Portal EcoDebate: Índice da edição nº 2.312, de 02/06/2015

    Sai 'Padrão' Fifa, entra Padrão Interpol, artigo de Montserrat Martins Direitos Humanos, artigo de Valéria Borges da Silveira IV Encontro da Bacia debateu a crise hídrica e o futuro do Rio São Francisco Ambientalista Henrique Cortez faz análise de conjuntura da bacia do Rio São Francisco IV Encontro Popular debateu as lutas por Terra e Território na Bacia do São Francisco Articulação Popular São Francisco Vivo define novos passos e

Sai ‘Padrão’ Fifa, entra Padrão Interpol, artigo de Montserrat Martins

    [EcoDebate] Os autofalantes do Maracanã podem anunciar a substituição, do Padrão Fifa pelo Padrão Interpol. Romário tinha razão, a CBF e a FIFA são casos de polícia mesmo, conforme o baixinho vinha dizendo há décadas. Ironia para a instituição que humilhava países até há pouco, impondo o seu “Padrão FIFA”, ter seus dirigentes atrás das grades. Mas o mundo acorda mais civilizado e quem sabe a nova era tenha o

Direitos Humanos, artigo de Valéria Borges da Silveira

    [EcoDebate] Se queremos que o século XXI seja de fato o século dos direitos humanos, é absolutamente vital ganhar a batalha pela igualdade em todo o planeta. Todos possuem os mesmos direitos humanos, sem exceção, incluindo o direito à vida, à dignidade, à segurança, ao trabalho em condições justas, à saúde, à educação e à igualdade perante à lei. Com a proliferação das novas tecnologias da informação, nota-se uma ?revolução? na

IV Encontro da Bacia debateu a crise hídrica e o futuro do Rio São Francisco

  Mais de 100 pessoas entre pescadores, quilombolas, indígenas e agricultores, dentre outros representantes das diversas comunidades tradicionais existentes ao longo da bacia do Rio São Francisco, representando organizações e movimentos sociais, participaram na tarde de quinta-feira, 28 de maio, do debate sobre “A crise hídrica presente e o futuro da Bacia do Rio São Francisco”, que abriu o IV Encontro Popular da Bacia do São Francisco, em Bom Jesus da Lapa-BA. As

Ambientalista Henrique Cortez faz análise de conjuntura da bacia do Rio São Francisco

    “Estou ouvindo hoje as mesmas demandas e reclamações que ouvi há 10 anos atrás dos povos que vivem à beira do Rio São Francisco. São as mesmas reclamações, mas pioradas”, declarou o ambientalista e jornalista Henrique Cortez durante o seminário sobre análise de conjuntura da bacia do Rio São Francisco, no IV Encontro Popular da Bacia, nesta sexta-feira, 29 de maio. Para Henrique, o que acontece atualmente não é novidade, porque

IV Encontro Popular debateu as lutas por Terra e Território na Bacia do São Francisco

  Na tarde do segundo dia (29 de maio) do IV Encontro Popular da Bacia do São Francisco, foram realizadas rodas de conversa sobre Terra e Território, um dos eixos de atuação da Articulação São Francisco Vivo. Quatro grupos debateram as experiências de algumas comunidades no processo de retomada de seus territórios e lutas por permanência em suas terras. O primeiro grupo relatou as experiências do povo indígenas Kariri-Xocó, de Alagoas, que lutam

Articulação Popular São Francisco Vivo define novos passos e lança Carta aberta às autoridades e à sociedade

  Depois de quatro dias reunida no Centro de Formação de Líderes de Bom Jesus da Lapa (BA), a Articulação Popular São Francisco Vivo encerrou, na manhã do domingo, 31 de maio o seu IV Encontro, que se propôs a avaliar seus 10 anos de atuação e planejar as ações prioritárias de agora em diante. Com base nas discussões e propostas, a partir de rodas de conversas e plenárias realizadas nos dias

Carta de Bom Jesus da Lapa – IV Encontro Popular da Bacia do Rio São Francisco

  IV Encontro Popular da Bacia do Rio São Francisco Carta de Bom Jesus da Lapa O RIO PRECISA, A CAMINHADA SEGUE! Dez anos após o I Encontro Popular da Bacia, reunimo-nos no mesmo local, Bom Jesus da Lapa, nos dias 28 a 31 de Maio de 2015, para avaliar a trajetória de atuação da Articulação Popular São Francisco Vivo (SFVIVO), então criada, e planejar seu futuro. Por meio desta carta, nós, 78 pessoas,

Mais da metade dos municípios fluminenses têm risco de incêndio florestal

    Mais da metade dos municípios do estado do Rio de Janeiro (54%) têm risco severo de registrar incêndio florestal e 34% de passar por estiagem no inverno. As informações foram divulgadas ontem (1º) pela Defesa Civil, que lançou o Mapa das Ameaças Climatológicas do Estado do Rio, como parte das atividades relacionadas à Semana Mundial do Meio Ambiente. O diretor-geral da Defesa Civil, coronel Paulo Renato Vaz, explicou que o levantamento

Governo federal corta mais de 50% dos recursos da Reforma Agrária

  Os cortes anunciados pela equipe econômica do governo federal no último dia 22/05, um contingenciamento de quase R$ 70 bilhões no orçamento da união para 2015, tendem a estagnar ainda mais o processo da Reforma Agrária no país. Cerca de 53.3% dos recursos discricionários, ou seja, aqueles que são priorizados pela própria pasta, foram contingenciados. Esse montante resultou na redução de 49.4% nas dotações do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) para

PA: Justiça condena empresário a pagar R$ 2,6 milhões por desmatamento ilegal de 559 hectares, em 2009

  Edivaldo Dalla Riva é um dos presos pela Operação Castanheira, que desbaratou quadrilha de desmatadores e grileiros que atuava entre os municípios de Altamira e Novo Progresso A Justiça Federal condenou o empresário Edivaldo Dalla Riva, o Paraguaio, ao pagamento de R$ 2,6 milhões em danos materiais e morais pelo desmatamento ilegal em 2009 de 559 hectares da gleba Curuá, área federal sob domínio do Instituto Nacional de Colonização e Reforma

Top