RJ: Pequenos agricultores opõem-se à construção de uma grande barragem no Rio Guapiaçu

 

barragem no Rio Guapiaçu
Mapa: Inea / SCOM – Sociedade Civil Organizada Macacu

 

Pequenos agricultores e famílias assentadas no município de Cachoeiras de Macacu reúnem-se, na tarde de sexta-feira (6), com o secretário estadual do Ambiente, André Corrêa, para discutir a construção de uma grande barragem no Rio Guapiaçu. Os agricultores são contra a construção porque, segundo eles, isso resultará na remoção de 3 mil famílias da região para o preenchimento do reservatório.

Segundo o gestor ambiental Sérgio Ricardo, que acompanha as discussões, a barragem também provocará perda de 12 milhões de árvores e prejuízo de R$ 100 milhões por ano, devido à inundação de áreas agrícolas.

A proposta dos agricultores é criar três represas menores em afluentes dos rios Guapiaçu e Macacu e usar quatro represas da Cedae (estatal responsável pelo abastecimento de água na região) que hoje estão inutilizadas. Com a alternativa, espera-se armazenar o mesmo volume da grande barragem.

“A barragem grande terá um impacto horrível. Já com a proposta de três barragens menores podemos ter o mesmo volume de água represado, com um impacto ambiental muito menor e um impacto social quase zero”, disse o presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Agricultura Familiar de Cachoeiras de Macacu, Almir Dias.

Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria Estadual do Ambiente, o governo do estado considera a barragem do Guapiaçu a melhor alternativa para aumentar o abastecimento de água para os moradores de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí, Maricá e Cachoeiras de Macacu.

No entanto, segundo a Secretaria, o processo de análise do estudo de impacto ambiental e a concessão da licença prévia para a instalação da barragem do Guapiaçu estão temporariamente suspensos, a fim de que o governo possa dialogar com os agricultores.

Por Vitor Abdala, da Agência Brasil.

Publicado no Portal EcoDebate, 09/03/2015


[ O conteúdo do EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, ao EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Alexa

Top