Portal EcoDebate: Índice da edição nº 2.087, de 30/05/2014

    Pegada Ecológica do Canadá e do mundo, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Somos todos ambientalistas, artigo de Heitor Scalambrini Costa A agricultura camponesa e ecológica pode alimentar o mundo? artigo de Esther Vivas Fiocruz apura aumento de câncer em mina de urânio na Bahia 58% das obras do PAC Saneamento estão com atraso; Ministério das Cidades discorda '65% a 75% do volume global de alimentos que nós consumimos têm

Pegada Ecológica do Canadá e do mundo, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    [EcoDebate] As pegadas ecológicas do Canadá e do mundo eram, respectivamente, de 6,43 hectares globais (gha) per capita e 2,7 gha per capita, em 2008. Os valores da biocapacidade eram, respectivamente, de 14,9 gha e 1,78 gha. Portanto, havia superávit ambiental no Canadá e déficit ambiental no mundo. Mesmo tendo alta pegada ecológica (ou seja, alto padrão de consumo), o Canadá tinha (e tem) superávit ambiental porque tem uma população pequena

Somos todos ambientalistas, artigo de Heitor Scalambrini Costa

    [EcoDebate] Persiste entre formadores de opinião o uso do termo ambientalista pejorativamente, para depreciar os cidadãos que lutam pela causa ambiental, além de também esconder outras intenções, menos ingênuas, como fazer o jogo dos poderosos, dos poluidores, que têm seus interesses contrariados pela persistência daqueles que defendem a preservação do meio ambiente e das condições de vida no planeta. Os últimos relatórios dos grupos de trabalho do Painel Intergovernamental sobre Mudanças

A agricultura camponesa e ecológica pode alimentar o mundo? artigo de Esther Vivas

    Calcula-se que a população mundial, em 2050, chegará aos 9,6 bilhões de habitantes, segundo um relatório das Nações Unidas. O que significa 2,4 bilhões a mais de bocas para alimentar. Diante destes números, existe um discurso oficial que afirma que para dar de comer para tantas pessoas é imprescindível produzir mais. No entanto, é necessário nos perguntarmos: Hoje, falta comida? Cultiva-se o bastante para toda a humanidade?Atualmente, no mundo, “são

Fiocruz apura aumento de câncer em mina de urânio na Bahia

    [Por Zoraide Vilasboas] O relatório preliminar da “Pesquisa Participativa de Base Comunitária sobre Problemas de Saúde na Área Próxima à Mina de Urânio em Caetité, Bahia” traz indícios de que o aumento dos casos de câncer observado em Caetité, a 750 km de Salvador, capital do Estado, estão potencialmente associados à radiação presente no entorno das instalações das Indústrias Nucleares do Brasil (INB), que abastece as usinas atômicas de Angra dos

58% das obras do PAC Saneamento estão com atraso; Ministério das Cidades discorda

    Apesar do avanço na execução de obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Saneamento, 58% dos projetos de esgoto estão em situação inadequada em relação ao cronograma, aponta levantamento, divulgado ontem (29), pelo Instituto Trata Brasil. A pesquisa revela que, desse total, 23% das obras estão paralisadas, 22% atrasadas e 13% não foram iniciadas. Foram analisados 149 empreendimentos dos quais 28 estavam concluídas no final de 2013 e 28

‘65% a 75% do volume global de alimentos que nós consumimos têm origem na agricultura familiar’. Entrevista com Newton Narciso Gomes Junior

  “Eu, francamente, sou um sujeito bípede e racional, e não como milho cru no cocho e tampouco mastigo soja”, diz o economista. Os incentivos para o desenvolvimento da agricultura familiar brasileira não passam de um “estímulo de intenções”. A ponderação é de Newton Narciso Gomes Junior, professor da Universidade de Brasília – UnB, em entrevista concedida à IHU On-Line, pessoalmente. Políticas de estímulo ao desenvolvimento da agricultura familiar, como o Programa de

Mudança climática pode agravar crise hídrica nos centros urbanos

    Eventos climáticos extremos, como estiagens prolongadas, fortes tempestades e ondas de calor ou frio intenso, devem se tornar mais frequentes à medida que a temperatura do planeta se eleva – o que poderá impactar a disponibilidade dos recursos hídricos nos grandes centros urbanos brasileiros. A avaliação foi feita pelo pesquisador Humberto Ribeiro da Rocha, do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG/USP), durante palestra apresentada no terceiro encontro do Ciclo de

Grande expedição vai estudar poluição plástica no Mediterrâneo

  Primeiro dia de visitas do público ao veleiro 'Tara', em Toulon, no sul da França. PM. Tattevin/Tara Expéditions RFI A veleiro francês Tara retornou nesta quarta-feira (28) ao mar Mediterrâneo para uma longa missão de avaliação sobre a presença de resíduos plásticos nas águas e o impacto dos dejetos nos ecossistemas marinhos. O barco, que partiu de Toulon, vai realizar escalas em 13 países, ao longo de sete meses. A missão vai investigar os

Lideranças indígenas saem insatisfeitas de reunião com Cardozo sobre demarcações

  Após um dia inteiro em frente ao Ministério da Justiça (MJ) e cerca de duas horas de reunião com o ministro José Eduardo Cardozo, nada mudou no panorama das demarcações de terras indígenas, na avaliação das lideranças que participaram do encontro. “O ministro disse que vai insistir nas tentativas das mesas de diálogo. Ele acredita que o que está fazendo é a decisão mais acertada, mas achamos que é o

Texto geral do PNE é aprovado, mas ainda não é hora de comemorar

    Na próxima semana, deputados voltarão a analisar o tema. Garantir a manutenção da Estratégia 20.10 e suprimir o parágrafo 5º do artigo 5º do texto principal é fundamental para que as metas do plano sejam efetivamente executadas na próxima década Nesta quarta-feira (28/05), após intensa mobilização da sociedade civil, o plenário da Câmara dos Deputados aprovou o texto-base do Projeto de Lei 8.035/10 que trata do PNE (Plano Nacional de Educação).

PNE: texto principal é aprovado mas pontos polêmicos são adiados

    Por Cátia Guimarães, Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV) Plano Nacional de Educação é aprovado na Câmara, mas destinação de recursos para educação pública e complementação da União no financiamento devem ser votados no início da próxima semana. “Se tivéssemos votado ontem, teríamos ganhado tudo”. A avaliação é do coordenador da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, Daniel Cara, sobre a sessão da Câmara dos Deputados que votou parte do texto

Top