Portal EcoDebate: Índice da edição nº 2.194, de 13/11/2014

    Sobre os impactos de usinas termelétricas, artigo de Roberto Naime Ambiente, consumo e vida em comunidade, artigo de Leonardo Vicente Rivetti A convulsão do planeta Terra e um apelo final, artigo de Valdeci Pedro da Silva Clima da Amazônia, por Gilberto Fisch, José A. Marengo e Carlos A. Nobre Sem consenso, votação de projeto sobre biodiversidade é adiada no Congresso Prefeitura de Itaocara (RJ) é condenada por despejo de esgoto

Sobre os impactos de usinas termelétricas, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] As usinas termelétricas são instalações que produzem energia elétrica a partir da queima de carvão, óleo combustível ou gás natural em caldeiras projetadas para o combustível específico que será utilizado e ainda que não representem grande participação na matriz energética brasileira, são importantes na manutenção da chamada energia firme, principalmente no verão e em horários de maior consumo. Qualquer que seja o combustível utilizado, a forma de funcionamento da usina

Ambiente, consumo e vida em comunidade, artigo de Leonardo Vicente Rivetti

    [EcoDebate] Às vezes da impressão de que fomos colocados no mundo só para saber como iremos nos comportar. Em muitos momentos fazemos uma porção de perguntas e quase sempre não encontramos as respostas. Ou melhor, verdadeiras respostas, não respostas que vagam pelo universo do que chamamos de senso comum, que às vezes nem é tão comum assim, mas que acabamos aceitando. Como se fossemos condicionados a viver com pouca razão,

A convulsão do planeta Terra e um apelo final, artigo de Valdeci Pedro da Silva

    [EcoDebate] Todos os biomas e climas terrestres estão sendo agredidos, com intensidades variáveis, pela grande fúria produtiva, extrativista e de consumo, empreendida pelo capitalismo, na tentativa alucinada de manter um crescimento econômico contínuo. Essas agressões levaram os biomas e os climas ao estado de convulsão, o qual tem causado aumento de temperatura além do limite tolerável para o sistema, contaminação do solo, das águas e do ar, e provocado grande desequilíbrio

Clima da Amazônia, por Gilberto Fisch, José A. Marengo e Carlos A. Nobre

    [CPTEC/INPE]  1. Introdução A Bacia Amazônica possui uma área estimada de 6,3 milhões de quilometros quadrados, sendo que aproximadamente 5 milhões em território brasileiro e o restante divido entre os países da Bolívia, Colômbia, Equador e Peru. Esta região é limitada à oeste pela Cordilheira dos Andes (com elevações de até 6000 m), à norte pelo Planalto das Guianas (com picos montanhosos de até 3000 m), ao sul pelo Planalto Central

Sem consenso, votação de projeto sobre biodiversidade é adiada no Congresso

    SBPC volta a defender ajustes no texto: quer participação de pesquisadores, comunidades tradicionais e industriais no Conselho de Gestão do Patrimônio Genético Sem acordo entre deputados, representantes do governo, cientistas, setor produtivo e comunidades tradicionais, o polêmico projeto que propõe a criação da Lei de Acesso ao Patrimônio Genético da biodiversidade (PL 7735/14) vai continuar trancando a pauta do Plenário da Câmara dos Deputados. A votação do relatório, cujos termos foram discutidos

Prefeitura de Itaocara (RJ) é condenada por despejo de esgoto no rio Paraíba do Sul

  Foto de arquivo   Além da prefeitura, a Cedae também será responsabilizada, em ação do MPF, caso continue lançando desejos sem tratamento na cidade O Ministério Público Federal (MPF) em Campos dos Goytcazes (RJ) obteve sentença favorável em ação civil pública movida para interromper o lançamento de efluentes, sem tratamento, no meio ambiente, principalmente no rio Paraíba do Sul. Em caso de descumprimento, a prefeitura de Itaocara (RJ) e a Companhia Estadual de

Estudo publicado na Science alerta sobre os perigos de eventuais mudanças em legislação ambiental brasileira

  Cientistas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) participam de estudo internacional publicado pela revista Science, na sexta-feira (7/11), que alerta sobre os perigos de eventuais mudanças em legislação ambiental brasileira. O artigo “Brazil's environmental leadership at risk”, que tem entre seus autores Luiz Aragão e André Lima, pesquisadores da Divisão de Sensoriamento Remoto do INPE, aponta que ecossistemas do Brasil, de importância mundialmente reconhecida, podem estar ameaçados se propostas para

Será lançado em Brasília documentário sobre conflitos socioambientais em comunidades pesqueiras

    Documentário sobre conflitos socioambientais em comunidades pesqueiras será lançado em Brasília     “Vento Forte” foi o título dado ao documentário realizado pelo Conselho Pastoral dos Pescadores (CPP) que aborda as situações de ameaça das comunidades pesqueiras do Brasil. O filme, produzido pela Arte e Movimento, será lançada no próximo dia 17, às 19h30, na sede da CNBB, em Brasília. A ocasião contará com uma mesa de abertura onde estarão presentes o secretário

Estados Unidos e China selam acordo histórico para reduzir as emissões de gases do efeito estufa

  Os líderes dos Estados Unidos e da China, as duas nações mais poluidoras do mundo, chegaram nesta quarta-feira (12) a um acordo que foi chamado de histórico por cientistas ligados à questão do clima. A intenção do acordo é fazer com que o encontro sobre o clima, que ocorre em Paris em 2015, tenha mais sucesso que o de Copenhagen, em 2009, que foi considerado um fracasso. Barack Obama concordou em

Preconceito e burocracia impedem pesquisa científica e uso da maconha medicinal

    Dois pais que decidiram tratar seus filhos com medicamentos à base de uma substância derivada da maconha – o canabidiol, que não causa efeitos alucinógenos ou psicóticos – cobram mais agilidade do Estado na liberação da importação dos remédios. Convidados pelo Conselho Nacional de Políticas Sobre Drogas, eles participaram ontem (12), em Brasília, de reunião na qual foi discutido o uso terapêutico do canabidiol e seu enquadramento na legislação brasileira.

IPTU mais alto para imóveis fechados ou subutilizados é realidade distante em capitais brasileiras

  Depois de mais de 13 anos de vigência do Estatuto da Cidade, um dos principais instrumentos da política para democratizar a moradia nas grandes cidades brasileiras, o Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU) progressivo para imóveis fechados ou subutilizados – instituído na semana passada em São Paulo – é uma realidade distante, e até mesmo descartada, em pelo menos seis metrópoles do país. Levantamento feito pela Agência Brasil revela que o mecanismo

Top