do nível dos mares sobre os organismos e os ecossistemas marinhos, assim como sobre os recursos que eles encerram, são desde já detectáveis e podem ser significativos, mesmo no caso do cenário otimista", escrevem Jean-Pierre Gattuso e Alexandre Magnan, diretor de pesquisa na Universidade Pierre e geógrafo, pesquisador no Insituto de desenvolvimento sustentável e relações internacionais, em artigo publicado por Outras Palavras, 25-11-2015. Eis o artigo. A

MG: Aprovação do PL 2.946/15 é um assustador retrocesso ambiental

  Governo mineiro aprova nova legislação que favorece Vale. Entrevista especial com Maria Teresa Viana de Freitas Corujo “Um projeto de urgência nesse momento deveria avaliar quais bacias hidrográficas precisam imediatamente não ter mais perda de água”, diz a integrante do Movimento pela Preservação da Serra do Gandarela. Foto: minasempauta.com.br   “Quando aconteceu a tragédia de Mariana, nós pensamos que o governador retiraria o caráter de urgência do PL, porque não faz o menor sentido priorizar um

Carta aberta dos Povos e Comunidades sobre a destruição do Cerrado pelo MATOPIBA

    Primeiro Encontro Regional dos Povos e Comunidades do Cerrado aconteceu entre os dias 23 e 25 de novembro, no espaço de acolhida e formação Casa Dona Olinda, região de Araguaína, Tocantins. Cerca de 170 pessoas - do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia - estiveram presentes. Confira a Carta Final do Encontro: Nós, Camponeses(as), Agricultores(as) Familiares, Povos Indígenas, Quilombolas, Geraizeiros(as), Fundos e Fechos de Pasto, Pescadores(as), Quebradeiras de Coco e outros, reunidos(as)

Top