Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.832, de 10/05/2013

    A população do México em 2100, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Como caranguejos, artigo de Jairo Pitolé Sant'Ana Comissão cobra mais informações do governo sobre execução de Plano de Mudanças Climáticas Cidades atingidas por vazamento da Transpetro estão com abastecimento normalizado Especialista faz alerta sobre ameaças à agricultura de conservação Gastos em saúde e saneamento tiveram mais efetividade para reduzir pobreza no Brasil Unesp testa eficácia e segurança de

A população do México em 2100, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    [EcoDebate] O território do México foi palco do avanço de diversas civilizações, como os olmecas, os teotihuacanos, os maias, os zapotecas, os mixtecas, os toltecas e os astecas, que construíram grandes obras de arte, como as pirâmides de Teotihuacan e inúmeros avanços científicos. Mas com a chegada do conquistador espanhol Hernán Cortés, em 1519, a civilização asteca foi invadida e saqueada, tornando-se uma colônia espanhola, enquanto as armas europeias e

Como caranguejos, artigo de Jairo Pitolé Sant’Ana

  Pistola feita com plástico e produzida com uma impressora 3D foi disparada com sucesso pela primeira vez nos Estados Unidos. Foto: BBCBrasil.com   “Na primeira noite eles se aproximam e roubam uma flor do nosso jardim. E não dizemos nada. Na segunda noite, já não se escondem; pisam as flores, matam nosso cão, e não dizemos nada. Até que um dia, o mais frágil deles entra sozinho em nossa casa, rouba-nos a

Comissão cobra mais informações do governo sobre execução de Plano de Mudanças Climáticas

  Grazziotin: antes da revisão no Plano de Mudanças Climáticas, é preciso ter claro o que foi implementado até agora. A presidente da Comissão Mista Permanente de Mudanças Climáticas, senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), ressaltou em audiência pública nesta quinta-feira (9) que, antes de qualquer revisão no Plano Nacional de Mudanças Climáticas, é preciso "ter claro" o que foi implementado até agora. O plano apresentado pelo governo em 2008 compromete-se a reduzir as emissões

Cidades atingidas por vazamento da Transpetro estão com abastecimento normalizado

    Os seis municípios da região sul fluminense atingidos pelo vazamento de óleo diesel da Transportadora Petrobras S.A. (Transpetro) no último domingo (5) voltaram a captar água do Rio Paraíba do Sul, na região sul fluminense. O Instituto Estadual do Ambiente (Inea) informou ontem (9), que as cidades estão com o serviço de abastecimento normalizado: Volta Redonda, Barra Mansa, Pinheiral, Barra do Piraí, Porto Real e Quatis. Cerca de 49 mil litros

Especialista faz alerta sobre ameaças à agricultura de conservação

  Rolf Derpsch durante sua apresentação na 3ª Reunião Parananense de Ciência de Solo   Manejo adequado e adoção integral de técnicas da agricultura de conservação são essenciais para a preservação do solo. A mensagem foi reforçada pelo consultor e pesquisador Rolf Derpsch na conferência "Sistemas conservacionistas de produção: como assegurar a sua sustentabilidade?", que iniciou os trabalhos da 3ª Reunião Paranaense de Ciência do Solo, na manhã de ontem. Amparado por uma vasta

Gastos em saúde e saneamento tiveram mais efetividade para reduzir pobreza no Brasil

    Gasto em saúde e saneamento é mais efetivo contra pobreza Os gastos em saúde e saneamento, tanto no âmbito federal quanto municipal, foram os que tiveram maior efetividade para reduzir a pobreza no Brasil nos últimos anos, revela pesquisa da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da USP, em Piracicaba. Em seguida, aparecem os gastos com educação e cultura estaduais e os gastos com previdência e assistência federal. O

Unesp testa eficácia e segurança de 20 plantas medicinais

  Seis espécies, entre elas a Rhizophora mangle (foto), mostraram resultados promissores contra doenças como úlcera, inflamação e diabetes. Objetivo do trabalho é ampliar as opções de fitoterápicos disponíveis no Sistema Único de Saúde (Unesp)   Uma pesquisa em andamento na Universidade Estadual Paulista (Unesp) busca avaliar a segurança e a eficácia de extratos de 20 plantas medicinais no tratamento de doenças como úlcera, colite, doença inflamatória intestinal, dores crônicas, inflamação, câncer e

Quilombolas esperam há seis anos água potável em Dourados (MS)

    Prefeitura e Funasa empurram responsabilidade sem solucionar o problema Em Dourados, Mato Grosso do Sul, o Ministério Público Federal (MPF) ajuizou ação civil pública para assegurar à Comunidade Quilombola Dezidério Felipe de Oliveira o direito básico de acesso à água potável. Há 6 anos, os moradores aguardam a implantação de sistema de abastecimento de água na comunidade. Nos ofícios encaminhados ao MPF, a Prefeitura de Dourados e a Fundação Nacional de Saúde

O boom do xisto nos EUA favorece importações de carvão ‘barato’ pelas usinas da Europa

  Fracking (fratura hidráulica), imagem em www.gaslandthemovie.com   Gás de xisto nos EUA favorece usinas a carvão na Europa - O boom do xisto nos EUA continua a ampliar seu impacto, e um número crescente de geradoras europeias de energia estão sendo obrigadas a colocar em banho-maria suas modernas usinas a gás, incapazes de competir com as crescentes importações de carvão barato proveniente dos EUA. Matéria de Jan Hromadko, do Dow Jones Newswires

Doença renal misteriosa da América Central pode estar ligada a agrotóxicos

  Por Sasha Chavkin de El Salvador (Center for Public Integrity) / A Pública     Pesquisas realizadas paralelamente em El Salvador e no Sri Lanka trazem resultados semelhantes em relação ao uso dos mesmos produtos   Uma doença renal misteriosa que atinge camponeses em El Salvador e outros países da América Central mobiliza os ministérios de saúde da região. No dia 27 de abril, foi assinada em El Salvador uma declaração conjunta qualificando o combate da doença

Manifesto da APIB contra o preconceito institucionalizado do governo Dilma aos povos indígenas

    A Articulação dos Povos Indígenas do Brasil – APIB vem por meio da presente, manifestar em primeiro lugar a sua profunda preocupação pela nota divulgada no dia 06 de maio, pela Secretaria Geral da Presidência da República, intitulada“ Esclarecimentos sobre a consulta aos Munduruku e a invasão de Belo Monte”, na qual o Estado Brasileiro, sob gerência do Governo da Presidente Dilma Rousseff, assume publicamente uma posição abertamente preconceituosa e

Top