Portal EcoDebate: Índice da edição nº 2.247, de 12/02/2015

    Pensando em sustentabilidade I, artigo de Roberto Naime Pesquisa sobre a Educação Ambiental no Brasil - avaliação dos resultados V, por Antonio Silvio Hendges A PME mais sustentável e o meio ambiente, artigo de Marcus Nakagawa Brasil: pátria educadora? artigo de César Silva RJ: Agricultores apresentam proposta de menor impacto socioambiental para substituir barragem no Rio Guapiaçu Hidrelétricas do rio Tapajós devem desalojar mais de 2500 ribeirinhos, mas o governo

Pensando em sustentabilidade I, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] De uma forma simples, sustentabilidade é uma expressão utilizada para definir ações e atividades, envolvendo a utilização de recursos naturais renováveis ou não, que tenham por objetivo suprir as necessidades atuais da civilização humana, sem comprometer as necessidades das futuras gerações. Conceito basicamente desenvolvido pela senhora ex-primeira ministra da Noruega quando a Organização das Nações Unidas patrocinou seu primeiro encontro internacional sobre meio ambiente, em 1987 na cidade de

Pesquisa sobre a Educação Ambiental no Brasil – valiação dos resultados V, por Antonio Silvio Hendges

    Análise dos resultados V – Responsabilidades da educação não formal e modelo social [EcoDebate] Neste artigo de divulgação e análise dos resultados da pesquisa online sobre a educação ambiental no Brasil, realizada no segundo semestre/2014 pelo Projeto Escolas Sustentáveis/Cenatec, Projeto AJO Ambiental e os Grupos SOS Meio Ambiente que divulgam e debatem nas redes sociais temas relacionados à sustentabilidade, analisaremos as sétima e oitava questões propostas aos entrevistados e que solicitavam

A PME mais sustentável e o meio ambiente, artigo de Marcus Nakagawa

    [EcoDebate] Parece redundante uma empresa que se diz mais sustentável falar da sua atuação na área ambiental. Entendo isso devido ao fato de a maioria das pessoas somente associar o termo sustentabilidade ao meio ambiente, plantio de árvores, coleta de resíduos, enfim, tudo o que tem a ver com a cor verde. Sabemos que a sustentabilidade empresarial é muito mais, não podemos esquecer que toda empresa parte das questões econômicas para

Brasil: pátria educadora? artigo de César Silva

    [EcoDebate] Para começar a refletir sobre o tema Educação, é preciso relembrar o trecho do discurso de posse da presidente reeleita, Dilma Rousseff, em 1o de Janeiro, em rede nacional: " Brasil – Pátria Educadora"...O que esta frase tão expressiva efetivamente significa? Pode ser apenas uma estratégia de desvio de foco das outras áreas para a Educação, ou um real desejo de fazer do seu último mandato uma marca no

RJ: Agricultores apresentam proposta de menor impacto socioambiental para substituir barragem no Rio Guapiaçu

  Mapa: Inea / SCOM – Sociedade Civil Organizada Macacu   Um grupo de pequenos agricultores rurais e assentados da reforma agrária cobraram ontem (11) que o projeto de uma grande barragem no Rio Guapiaçu, na região metropolitana do Rio Janeiro, seja substituído por obras de menor impacto socioambiental e por recuperação da bacia hidrográfica. A aletrnativa apresentada pelos produtores rurais envolve, entre outras ações, a preservação e replantio da mata ciliar e

Hidrelétricas do rio Tapajós devem desalojar mais de 2500 ribeirinhos, mas o governo se recusa a consultá-los

A Pública O ribeirinho Rosinaldo Pereira dos Santos, mais conhecido como Tatá, está prestes a trilhar o caminho inverso daquele pretendido pela política social dos governos Lula e Dilma. Morador da beira do rio Tapajós, no oeste do Pará, ele sempre viveu em fartura alimentar. A prova está pendurada na sala de sua casa: fotos de bagres maiores que o próprio pescador. Mas, agora, Tatá pode se tornar mais um a engrossar o

Projeto Biomas reinicia plantios de espécies florestais na Amazônia

  Manejo ambiental - Ação tem o objetivo de plantar árvores para recuperar, proteger e promover o uso sustentável de propriedades rurais   Foto: Embrapa   O Projeto Biomas inicia a segunda fase do plantio dos experimentos no sudeste do Pará. Entre janeiro e fevereiro serão plantadas 11.500 mudas de espécies florestais, como paricá, mogno, freijó, andiroba, tatajuba, ipê, castanheira e outras. Além disso, a equipe técnica está plantando soja nos experimentos de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta, mandioca

Agrotóxicos e agroecologia. Paradigmas diferentes em disputa. Entrevista com Fernando Carneiro

  “Imagina um Brasil que ao invés de 150 bilhões para a produção do agronegócio, destinasse esse valor para a agricultura agroecológica. Isso implicaria numa mudança radical dessa situação. Então, o que precisa é uma mudança política”, afirma o biólogo. A nova composição do Congresso Nacional e a chegada deKátia Abreu ao Ministério da Agricultura estão deixando alguns pesquisadores da área da saúde e do meio ambiente, “preocupadíssimos”. Entre eles, Fernando Carneiro,

Pragas urbanas aumentam no verão, segundo Instituto Biológico

  Água, ambiente, alimento e abrigo são essenciais para a proliferação     Elas estão por aí o ano todo, mas com o aumento da temperatura, aparecem e causam histeria, medo, nojo e até doenças em muita gente. Baratas, mosquitos, ratos, cupins, escorpiões e carrapatos, por exemplo, são pragas urbanas encontradas em todas as estações do ano, em casas, apartamentos, escritórios, museus e outros espaços urbanos, mas no verão, a presença aumenta. Segundo Francisco

PA: MPF recorre contra decisão que declarou inexistentes as etnias indígenas Borari e Arapium

    Justiça Federal de Santarém determinou que a identidade dos povos Borari e Arapium não existe. Para o MPF sentença viola a Constituição e a Convenção 169 da OIT O Ministério Público Federal em Santarém apresentou apelação cível contra decisão da Justiça Federal de Santarém que determinou que as etnias indígenas Borari e Arapium são inexistentes. A decisão, do juiz federal Airton Aguiar Portela, assinada em dezembro de 2014, negou o direito

Top