Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.852, de 10/06/2013

    Sem chão, artigo de Montserrat Martins O Franciscanismo e Ecologia, artigo de Everton Paulo Ferreira Lopes Resíduos Sólidos: Volume de lixo aumentou em 60 mil toneladas por dia entre 2007 e 2013 Resíduos Sólidos: Especialistas criticam papel do poder público na gestão do lixo RJ: Usina de biogás vai transformar o lixo de Gramacho em energia Proteger os oceanos é questão crítica para a sobrevivência humana, diz pesquisador Falta de

Sem chão, artigo de Montserrat Martins

  Extração de areia do Jacuí | Foto: Ramiro Furquim/Sul21   [EcoDebate] Décadas a fio tirando areia do rio Jacuí (RS) irregularmente e agora as mineradoras não sabem onde buscar areia para a construção civil. A extração feita próxima da costa tira a sustentação do solo e tudo que está sobre a margem sucumbe, o chamado “solapamento”, minando os alicerces do que estiver sobre o solo. Para não abalar mais o solo, a

O Franciscanismo e Ecologia, artigo de Everton Paulo Ferreira Lopes

    [EcoDebate] Analisando bem o art. 71 das Constituições gerais da Ordem dos Frades Menores, deu para perceber que nesse artigo esta bem claro que Seguindo os passos de São Francisco, os irmãos mostrem sentimentos de reverência para com a natureza, hoje por toda parte ameaçada, de modo a torná-la totalmente fraterna e útil a todos os homens para a glória do Deus Criador. Embora o texto seja muito conciso, expressa

Resíduos Sólidos: Volume de lixo aumentou em 60 mil toneladas por dia entre 2007 e 2013

  Zeca Ribeiro / Câmara dos Deputados Comissão de Meio Ambiente promoveu seminário sobre os desafios para implementar a Lei de Resíduos Sólidos.   O Ministério do Meio Ambiente insiste na manutenção do prazo para o fim dos lixões, previsto para agosto de 2014, segundo a Lei de Resíduos Sólidos (Lei 12.305/10). O secretário de Recursos Hídricos e Ambiente Urbano, do Ministério do Meio Ambiente, Ney Maranhão, reconhece, no entanto, que muitas prefeituras estão

Resíduos Sólidos: Especialistas criticam papel do poder público na gestão do lixo

  Lúcio Bernardo Jr/Câmara dos Deputados Sarney Filho: dificilmente os municípios conseguirão cumprir a meta de desativar os lixões até agosto de 2014.   A gestão eficiente dos resíduos urbanos depende da atuação direta das prefeituras, assinalou o chefe do Departamento de Engenharia Térmica e Fluidos da Universidade de Campinas (Unicamp), Waldir Bizzo. No entanto, conforme ressaltou, na década de 90, a maioria dos munícipios brasileiros terceirizou esse serviço e hoje são extremamente ineficientes

RJ: Usina de biogás vai transformar o lixo de Gramacho em energia

  Imagem: SkyscraperCity / Photobucket   Usina vai transformar o lixo de Gramacho em energia limpa - Transformar o lixo em energia limpa é um desafio que virou realidade com a início das atividades da Usina de Biogás do Aterro Metropolitano de Gramacho, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Instalada no antigo lixão, a primeira usina de gás verde do país vai atender à Refinaria Duque de Caxias (Reduc), da Petrobras. A usina

Proteger os oceanos é questão crítica para a sobrevivência humana, diz pesquisador

  Foto: Albert Kok/Wikimedia Commons   Os oceanos cobrem mais de 70% da superfície terrestre, somam 97% da água do planeta, concentram um número imenso de espécies, mantêm um grande estoque de alimentos e guardam reservas minerais. Em reconhecimento à importância dos mares nas nossas vidas, há cinco anos a Assembleia Geral das Nações Unidas criou o Dia Mundial dos Oceanos, comemorado desde 2009 no dia 8 de junho. Para o pesquisador José Luiz

Falta de planejamento e de linhas de transmissão limitam uso da energia eólica no Brasil

  Série de entraves limita uso da energia eólica no Brasil   Críticos afirmam que governo toma apenas medidas imediatas para lidar com problemas emergenciais no setor energético De qualquer lado que se olhe, o setor eólico no Brasil é um dos mais promissores na área energética, segundo analistas e levantamentos recentes. As condições de clima e relevo e os avanços tecnológicos fizeram com que o Global Wind Energy Council, que agrupa organizações e empresas

Corte de árvores em Porto Alegre acentua desafios de mobilização para movimentos sociais

  Foto: Ramiro Furquim/Sul21   Desde o início deste ano, Porto Alegre tem assistido a pelo menos dois movimentos sociais que têm ido às ruas da cidade para protestar de forma constante. No final de janeiro, um grupo realizou a primeira marcha contra o aumento da passagem de ônibus. No início de fevereiro, teve início a mobilização contra o corte de árvores no Centro Histórico para ampliação das avenidas João Goulart e Edivaldo

Código Florestal: ‘Agora apostam na ineficiência do Estado para dizer que a nova lei também é impossível de ser cumprida’. Entrevista com André Lima

    “Chega desse papo de viúvos do Código Florestal. Agora temos que monitorar o que vai acontecer e incidir sobre sua aplicação, para evitar mais retrocessos e tentarmos garantir alguns avanços com o Cadastro Ambiental Rural – CAR e os Programas de Regularização Ambiental – PRA”, adverte o advogado. Confira a entrevista. Foto: www.apreflorestas.com.br “Precisamos acordar para o fato de que esse debate do Código Florestal é revelador não somente de uma crise política

O PIB em crise, o mundo em crise, artigo de Washington Novaes

  Foto: Marcos Santos/USP Imagens   [O Estado de S.Paulo] Há uma intensa discussão em curso na qual o governo federal parece quase isolado em suas posições. É a respeito do ritmo descendente de crescimento do Produto Interno Bruto, o PIB, que no primeiro trimestre deste ano foi só 0,6% maior que o dos três meses anteriores. E levou várias instituições à previsão para o ano de um aumento de apenas 2,4%, quando

Presidenta da Funai sai em meio a conflitos indígenas e mudanças nas regras de demarcação

  A ex-presidenta da Fundação Nacional do Índio (Funai), Marta Azevedo. Foto de Elza Fiúza/ABr   A presidenta da Fundação Nacional do Índio (Funai), Marta Azevedo, que pediu exoneração na sexta-feira (7), deixou o cargo em meio a uma onda de conflitos indígenas que se acirraram nos últimos dias e de mudanças nas regras para demarcação de terras indígenas que enfraqueceram a instituição. Primeira mulher a ocupar o cargo, a antropóloga Marta Azevedo

Top