Portal EcoDebate: Índice da edição nº 2.190, de 07/11/2014

    Brasil cai no ranking de igualdade de gênero, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Em meio à crise hídrica, São Paulo usará água de reúso (esgoto tratado) no abastecimento Transposição de água do rio Paraíba do Sul para Cantareira não encerra crise da água, dizem especialistas Projeto sobre pesquisa na biodiversidade vai a comissão geral com várias polêmicas em aberto Brasil promulga Acordo Internacional de Madeiras Tropicais MP 651 e o fim dos lixões: a

Brasil cai no ranking de igualdade de gênero, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    [EcoDebate] O Brasil perdeu nove posições no ranking de igualdade de gênero (Global Gender Gap Report - GGGR) do Fórum Econômico Mundial de Davos. Em 2013, ocupava a 62ª posição e caiu para a 71ª colocação na lista. O GGGR avalia as diferenças entre homens e mulheres na saúde, educação, economia e nos indicadores políticos, em 142 países. Em artigo anterior (Alves, 23/11/2011) apresentei uma crítica consubstanciada ao relatório do Fórum

Em meio à crise hídrica, São Paulo usará água de reúso (esgoto tratado) no abastecimento

    São Paulo passará a usar água de reúso (esgoto tratado) no abastecimento da população, anunciou o governador Geraldo Alckmin. A medida também será adotada por Campinas, cidade localizada a 100 quilômetros da capital. Os municípios paulistas passam pela maior crise de abastecimento de água já enfrentada. De acordo com o governo estadual, o esgoto, após tratado, será lançado à Represa Guarapiranga e ao Rio Cotia. Misturada ao manancial, essa água é

Transposição de água do rio Paraíba do Sul para Cantareira não encerra crise da água, dizem especialistas

  Além de não resolver problema de SP, transferência de água da bacia do rio Paraíba do Sul para sistema paulista pode afetar abastecimento no RJ. Sob críticas, governo federal diz que medida é "tecnicamente viável".   A transposição de água da bacia do rio Paraíba do Sul para o Sistema Cantareira pode amenizar, mas não dar fim à crise da água no estado de São Paulo. Segundo especialistas ouvidos pela DW Brasil,

Projeto sobre pesquisa na biodiversidade vai a comissão geral com várias polêmicas em aberto

  Foto: Cristiano Vieira/Ascom/UNEB   Agronegócio não aceita fiscalização pelo Ibama e cobra participação paritária do Comitê de Gestão do Patrimônio Genético (Cgen). Agricultura familiar quer receber pelo cultivo de sementes crioulas, enquanto cientistas criticam regras sobre royalties. Deputados ligados ao agronegócio querem incluir no projeto regras sobre pesquisas com sementes. A comissão geral que vai discutir na próxima terça-feira as novas regras para exploração do patrimônio genético da biodiversidade brasileira (PL 7735/14) terá o

Brasil promulga Acordo Internacional de Madeiras Tropicais

    Decreto publicado ontem (6), assinado pela presidenta Dilma Rousseff e pelos ministros das Relações Exteriores, Luiz Alberto Figueiredo Machado, e do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, promulgou o Acordo Internacional de Madeiras Tropicais, firmado pelo governo brasileiro e países produtores e consumidores do produto, em janeiro de 2006, em Genebra, na Suíça. O acordo tem como objetivos, expressos em seu texto, “promover a expansão e a diversificação do comércio internacional de

MP 651 e o fim dos lixões: a nova história grega da política ambiental. Entrevista com Antonio Silvio Hendges

  “Como na história grega, a MP 651 traz este conteúdo estranho à sua redação e objetivos originais, e por este motivo é chamada de ‘Cavalo de Troia dos lixões’”, adverte o biólogo. Foto: api.ning.com “Não considero vantajosa para a sociedade a ampliação dos prazos aos lixões”, afirma Antonio Silvio Hendges em entrevista por e-mail à IHU On-Line, ao comentar a Medida Provisória 651, que amplia o prazo para o fechamento dos lixões até

‘Pensar o mundo em que vivemos sem dissociar a história da Terra da história da humanidade’

  Por Graça Portela, do Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Icict/Fiocruz) Com respostas bastante reflexivas, o pesquisador Carlos Saldanha, autor do livro Desenvolvimento Sustentável para o Antropoceno, no qual aborda as mudanças climáticas que estão ocorrendo e que ainda virão, seus efeitos sobre o paneta e o papel da sociedade nesse contexto, fala de suas expectativas em relação à obra e sobre suas análises e compreensão de que estamos em

MPF quer que ribeirinhos também sejam consultados sobre hidrelétrica no Pará

    Ministério Público considera que governo quer restringir direito à consulta prévia, previsto na Convenção 169 da OIT Ao pedir uma suspensão de segurança no Superior Tribunal de Justiça para prosseguir com os estudos da obra da usina São Luiz do Tapajós, o governo foi surpreendido porque a decisão do Ministro Félix Fischer liberou os estudos, mas obrigou a realização da consulta. Em seu despacho o Ministro afirmou: “O que não se mostra

PA: Famílias da Terra Indígena Maró fazem acampamento contra derrubada de árvores

  Ação é organizada em resposta ao corte de 15 árvores na TI, todas de alto valor comercial. Comunidade paraense cobra demarcação do território há quase 15 anos.   Foto de arquivo   (Por: Terra de Direitos / CPT) Cerca de 30 famílias das etnias Borari e Arapium da Terra Indígena (TI) Maró, município de Santarém/PA, estão acampadas há cerca de cindo dias em área que está sendo desmatada por madeireiros. A ocupação retoma uma parte da

Parlamento alemão decide manter acordo nuclear com o Brasil

  Após Partido Verde entrar com moção contra a parceria firmada há quase quatro décadas, Bundestag vota pela manutenção do pacto, renovado por mais cinco anos. A Alemanha decidiu nesta quinta-feira (06/11) pela continuidade do acordo nuclear com o Brasil. Em sessão no Bundestag (câmara baixa do Parlamento alemão), a maioria dos deputados presentes – da coalizão governamental, formada pelo Partido Social-Democrata (SPD) e a União Democrata Cristã (CDU) – votou contra

Protesto de agricultores com tortura de animais choca franceses

  RFI Um protesto de jovens agricultores ocorrido nesta quarta-feira (5) em Nantes, no sul da França, gerou indignação na população. Durante o ato, os manifestantes torturaram em público dezenas de 'ragondins', espécie francesa de roedor conhecida no Brasil como ratão do banhado. Diversos parlamentares fizeram duras críticas ao movimento e o assunto despertou vivas reações dos franceses nas redes sociais. O protesto reuniu cerca de 300 agricultores e foi organizado pelo FDSEA, um

Top