nº 2.419, 2015 [17/11/2015]

    Cerflor - Certificação Florestal, artigo de Roberto Naime O rompimento da barragem da Samarco e a enxurrada de culpados, artigo de Efraim Rodrigues A intransferível responsabilidade por sujar o #madeinbrazil, artigo de Beatriz Carvalho Diniz Samarco vai pagar mínimo de R$ 1 bilhão em medidas emergenciais Floculantes de origem vegetal serão usados em processo de decantação para evitar rejeitos na foz do Rio Doce Lama do rompimento das barragens em

Cerflor – Certificação Florestal, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] O CERFLOR é um Programa Nacional de Certificação Florestal, que sempre é voluntária como todo procedimento de certificação, e surgiu para atender uma demanda do setor produtivo florestal do país. A Sociedade Brasileira de Silvicultura (SBS) estabeleceu acordo de cooperação com a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), para desenvolver os princípios e critérios para o setor. A certificação florestal voluntária vem se desenvolvendo de forma um pouco descoordenada em

O rompimento da barragem da Samarco e a enxurrada de culpados, artigo de Efraim Rodrigues

    [EcoDebate] Sobrou algo para dizer sobre a barragem da Vale-BHP em Mariana? O Governador chama de acidente mas é displicência, sua eleição contou com boa contribuição da Vale. Ele se pronunciou na sede da empresa com quem deveia litigar e depois calou-se. A Ministra do Ambiente não se pronunciou e a Presidente só o fez uma semana depois. Não há conserto para o dano, cuja fase aguda deve durar décadas. As

A intransferível responsabilidade por sujar o #madeinbrazil, artigo de Beatriz Carvalho Diniz

A campanha de boicote ao agronegócio de Mato Grosso do Sul, motivada pela violência crescente aos Guarani Kaiowá por parte de produtores rurais em situação irregular em Terras Indígenas, é uma pressão legítima em defesa da vida e de direitos. Resposta da sociedade à omissão do governo federal que permite o que se caracteriza como genocídio, é também uma ação de mobilização social propositiva de mudança que colabora para expansão da agropecuária sustentável

Samarco vai pagar mínimo de R$ 1 bilhão em medidas emergenciais

    Valor está em termo de compromisso que a mineradora assinou com o MPF e o MPMG O Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) firmaram Termo de Compromisso Preliminar com a Samarco Mineração S.A. estabelecendo caução socioambiental de R$ 1 bilhão para garantir custeio de medidas preventivas emergenciais, mitigatórias, reparadoras ou compensatórias mínimas decorrentes do rompimento das barragens de rejeitos em Mariana, região Central de Minas. O

Floculantes de origem vegetal serão usados em processo de decantação para evitar rejeitos na foz do Rio Doce

    A mineradora Samarco vai lançar floculantes de origem vegetal no Rio Doce, para decantar os rejeitos de mineração e evitar que eles cheguem à sua foz, depois do rompimento de barragens na cidade de Mariana (MG). A medida foi acordada pela empresa com o governo federal, após análise de técnicos, que chegaram à conclusão que a medida não trará impactos ambientais. Os floculantes são usados em tratamento de água e fazem

Lama do rompimento das barragens em Mariana pavimentou rios por onde passou. Dano é irreversível

    A avalanche de rejeitos gerada em Minas Gerais pelo rompimento de duas barragens da mineradora Samarco, controlada pela Vale e a australiana BPH, causou danos ambientais imensuráveis e irreversíveis. Apesar da lama não ter um teor tóxico, ela pavimentou os mais de 500 km por onde passou devastando, com impacto ainda difícil de calcular completamente para grande parte do ecossistema da região. “Podemos dizer que 80% do que foi danificado

A perenidade do rio São Francisco cada vez mais ameaçada, entrevista com Roberto Malvezzi (Gogó)

bacia do rio São Francisco

    A cada dia aumentam as evidências de que a sangria do rio São Francisco progride a passos largos. As estatísticas oficiais divulgadas pela Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) apontam que Sobradinho acumula apenas 3% de sua capacidade, o menor volume da sua história. O que se fala é que para tirar o rio deste estado agonizante, é preciso chover. A dependência das chuvas por si só já indica que

Procon-SP autua Volkswagen por utilizar software que mascara emissões de gases na Amarok

  Foto: Fundação Procon-SP   Na última sexta-feira, 13, a Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-SP), órgão vinculado à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Governo do Estado de São Paulo, autuou a Volkswagen do Brasil em R$ 8.333.927,79, por ter instalado em 17.057 unidades da picape Amarok, fabricadas entre 2011 e 2012, um dispositivo que altera as emissões de nitrogênio durante a realização de testes de emissões

MPF pede imediata proibição de agrotóxicos com Captan, considerado um possível carcinógeno

veneno

    Fungicida que causou câncer em animais foi liberado em meio a escândalo de corrupção na Anvisa em 2002 O Ministério Público Federal em São Paulo (MPF/SP) requereu à Justiça a imediata proibição dos agrotóxicos  que contêm Captan em território brasileiro. Em testes com animais, o fungicida causou câncer em ratos e camundongos, sendo considerado um possível carcinógeno para seres humanos. O produto foi reavaliado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)

Top