Portal EcoDebate: Índice da edição nº 2.016, de 14/02/2014

    Crescimento econômico e poluição ('arpocalipse') na China, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Bacuri magu, crônica de Mayron Régis Uso de botos do Amazonas como isca para pesca da piracatinga pode causar sua extinção MPF recomenda a suspensão da venda da piracatinga A naturalização da obsolescência, artigo de Fabián Echegaray É preciso medir mais que o crescimento econômico para melhorar decisões sobre desenvolvimento China deve fechar este ano 300 fábricas

Crescimento econômico e poluição (‘arpocalipse’) na China, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    [EcoDebate] A China apresentou nas últimas 3 décadas o maior crescimento econômico de toda a história da humanidade. Nunca um país cresceu tanto em tão pouco tempo. Também nunca um país teve um impacto negativo tão grande no meio ambiente. Na verdade, a China sempre foi um país muito avançado culturalmente e esteve na liderança da economia mundial durante séculos antes do início da Revolução Industrial e Energética ocorrida na Europa

Bacuri magu, crônica de Mayron Régis

  Bacuri, Platonia insignis. Foto de Hellen Perrone / Wikipédia   [Territórios Livres do Baixo Parnaíba] O assentamento recebeu o nome de Bacuri/Magu. A maior parte das pessoas se surpreendeu com a sua criação. O ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva assinou o decreto de desapropriação em 2010. Neste ano, além da fazenda Bacuri/Magu, localizada nos municípios de São Bernardo e Araioses, desapropriou-se a fazenda Veredão, em Chapadinha. As duas desapropriações quase não arranharam

Uso de botos do Amazonas como isca para pesca da piracatinga pode causar sua extinção

  piracatinga (Calophysus macropterus) – Exemplares de boto-vermelho têm sido mortos e utilizados na pesca ilegal da piracantinga, peixe que se alimenta de carne morta. Cada boto morto é usado para capturar até uma tonelada de piracatinga (Foto: Divulgação/Ampa)   Levantamento feito pela pesquisadora Sannie Muniz Brum com 35 comunidades de pescadores em área de reserva de desenvolvimento sustentável, na região do Baixo Rio Purus, no Amazonas, constatou que botos-vermelhos, conhecidos também como

MPF recomenda a suspensão da venda da piracatinga

  piracatinga (Calophysus macropterus)   Supermercados, feiras livres e frigoríficos serão fiscalizados; espécie representa risco em potencial por se alimentar de animais mortos O Ministério Público Federal no Amazonas (MPF/AM) recomendou a 12 supermercados de Manaus que suspendam imediatamente a comercialização da piracatinga, até que haja evidências suficientes sobre a ausência de riscos para a saúde do consumidor. A espécie de peixe tem sido comercializada em Manaus, muitas vezes com outros nomes, como douradinha,

A naturalização da obsolescência, artigo de Fabián Echegaray

    [Ideia Sustentável]  Você se lembra de quantos celulares já teve? Por que motivos trocou sua última geladeira? Por quanto tempo espera usar seu novo computador? E por quanto tempo usou o anterior? Quanto se fala em produtos eletroeletrônicos as questões relativas ao tempo de vida útil dificilmente são associadas à questão da sustentabilidade. Não é só falha dos consumidores. A própria regulação estatal (demarcada pela Lei Nacional de Resíduos Sólidos)

É preciso medir mais que o crescimento econômico para melhorar decisões sobre desenvolvimento

  É preciso medir mais que o crescimento econômico para melhorar decisões sobre desenvolvimento, afirma um documento lançado por diversas agências das Nações Unidas. O estudo destaca que é preciso privilegiar a coerência das políticas mundiais, comércio justo, transferência de tecnologia, reforma financeira internacional e novos mecanismos de financiamento para fomentar a cooperação Sul-Sul e fortalecer os instrumentos de participação social. “Desenvolvimento Sustentável na América Latina e no Caribe: Seguimento da Agenda

China deve fechar este ano 300 fábricas poluidoras; Pequim é considerada ‘imprópria para viver’

  Índices de poluição em Pequim aumentaram desde janeiro. Foto de Fernanda Morena / BBC   O governo municipal de Pequim anunciou, nessa quarta-feira (12), que vai encerrar este ano 300 fábricas poluidoras para tentar "melhorar a qualidade do ar na cidade", considerada uma das capitais mais poluídas do mundo. A lista das fábricas será publicada até o fim de abril, adiantou a agência de notícias oficial chinesa. De acordo com o novo plano

Caça predatória e tráfico ameaçam mais de 11 mil espécies animais, diz UICN

  Tigres siberianos estão ameaçados de extinção. Segundo especialistas, existem apenas 250 animais da espécie. Foto: Wikipédia Mais de 11 mil espécies animais estão ameaças em todo o mundo, segundo a “lista vermelha” elaborada pela União Mundial pela Natureza (UICN, na sigla em inglês). O documento, considerado o principal instrumento de medida da biodiversidade, também alerta para os perigos que representam o crescimento da caça ilegal e o tráfico para as espécies

‘A força bruta é a ação de quem não tem argumentos’. Entrevista com Antonio Martins

  “Infelizmente até agora não temos visto nenhum comportamento de civilidade da polícia. (...) Tudo indica que em certo sentido a polícia está procurando criar e provocar violência”, avalia o jornalista. Foto: InfoMoney As críticas à atuação policial nas sucessivas manifestações que ocorrem em várias cidades brasileiras desde os protestos massivos de junho passado reiteram, na avaliação de Antonio Martins, a existência de uma “violência endêmica do Estado contra a sociedade”. Assim, “a

MPF/AM processa responsável pela página do Portal Apuí no Facebook por discriminação contra índios

    Desde dezembro de 2013, o responsável pela página do Portal Apuí no Facebook tem veiculado notícias com conteúdo discriminatório contra os povos indígenas da etnia tenharim   O Ministério Público Federal no Amazonas (MPF/AM) processou o administrador da página Portal Apuí no Facebook, Ivanir Valentim da Silva, pela veiculação de notícias com conteúdo discriminatório e incitação ao ódio contra os povos indígenas da etnia tenharim. A ação, proposta nesta quarta-feira, 12 de

Pesquisa da FMUSP mostra relação entre médicos e empresas farmacêuticas

  Em São Paulo, 64% dos médicos que tratam aids tiveram alguma interação com empresas farmacêuticas   Pesquisa da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) com 300 médicos que assistem pacientes com o vírus HIV no Estado de São Paulo revela que 64% desses profissionais de saúde tiveram alguma relação com empresas farmacêuticas. O estudo do professor Mário Scheffer analisou a interação entre médicos e empresas produtoras de medicamentos antirretrovirais (ARVs) no contexto

Top