Portal EcoDebate: Índice da edição nº 2.214, de 12/12/2014

    Especialistas alertam contra modelo poluidor de consumo e política energética Peru processa Greenpeace por invasão às Linhas de Nazca COP20: o desafio é a mudança sistêmica e não a climática. Entrevista com Luciano Frontelle Desperdício de alimentos – quem paga essa conta? Preço do petróleo e nível de equilíbrio dos orçamentos nacionais, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Experiências mostram recuperação de áreas degradadas no Mato Grosso Autodemarcação e a

Dilma, é fácil superar o Bolsa Família, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó)

    [EcoDebate] Dilma, se você quiser, é fácil superar o Bolsa Família. Basta observar o que foi feito aqui em Juazeiro da Bahia num programa que você mesma inventou: o Minha Casa, Minha Vida. Com apoio da Caixa Econômica (a funcionária da Caixa que apoiou esse projeto trabalha na área social do Banco em Brasília), projeto elaborado por uma empresa privada, cada uma das mil casas do projeto ganhou no teto quatro

RJ: Relatório reafirma correlação entre material expelido pela TKCSA e impactos na saúde

  Três anos depois do primeiro relatório da Fiocruz sobre os impactos socioambientais e de saúde decorrentes da instalação e operação da empresa ThyssenKrupp Companhia Siderúrgica do Atlântico (TKCSA) em Santa Cruz, no Rio de Janeiro, a Fundação elaborou um novo relatório, com uma análise atualizada dos problemas. Produzido por um Grupo de Trabalho da Fiocruz instituído em 2011 e formado por especialistas de diferentes áreas e unidades, o documento complementa o

Meninos negros são principais vítimas do trabalho infantil

    Meninos negros são as principais vítimas do trabalho infantil: 5,8% dessa população, de 5 a 15 anos, desenvolve algum tipo de trabalho no Brasil, de acordo com a primeira publicação do Sistema Nacional de Indicadores em Direitos Humanos (SNIDH) divulgada ontem (11) pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR). Entre meninos brancos, a taxa de ocupação da mesma faixa etária é 3,7%. Entre as mulheres, a taxa

Íntegra do relatório final da Comissão Nacional da Verdade – CNV

Acesse aqui links para download e visualização do Relatório Final da CNV. Esta página está sendo atualizada. O acesso por capítulos será concluído até o dia 16 de dezembro. Confira:   RELATÓRIO FINAL DA CNV: VOLUME 1 [download, tomo 1]|[download, tomo 2] Parte I – A Comissão Nacional da Verdade [download] Capítulo 1 – A criação da Comissão Nacional da Verdade A) Antecedentes históricos B) Comissões da verdade: a experiência internacional C) O mandato legal da Comissão Nacional da Verdade Capítulo

Autodemarcação e a batalha pela fronteira Munduruku

  Por Ana Aranha, Jessica Mota, em A Pública. Indígenas proclamam a autodemarcação de terra que pode parar a hidrelétrica de São Luiz do Tapajós, a nova menina dos olhos do governo federal. Assentada em solo sagrado, a área seria alagada pela usina. “A gente não sai”, diz cacique À beira do rio Tapajós, no oeste do Pará, a floresta estala sob os passos dos guerreiros Munduruku. São cerca de 20 homens fortes,

Experiências mostram recuperação de áreas degradadas no Mato Grosso

    Cresce número de iniciativas coordenadas por instituições governamentais e não-governamentais visando adequação ambiental Com a necessidade de recomposição de áreas degradadas em Mato Grosso, muitas ações foram apresentadas e discutidas na última quarta-feira durante um ciclo de palestras realizado pela Embrapa Agrossilvipastoril e pela Rede de Sementes do Cerrado em Sinop (MT). Exemplo disso é o trabalho realizado em Alta Floresta, visando a recuperação de 4 mil nascentes, ou a Rede de

Preço do petróleo e nível de equilíbrio dos orçamentos nacionais, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    [EcoDebate] A decisão da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) de manter o atual nível de produção e exportação de petróleo deve manter o preço da commoditie abaixo de US$ 65 nos próximos meses, o que deve gerar graves problemas para as economias dependentes do combustível e inviabilizando economicamente explorações alternativas, como a do gás não convencional dos Estados Unidos e o pré-sal brasileiro. Há teorias que dizem que a

Desperdício de alimentos – quem paga essa conta?

desperdício de alimentos

    Há mais de duas décadas, o tema chama a atenção de especialistas em segurança alimentar e, mais recentemente, também de ativistas que defendem o meio ambiente. A perda de alimentos também significa perda de recursos naturais. Hoje, um terço do que é produzido no campo não chega à mesa do consumidor. No Brasil, 60% dos alimentos produzidos no campo já são desperdiçados entre a colheita, o transporte e o manuseio. Outros

COP20: o desafio é a mudança sistêmica e não a climática. Entrevista com Luciano Frontelle

“Ainda temos de ver, para além de Lima e antes de Paris, quais serão as posições dos países tanto em relação às ações para mitigação quanto para adaptação, ou seja, qual será a contribuição nacional de cada um nas negociações do clima”, diz o representante da Agência Jovem de Notícias Internacional na COP-20. Na última semana da 20ª Conferência das Partes da Convenção Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas –

Peru processa Greenpeace por invasão às Linhas de Nazca

Foto: Philstar.com/AP/Rodrigo Abd O presidente do Peru, Ollanta Humala, disse hoje (12) que o país está processando a organização não governamental (ONG) Greenpeace por invasão ao monumento arqueológico Linhas de Nazca. Ele exigiu um pedido de desculpas à ONG. “Espero que haja um pedido de desculpa, à margem das ações que os ministérios da Cultura e da Justiça estão promovendo”, disse Humala na televisão pública do Peru. Saiba Mais Greenpeace causou danos irreparáveis nas

Especialistas alertam contra modelo poluidor de consumo e política energética

    Representante do Greenpeace pediu a aprovação de projetos de lei que incentivam energias alternativas. Em debate da Comissão do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, nesta quinta-feira (11), especialistas apontaram as causas de eventos climáticos extremos registrados no País, como secas e enchentes, e pediram mudanças na legislação. Para o representante do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), Jean Henry Ometto os extremos climáticos têm explicação no aumento da temperatura global e na

Top