nº 2.426, 2015 [26/11/2015]

    Riscos químicos do cotidiano, artigo de Roberto Naime O Código de Mineração, a tragédia da Samarco e os geólogos brasileiros, artigo de Álvaro Rodrigues dos Santos No Senado, avança projeto que acelera liberação de licenças ambientais para 'obras estratégicas' MG: Assembleia aprova PL 2.946/15 e retira o Ministério Público do licenciamento ambiental Brasil tem 663 barragens de rejeitos de mineração, diz especialista Desastre de Mariana (MG): 'Medidas do governo, Vale

Riscos químicos do cotidiano, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] Em todo cotidiano, sem que se perceba, estão presentes muitas substâncias químicas indesejáveis em produtos, objetos ou alimentos para preparo. Revista exame divulga matéria, na qual mais de 200 cientistas de 38 países, manifestam e descrevem algumas situações. A substância mais comum são os chamados compostos perfluorados, também conhecidos como PFCs (sigla em inglês para “Perfluorinated chemicals”). Resultantes da moderna indústria química sintética, estes produtos são utilizados para fabricar artigos

O Código de Mineração, a tragédia da Samarco e os geólogos brasileiros, artigo de Álvaro Rodrigues dos Santos

    A revelação dos esquemas de corrupção na Petrobrás com participação ostensiva de funcionários de carreira, o conturbado e sinuoso desencaminhamento da discussão sobre o novo Código de Mineração, o desastroso rompimento da barragem de rejeitos da Samarco, a revelação pública do estado de insolvência do DNPM – Departamento Nacional de Produção Mineral e outros organismos públicos de regulação e fiscalização, a multiplicação de acidentes e instalação de áreas de risco

No Senado, avança projeto que acelera liberação de licenças ambientais para ‘obras estratégicas’

    A Comissão Especial do Desenvolvimento Nacional aprovou nesta quarta-feira (25) projeto que acelera a liberação de licenças ambientais para grandes empreendimentos de infraestrutura, com a criação de um procedimento especial para obras “estratégicas e de interesse nacional”. O Projeto de Lei do Senado (PLS) 654/2015 integra a Agenda Brasil — pauta listada pelo presidente do Senado, Renan Calheiros, com o objetivo de incentivar a retomada do crescimento econômico. O autor do

MG: Assembleia aprova PL 2.946/15 e retira o Ministério Público do licenciamento ambiental

    Decisão é considerada o maior retrocesso histórico na legislação ambiental mineira Belo Horizonte, 25 de novembro de 2015 – Foi aprovado hoje (25) o Projeto de Lei 2.946/2015, que modificou diretrizes do Sistema Estadual de Meio Ambiente (Sisema) de Minas Gerais. Altamente criticado por ambientalistas, o PL trouxe, entre outros retrocessos, a retirada do Ministério Público (MP) do processo de licenciamento ambiental. A mudança é considerada um dos maiores retrocessos históricos

Brasil tem 663 barragens de rejeitos de mineração, diz especialista

    O Brasil tem 663 barragens de contenção de rejeitos de mineração e 295 barragens de resíduos industriais. Só em 2008, houve 77 rompimentos de barragens no país, embora a maioria dos casos tenha ganhado pouca repercussão. As informações foram divulgadas nesta quarta-feira (25) pelo engenheiro português Ricardo Oliveira, um dos maiores especialistas do mundo no assunto, citando dados da Agência Nacional de Águas (ANA), referente ao número de barragens. Professor titular da

Desastre de Mariana (MG): ‘Medidas do governo, Vale e BHP Billiton foram claramente insuficientes’, diz ONU

  A análise é de dois especialistas independentes da ONU em direitos humanos, que cobraram medidas efetivas. “Este não é o momento para uma postura defensiva. Não é aceitável que tenha demorado três semanas para que informações sobre os riscos tóxicos da catástrofe da mina tenham vindo à tona”, disseram no comunicado.   Dois especialistas das Nações Unidas em direitos humanos – sobre meio ambiente e resíduos tóxicos – pediram nesta quarta-feira (25)

ONU alerta que 2015 pode ser o ano mais quente já registrado

    A Organização Meteorológica Mundial (OMM) alertou ontem (25) que 2015 poderá ser o ano mais quente já registrado, com a temperatura média podendo passar do limite simbólico de aquecimento de 1 grau Celsius (ºC) em relação à era pré-industrial (1880-1899). “A tendência para 2015 indica que este ano será muito provavelmente o mais quente já registrado”, declarou a agência da ONU, sediada em Genebra, em relatório, adiantando que “a temperatura média

Dez asneiras que a gente ainda ouve por aí sobre mudança climática, por Claudio Angelo

  Por Claudio Angelo, do Observatório do Clima O planeta está esquentando, o Sudeste está sem água, as geleiras estão derretendo, as florestas estão pegando fogo, as concentrações de gás carbônico não param de bater recordes e 14 dos 15 anos mais quentes da história aconteceram neste século. As evidências da mudança climática – e da ação do homem como sua causa primordial – são tantas e tão variadas que seria preciso

Top