Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.693, de 05/10/2012

    Queimadas e nosso futuro comum transformado em cinzas, por Henrique Cortez A população da Rússia em 2100, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Matriz de posicionamento estratégico ambiental, artigo de Roberto Naime Energia Eólica: Uma análise acerca dos impactos sociais e ambientais em Caetité, BA Os Três Murús: Um Caso de (Falta de) Saúde Indígena no Acre, por Roberta Graf Novo manifesto da SBPC e ABC sobre o Código Florestal

Queimadas e nosso futuro comum transformado em cinzas, por Henrique Cortez

    [EcoDebate] A tragédia das queimadas sem controle repete-se incansavelmente, ano após ano. Os criminosos são os mesmos de sempre e fazem parte da mesma sociedade abalada e prejudicada pela irresponsabilidade daqueles que sempre afirmam ”apenas” ter queimado um inocente roçado. Todo grande incêndio florestal começa com uma ”inocente” queima de roçado, que qualquer produtor rural sabe ser o inicio dos incêndios florestais, ainda mais em época de estiagem. Sabem, mas pouco

A população da Rússia em 2100, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    [EcoDebate] A Rússia é o país com maior território do mundo. Foi o país que sofreu as maiores perdas humanas durante as duas Guerras Mundiais do século XX. Também possui uma das menores densidades demográficas, apenas 8 habitantes por km2. A despeito de todas as transformações ocorridas no século passado, a Rússia é um país que já apresenta um dos maiores declínios população. O decrescimento demográfico já vem ocorrendo desde

Matriz de posicionamento estratégico ambiental, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] Na segunda metade do século passado, impulsionado pelos processos de descolonização e de emancipação do Terceiro Mundo, o cenário mundial teve avanços tecnológicos de forma sistematizada. O ambiente de negócios no inicio do século XXI e mais veloz que no século XX e tem-se mostrado bastante dinâmico, ocasionando mudanças drásticas nos modelos econômicos e produtivos mundiais com implicações diretas para as organizações (VEIGA, 2005). Desde o início da revolução industrial,

Energia Eólica: Uma análise acerca dos impactos sociais e ambientais em Caetité, BA

    [Por Gilmar Ferreira dos Santos, para o EcoDebate] Nos últimos três anos os municípios de Caetité, Guanambi, Igaporã e Tanque Novo sofreram uma mudança radical com alterações bruscas em suas paisagens e no modo de vida das populações do campo e cidade. Essas mudanças representam o início de um novo ciclo de exploração econômica nunca antes imaginado pela maioria dos moradores, “o negócio dos ventos”, com a implantação de centenas

Os Três Murús: Um Caso de (Falta de) Saúde Indígena no Acre, por Roberta Graf

  Povo Kaxinawá/Foto do Blog do Accioly, no blogue Racismo Ambiental   Caros(as) colegas, aqui vai um breve relato de uma história muito triste, e que exige providências das lideranças de saúde pública, e de saúde indígena no Acre. Em maio deste ano, Manoel Mateus de Lima (Murú, na língua indígena), 25 anos de idade, da etnia Kaxinawá (Huni Kuin), após ter passado uma semana na Terra Indígena Igarapé do Caucho, próximo à cidade

Novo manifesto da SBPC e ABC sobre o Código Florestal encaminhado para a presidente Dilma Rousseff

  Imagem: Inesc   A tramitação da MP 571/2012 do Código Florestal foi concluída no Congresso e retorna para apreciação da presidente da República. Confira a íntegra da carta encaminhada pela SBPC e ABC para a presidente Dilma Rousseff. Senhora Presidenta, A Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) e a Academia Brasileira de Ciências (ABC) vêm mais uma vez manifestar sua preocupação com o Código Florestal, desta vez por meio de alterações na

Há 15 dias pescadores protestam contra Belo Monte em Altamira

    Mobilização já dura mais de 15 dias. Reunião com representantes do governo federal aconteceu, e eles pediram melhorias para a pesca no município mais impactado pela construção da hidrelétrica de Belo Monte, no rio Xingu (PA). Apresentação de Graziele Bezerra, da Radioagência Nacional / ABr. EcoDebate, 05/10/2012 [ O conteúdo do EcoDebate é “Copyleft”, podendo ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, ao Ecodebate e, se for o

Modelo agrícola desperdiça 35% da produção brasileira. Entrevista com Adalberto Luis Val

  “Talvez pudéssemos alimentar pelo menos mais um terço dos habitantes com os alimentos que desperdiçamos”, diz o biólogo. Confira a entrevista. Vislumbrando o aumento do consumo de alimentos nos próximos vinte anos, a expansão agrícola deve considerar as áreas degradadas e investir em produtos diversificados, oriundos das florestas e biomas do país. “Só no território amazônico, existe entre 12% e 17% de áreas degradadas, que poderiam ser utilizadas para produção agrícola”,

STJ determina retirada de não indígenas da área da etnia Tapirapé em Mato Grosso

  Menina Tapirajé (Agência Brasil)   O Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinou a retirada dos não indígenas da Terra Urubu Branco, em Cuiabá, Mato Grosso, cuja área destinada à etnia Tapirapé é superior a 167,5 mil hectares. O presidente do STJ, Felix Fischer, deferiu o pedido de suspensão da decisão que impossibilitou o cumprimento de sentença que garantia a retirada dos ocupantes não indígenas. A posse e o usufruto exclusivos da terra foram

Publicação da Rede Clima e INCT-MC apresenta fundamentos científicos das mudanças climáticas

    Como parte das atividades da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2012, a Rede Clima e o Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para Mudanças Climáticas (INCT-MC), sediados no Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe/MCTI), acabam de lançar a publicação Fundamentos Científicos das Mudanças Climáticas. O livreto se dirige a estudantes universitários, educadores, responsáveis por políticas públicas, profissionais de comunicação e outros públicos que tenham interesse em se aproximar dessa temática.

Metas do Inovar-Auto definem que carros terão de consumir 12% menos gasolina a partir de 2017

    Os consumidores poderão ter economia de R$ 1.150 com gasolina, em média, por ano, caso as metas de eficiência energética sejam alcançadas por montadoras. As metas estão previstas no Programa de Incentivo à Inovação Tecnológica e Adensamento da Cadeia Produtiva de Veículos Automotores (Inovar-Auto), regulamentado ontem (4) pelo governo. Para que esta redução de gastos com gasolina seja possível, os veículos vendidos a partir de 2017 terão que consumir 12% a

Anvisa limita uso de medicamentos de uso veterinário que podem ser encontrados em alimentos

    A Agência Nacional de Vigilância Sanitária limitou a quantidade de resíduos de medicamentos de uso veterinário que podem ser encontrados em alimentos de origem animal como carnes, ovos e leite. A partir de agora essa quantidade será regulamentada no país. Apresentação de Paula de Castro, da Radioagência Nacional / ABr. Nota do EcoDebate: A norma que trata do assunto, a Resolução da Diretoria Colegiada da Anvisa RDC 53/2012, foi publicada na edição

MAPA e MCT pressionam para facilitar o comércio de transgênicos em detrimento da biossegurança

    Apesar dos esforços dos negociadores do Itamaraty em manter os interesses nacionais relativos aos objetivos de conservação e uso sustentável da diversidade biológica, o Ministério Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e o Ministério de Ciência e Tecnologia (MCT) buscam desregulamentar ao máximo as pesquisas e facilitar as exportações e importações de transgênicos, em detrimento da biossegurança. A reportagem é de Larissa Packer e Fernando Prioste que se encontram na COP -

Estudo sobre mandioca geneticamente modificada é retirado por falta de dados que o respaldassem

    Um estudo que no ano passado assegurou ter encontrado uma maneira de aumentar o conteúdo nutritivo da mandioca - alimento rico em energia, porém pobre em proteínas - foi retirado depois que os pesquisadores não conseguiram encontrar quaisquer dados de apoio que respaldassem suas afirmações. A pesquisa, publicada na PLoS ONE em janeiro de 2011, foi citada pelo menos cinco vezes. Os autores afirmaram ter criado uma mandioca geneticamente modificada (GM) que

Autoridade Europeia (EFSA) considera insuficiente estudo que relaciona transgênicos e câncer

    A Autoridade Europeia de Segurança dos Alimentos (EFSA) considerou insuficiente o estudo sobre a toxicidade dos organismos transgênicos (OGM) realizado pelo cientista francês Gilles-Eric Seralini e pediu mais informações para que possa adotar uma posição sobre o tema. Matéria da AFP, no Yahoo Notícias. "Sem mais elementos, será pouco provável que o estudo se torne confiável, válido e de boa qualidade", afirmou a EFSA em um comunicado. O polêmico estudo de Seralini,

Top