Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.819, de 19/04/2013

    A População do Egito em 2100, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Homoafetividade e o futuro da humanidade, crônica de Paulo Sanda Especialistas apontam vantagens do uso de energia eólica Melhor cobertura arbórea evita alagamentos e melhora qualidade microclimática das áreas urbanas Estudo propõe monitoramento de impactos globais e regionais nos ecossistemas costeiros marinhos Implementação parcial do PPCDQ-MT não permite um verdadeiro controle do desmatamento em Mato Grosso Para PGR,

A População do Egito em 2100, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    [EcoDebate] O Egito teve, no passado distante, a civilização mais avançada da Terra. Dez mil anos antes de Cristo (a.C.) havia uma sociedade de caçadores-coletores e pescadores. Há cerca de 6 mil anos a. C. houve o desenvolvimento de uma agricultura e de núcleos sedentários no Vale do Nilo. Por volta de 3 mil anos a.C. o rei Menés estabeleceu um governo unificado e iniciou uma sequência de dinastias que

Homoafetividade e o futuro da humanidade, crônica de Paulo Sanda

    [EcoDebate] Não meus amigos, não descobri meu lado gay, mas queria fazer uma provocação aos reacionários de plantão. Vamos imaginar o seguinte cenário, eu você mais 9 pessoas vamos fazer o seguinte: Eu tenho 100 reais, então eu lhe empresto este dinheiro, mas não como dinheiro vivo, como crédito, você deixa os 100 reais comigo e usa eles da seguinte forma, gasta ele apenas transferindo o crédito para outra pessoa, que também

Especialistas apontam vantagens do uso de energia eólica

    O Brasil ainda precisa superar uma “visão turva” sobre a energia eólica, que coloca em desconfiança a geração que provém dos ventos, sob o argumento de que esse recurso seria “sazonal e intermitente”. A crítica foi feita pela presidente da Associação Brasileira de Energia Eólica (Abeólica), Élbia Melo, em audiência realizada pela Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI), nesta quarta-feira (17). Como observou a expositora, toda fonte que vem da natureza

Melhor cobertura arbórea evita alagamentos e melhora qualidade microclimática das áreas urbanas

  Distribuição da vegetação na bacia do córrego Judas é desigual   A incorporação da infraestrutura verde — rede de espaços naturais ou construídos que desempenham serviços ambientais — ao planejamento urbano pode trazer uma série de benefícios a cidades como São Paulo, entre eles controle de alagamentos, criação de áreas de lazer para a população e melhoramento microclimático das regiões metropolitanas. Com esses objetivos, o urbanista Renier Marcos Rotermund desenvolveu uma proposta

Estudo propõe monitoramento de impactos globais e regionais nos ecossistemas costeiros marinhos

    Pesquisadores indicam as áreas prioritárias relacionadas aos impactos das mudanças ambientais e climáticas em habitats da América Latina que merecem mais investigação Pesquisadores de países latino-americanos – incluindo o Brasil – e europeus publicaram um artigo na revista Global Change Biology no qual dão uma série de recomendações para o desenvolvimento de uma agenda científica e política sobre os impactos das mudanças ambientais e climáticas globais e regionais em ecossistemas costeiros

Implementação parcial do PPCDQ-MT não permite um verdadeiro controle do desmatamento em Mato Grosso

    Por Djhuliana Mundel / ICV Criado em 2009 pelo Governo do Estado, o Plano de Prevenção e Controle do Desmatamento e das Queimadas (PPCDQ-MT) passa este ano por um processo de revisão. Buscando subsidiar esse trabalho, o Instituto Centro de Vida (ICV) divulgou uma avaliação da implementação do PPCDQ-MT com base no levantamento feito junto a própria Comissão Executiva do Plano. O PPCDQ-MT foi organizado em quatro eixos de atividades: regularização e

Para PGR, lei municipal que restringe licenciamento ambiental de hidrelétricas é constitucional

    Para PGR, município de Ponte Nova agiu dentro da competência legislativa suplementar. Parecer foi encaminhado ao STF A Procuradoria Geral da República (PGR) encaminhou ao Supremo Tribunal Federal (STF) parecer pelo não provimento da arguição de descumprimento de preceito fundamental (ADPF) nº 218. A ADPF foi requerida pela presidente da República para a impugnação de artigos das Leis nº 3.224/2008 e 3.225/2008, do município de Ponte Nova (MG), que trazem requisitos

MPF/PA obtém suspensão de licenciamento ambiental da hidrelétrica São Luiz do Tapajós

  Complexo hidrelétrico projetado para o rio Tapajós. Imagem no sítio da ABIAPE/Valor   Decisão também suspende a Operação Tapajós, promovida para estudar os impactos da usina na região O Ministério Público Federal conseguiu, junto ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), a imediata suspensão do processo de licenciamento ambiental da Usina Hidrelétrica (UHE) São Luiz do Tapajós, no Pará. A decisão, que acatou o recurso do Ministério Público também proíbe a realização

SRTE/GO resgata, em carvoarias, trabalhadores em regime de trabalho análogo ao de escravo

    A Superintendência Regional do Trabalho e Emprego em Goiás (SRTE/GO) libertou 16 trabalhadores atuando em regime de trabalho análogo ao de escravo, em carvoarias de duas fazendas na região de Crixás (GO). A operação, que teve início na semana passada e ainda está em andamento, contou com a parceria do Ministério Público do Trabalho em Goiás (MPT/GO) e do Departamento de Policia Rodoviária Federal (DPRF). Em uma das fazendas existiam 36

Trabalho infantil doméstico. ‘Uma das piores formas do trabalho infantil’. Entrevista com Isa Maria de Oliveira

    “O trabalho doméstico precisa ser valorizado porque ele contribui para que, principalmente mulheres que ocupam um espaço importante no mercado de trabalho, possam fazê-lo, visto que tem alguém na retaguarda: a doméstica”, destaca a secretária do Fundo Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil. Fonte: http://www.ensaiosdegenero.wordpress.com Confira a entrevista. “Infelizmente, uma boa parcela da população, as famílias e as próprias crianças e adolescentes envolvidos no trabalho infantil não identificam a tarefa

Grupo de trabalho da Câmara sobre demarcações é instalado com a participação de indígenas

  O coordenador do grupo, deputado Lincoln Portela, quer promover um diálogo entre governo, índios e produtores rurais para ajudar a reduzir conflitos. Lúcio Bernardo Jr/Câmara dos Deputados Índios acompanham reunião de instalação do grupo de trabalho sobre demarcações.   Lideranças indígenas vão participar diretamente do grupo de trabalho criado nesta semana pelo presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, para tentar um acordo em torno das regras de demarcação de terras indígenas. O grupo de trabalho,

Top