Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.863, de 25/06/2013

    Levantamento de dados e seleção da equipe em diagnóstico ambiental, artigo de Roberto Naime Resolução 420/2004 da ANTT: Transporte Terrestre de Produtos (e Resíduos) Perigosos, por Antonio Silvio Hendges A luta é por direitos, não por migalhas! artigo de Gilvander Luís Moreira O petróleo e os protestos, artigo de Tomás Togni Tarqüinio Apenas 7,5% da Caatinga está protegida em Unidades de Conservação (UCs) MPF/PA entra na Justiça contra fraudes que

Levantamento de dados e seleção da equipe em diagnóstico ambiental, artigo de Roberto Naime

  Diagnóstico Ambiental e Sistemas de Gestão Ambiental. Autor: Roberto Naime. ISBN: 85-86661-81-3   [EcoDebate] Esta fase é constituída pela localização e layout da unidade, informações sobre os processos produtivos, estrutura gerencial, quadro funcional, aspectos e potenciais impactos ambientais, legislação, normas e regulamentações aplicáveis. São informações que podem ser consideradas prévias para a elaboração das sistemáticas do diagnóstico ambiental a ser executado. No levantamento de dados podem ser considerados os seguintes itens: Aspectos legais e normativos

Resolução 420/2004 da ANTT: Transporte Terrestre de Produtos (e Resíduos) Perigosos, por Antonio Silvio Hendges

  Fonte: Policia Rodoviária São Paulo/SP - Instituto de Pesquisas Rodoviárias (IPR)   [EcoDebate] A Resolução 420/2004 da Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT estabelece as Instruções Complementares ao Regulamento do Transporte Terrestre de Produtos Perigosos ao considerar diversas leis, decretos, pareceres e atribuições de órgãos reguladores como o Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial – Inmetro que regulamenta, acompanha e fiscaliza os programas de avaliação das conformidades das diversas

A luta é por direitos, não por migalhas! artigo de Gilvander Luís Moreira

  Imagem no Facebook Mães de Maio – https://www.facebook.com/maes.demaio   A luta é por direitos, não por migalhas! Gilvander Luís Moreira1 [EcoDebate] Primavera brasileira? O século XXI está, de fato, iniciando no Brasil? Mal estar da civilização capitalista? Podridão do capitalismo? Início de uma revolução rumo a uma sociedade socialista, com justiça social, justiça agrária, justiça ambiental e respeito aos direitos humanos de todos a partir dos 99% oprimidos? Alguns fascistas – extrema direita –

O petróleo e os protestos, artigo de Tomás Togni Tarqüinio

  Manifestação na Avenida Paulista dia 20 de junho de 2013. Foto: Marcos Santos/USP Imagens   [EcoDebate] As manifestações em várias cidades do país, capitais e interior, contra o aumento da tarifa dos transportes urbanos é um signo anunciador do que virá a acontecer nos próximos anos. A razão é muito simples: estamos vivendo o fim da era do petróleo barato, pois estamos prestes a atravessar o chamado pico do petróleo. Com isso,

Apenas 7,5% da Caatinga está protegida em Unidades de Conservação (UCs)

  Bioma do semiárido nordestino é o mais sensível à interferência humana e às mudanças climáticas, alertam pesquisadores em conferência do BIOTA Educação (Eraldo Peres/MMA)   A Caatinga é considerada por especialistas o bioma brasileiro mais sensível à interferência humana e às mudanças climáticas globais. Apesar disso, apenas 7,5% de seu território está protegido em Unidades de Conservação (UCs) e apenas 1,4% dessas reservas são áreas de proteção integral. O alerta foi feito pelo

MPF/PA entra na Justiça contra fraudes que acobertaram retirada de madeira de áreas protegidas

    Ações pedem à Justiça que condene os acusados ao pagamento de um total de R$ 10,8 milhões em multas e indenizações, além da recomposição de florestas retiradas de Terras Indígenas e unidades de conservação   O Ministério Público Federal no Pará (MPF/PA) entrou na Justiça com 53 ações contra acusados de fraudes no sistema de controle da comercialização de madeira no Pará. As fraudes possibilitaram o acobertamento da retirada e venda ilegal

Alheio aos riscos econômicos e ambientais, Brasil quer retomar extração de terras-raras

    País abandonou exploração dos metais de terras-raras na década de 90, mas, com o salto no preço da matéria-prima, quer brigar com a China por uma fatia do mercado. Extração, porém, implica riscos econômicos e ambientais. O Brasil quer entrar num mercado arriscado. Depois de abandonar a produção dos metais de terras-raras em meados da década de 90, o governo viu os preços dispararem no mercado mundial e voltou a investir

Mudanças climáticas influenciam avaliação de risco das seguradoras

    As mudanças climáticas estão tornando mais frequentes e imprevisíveis os eventos climáticos extremos, obrigando as seguradoras a mudar a forma como avaliam o risco de desastres naturais que afetam uma área específica, alertou esta segunda-feira o 'think tank' (centro de pesquisas de políticas públicas) Geneva Association. Matéria da AFP, no UOL Notícias, com informações adicionais do EcoDebate. "As abordagens tradicionais, que são exclusivamente baseadas em dados históricos, falham cada vez mais

Pesticidas contaminam ervas da medicina chinesa, alerta Greenpeace

    Ervas da medicina tradicional chinesa são contaminadas por um coquetel tóxico de pesticidas, que representam um risco à saúde do consumidor e ao meio ambiente, indicou nesta segunda-feira o grupo ambientalista Greenpeace. Matéria da AFP, no UOL Notícias, com informações adicionais do EcoDebate. Segundo testes realizados para o estudo do Greenpeace "Ervas chinesas: elixir da saúde ou coquetel de pesticidas?", o mais recente a abordar os efeitos nocivos da indústria agropecuária

Dilma apresenta 5 ‘pactos’ a governadores e propõe plebiscito para reforma política

  Brasília, 24/06/2013 - A presidenta Dilma Rousseff se reúne com governadores e prefeitos. Ela propôs a convocação de um plebiscito que autorize Constituinte para fazer a reforma política. Foto de Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr   A presidenta Dilma Rousseff anunciou ontem (24) que o governo vai disponibilizar mais R$50 bilhões para investimentos em obras de mobilidade urbana. O anúncio é uma resposta à onda de manifestações que ocorrem no país há mais de

Movimento Passe Livre diz que governo não apresentou propostas concretas

  Brasília, 24/06/2013 – A presidenta Dilma Rousseff recebe integrantes do Movimento Passe Livre, no Palácio do Planalto. Participam do encontro os ministros da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho; e das Cidades, Aguinaldo Ribeiro. Foto de Antonio Cruz/ABr   Integrantes do Movimento Passe Livre (MPL), que foram recebidos na tarde de ontem (24) pela presidenta Dilma Rousseff, não saíram satisfeitos do encontro, apesar de reconhecer a abertura do diálogo. “Eles [governo] não

Top