Fiocruz alerta sobre páginas falsas nas redes sociais: conheça os canais oficiais

Duas páginas falsas da Fiocruz confundem usuários nas redes sociais. Desta vez, trata-se de uma página no Facebook com o nome de “Fiocruz – Fundação Instituto Oswaldo Cruz” e outra com o nome “Fundação Oswaldo Cruz – FioCruz”. Além da nomenclatura errada da instituição, as páginas falsas reproduzem conteúdo institucional ou publicam posts relacionados à Fundação, induzindo o usuário a acreditar que aquele é um perfil oficial. “Já tivemos problemas com usuários que ‘curtem’ estas páginas achando tratar-se de um canal oficial de relacionamento com a instituição, escrevem mensagens e, como não obtém respostas, acabam por achar que a Fundação está se omitindo nas redes sociais. Essas páginas falsas confundem o usuário e acabam prejudicando o nome da instituição e o trabalho responsável e profissional que é realizado nos canais oficiais”, afirma a coordenadora de mídias sociais da Fiocruz, Pamela Lang.

Retirar uma página do ar, no entanto, nem sempre é fácil. A Coordenadoria de Comunicação Social da Fiocruz faz a denúncia ao próprio Facebook, mas, muitas vezes, o processo é lento. “Estas são páginas falsas que carrega o nome da instituição, sendo que uma delas já tem mais de 9 mil seguidores! Se os próprios usuários se mobilizarem e denunciarem as páginas também, conseguiremos uma resposta mais rápida do Facebook para removê-las do ar”, argumenta Pamela.

A instituição esclarece que todas as informações oficiais da Fiocruz são divulgadas nas redes sociais apenas pelos canais oficiais, gerenciados pela Coordenadoria de Comunicação Social da Fiocruz ou pelas assessorias de comunicação de suas unidades. Existem, oficialmente, apenas quatro contas nas redes sociais que carregam o nome de Fiocruz:

Facebook:  www.facebook.com/oficialfiocruz
Twitter: www.twitter.com/fiocruz
YouTube: www.youtube.com/fundacaooswaldocruz
Flickr: www.flickr.com/fiocruz

Estes canais zelam pela transparência pública e responsabilidade sobre as informações publicadas e pela credibilidade centenária desta instituição. Qualquer outra página ou perfil em redes sociais com o nome de Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), que não sejam as aqui listadas, não representam oficialmente a instituição. A assessoria de comunicação que gerencia os canais oficiais da Fiocruz nas redes sociais assume total responsabilidade pelos conteúdos publicados. As páginas falsas são apenas reprodutoras de conteúdo, não possuem linha editorial definida e não têm responsabilidade sobre aquilo que é postado.

Como denunciar uma página falsa?

Vá até a página falsa 1 / página falsa 2 e clique no botão “…”, ao lado de “Mensagem”, para mais opções. Ao clicar, um menu irá se abrirá. Escolha a opção “Denunciar página”.

Indique a opção “Duplicata de outro local” e escreva no campo em aberto o link para a página oficial da Fiocruz: www.facebook.com/oficialfiocruz. Depois, é só clicar em “Enviar”.

Saiba como identificar páginas falsas no Facebook

Com mais de 1 bilhão de usuários, é mais do que comum encontrar páginas e perfis falsos no Facebook. Por isso, é importante ficar atento na hora de “curtir” uma página. A primeira dica é verificar o próprio site da instituição. Atualmente, grande parte das empresas e instituições já indica em seu site o caminho (link) oficial para seus perfis nas redes sociais. Há ainda outras formas de identificar uma página falsa:

– Verifique se há erros de português ou de digitação na página;
– Veja se a página é atualizada com frequência e periodicidade;
– Confirme se a logo utilizada na página é a mesma utilizada no site da instituição;
– Perceba se há um cuidado com a programação visual da página (fotos e imagens de qualidade).

 

Fonte: Agência Fiocruz de Notícias

Publicado no Portal EcoDebate, 24/10/2014


[ O conteúdo do EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, ao EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta clicar no LINK e preencher o formulário de inscrição. O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Alexa

Top