Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.710, de 31/10/2012

    Erradicar o Ecocídio, artigo de José Eustáquio Diniz Alves A mídia ladra, Lula passa, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó) Em novo atlas, ONU mostra como saúde é afetada por mudanças climáticas MPF processa União, Ibama, prefeitura e Emurb por degradação ambiental em Aracaju Ministra do Meio Ambiente confirma retirada de ocupação irregular no Jardim Botânico do Rio Até 2020, eólica deve ter 12% de participação, com 20 Gigawatts (GW) instalados

Erradicar o Ecocídio, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    [EcoDebate] O Ecocídio é um crime que acontece contra as espécies animais e vegetais do Planeta. O Ecocídio acontece onde há extensos danos, destruição ou perda de ecossistemas. Tem acontecido no mundo em uma escala maciça e a cada dia está ficando pior. Exatamente por isto, cresce a consciência de que é preciso mudar o modelo de produção e consumo, interrompendo este processo que tem aumentado a destruição da vida

A mídia ladra, Lula passa, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó)

    [EcoDebate] Como íamos dizendo “até hoje o PT não perdeu eleições por razões éticas” (Dirceu e o Supremo Jiló). Continua não perdendo. Tanto é que o partido aumentou em aproximadamente 80 municípios o seu número de prefeitos. O PSDB caiu, o DEM quase sumiu. A única diferença foi o crescimento do PSB e a eleição de alguns candidatos mais à esquerda, bem votados, como do PSTU e PSOL. A oposição tucanada

Em novo atlas, ONU mostra como saúde é afetada por mudanças climáticas

  A Organização Mundial da Saúde (OMS) e a Organização Meteorológica Mundial (OMM) lançaram nesta segunda-feira (29) o Atlas da Saúde e do Clima, que mostra os principais desafios atuais para a saúde provocados pelas mudanças climáticas. O lançamento ocorreu no Congresso Meteorológico Mundial, em Genebra, na Suíça, que será encerrado amanhã (31). O documento apresenta exemplos práticos de como o uso de informações sobre o clima podem proteger o bem-estar

MPF processa União, Ibama, prefeitura e Emurb por degradação ambiental em Aracaju

    População que reside na área deve ser incluída em programas habitacionais O Ministério Público Federal em Sergipe (MPF/SE) ajuizou uma ação civil pública contra a União, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), o Município de Aracaju e a Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb) por permitirem a ocupação de uma área de preservação ambiental permanente (APP) e pela demora em oferecer condições melhores para

Ministra do Meio Ambiente confirma retirada de ocupação irregular no Jardim Botânico do Rio

    A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, confirmou ontem (30) que serão retiradas do Parque Jardim Botânico, na capital fluminense, moradores em áreas de risco e também famílias que forem consideradas invasoras da unidade de conservação. É que, embora seja tombado desde 1938, o parque ainda não teve os limites demarcados oficialmente. Segundo Izabella Teixeira, as remoções cumprem decisão do Tribunal de Contas da União (TCU) que, em setembro, obrigou o

Até 2020, eólica deve ter 12% de participação, com 20 Gigawatts (GW) instalados

  Parque Eólico de Cerro Chato. Foto: Divulgação   Com a paralisação de projetos desse mercado na Europa devido à crise econômica, a energia gerada pelos ventos deve conseguir 40 bilhões de investimentos em 2020, mais que duplicando o número atual de parques. Todos os ventos sopram a favor. Torres de até 120 metros de altura, que recebem as melhores correntes, muitos "parques" disponíveis e investimentos internos e externos estão transformando a energia eólica

Índios e ambientalistas contestam regulamentação de mineração em terras indígenas

    Na opinião deles, projeto de lei que pretende regulamentar a exploração mineral no subsolo de áreas indígenas é falho por permitir exploração sem limites. Apresentação de Graziele Bezerra, da Radioagência Nacional / ABr EcoDebate, 31/10/2012 [ O conteúdo do EcoDebate é “Copyleft”, podendo ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, ao Ecodebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ] Inclusão na lista de distribuição do

Suspensa liminar que determinava retirada dos guaranis kaiowás de fazenda em Mato Grosso do Sul

  Brasília, 30/10/2012 - O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, e a ministra dos Direitos Humanos, Maria do Rosário, durante discussão sobre a situação dos índios Guarani Kaiowá, na 213ª Reunião Ordinária do Conselho de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana (CDDPH). Foto de Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr   Foi suspensa ontem (30) a liminar que determinava a retirada do acampamento dos índios guaranis kaiowás da Fazenda Cambará, em Mato Grosso do Sul.

A corrida estrangeira pela terra brasileira. Entrevista especial com Maíra Martins

  “Apesar de pequenos agricultores produzirem quase a metade dos alimentos no mundo, eles constituem a população mais fragilizada, em situação de miséria e fome, cuja ausência de titularidade ou posse da terra os torna mais vulneráveis”, constata a socióloga. Confira a entrevista. A compra de terras por empresas estrangeiras está aumentando em “países cuja governança sobre a terra é frágil, as negociações são pouco transparentes e, em muitos casos, sem consulta

MTE resgata 17 trabalhadores de situação análoga à de escravo em fazenda no Maranhão

    Na ação auditores fiscais encontraram diversas irregularidades, como a falta de instalações sanitárias, alojamento adequado, local para refeições e água potável. Grupo Especial de Fiscalização Móvel resgatou 17 trabalhadores de situação análoga à de escravo, em ação realizada entre os dias 16 a 26 de outubro, na Fazenda Santo Antônio, Povoado Arapari, zona rural do município de Santa Luzia (MA). Os trabalhadores desenvolviam suas atividades na criação de bovinos para corte

Empresário é denunciado por trabalho escravo urbano em Araguaína, TO

    Trabalhadores na produção de sal mineral tinham contato direto com materiais corrosivos em ambiente fechado e insalubre. Não havia registro em carteira, além da jornada de trabalho ser exaustiva O Ministério Público Federal no Tocantins (MPF/TO), por intermédio da Procuradoria da República no Município de Araguaína (PRM-Araguaína), denunciou o empresário Wanderson Virgínio por ter reduzido três trabalhadores a condições análogas à de escravo na fábrica de sal localizada na Vila Couto,

O direito ao lado dos que têm fome, artigo de Olivier De Schutter

    [Valor Econômico] Quão vulneráveis são os países latino-americanos ao aumento do preço dos alimentos nos mercados internacionais, previsto como consequência da seca que assolou o meio-oeste dos Estados Unidos? Em vez de ser uma ocorrência ocasional, a extrema volatilidade dos preços dos alimentos que se observou nos anos 2007-2008 agora tornou-se a norma, com os preços atingindo uma alta perigosa em 2010-2011 e tendendo a aumentar de novo. Poderia-se pensar que,

Estudo da Unifesp apontou a presença de substâncias tóxicas em bebidas alcoólicas clandestinas

    Uma pesquisa feita com amostras de bebidas alcoólicas clandestinas, como cachaças de alambique, uísques falsificados e licores artesanais, de sete municípios de São Paulo e Minas Gerais como cobre, metanol e carbamato de etila. O estudo foi feito pelo Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas (Cebrid), da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), com apoio parcial do Icap (International Center for Alcohol Policies). Além do Brasil, participaram da pesquisa

Ministério Público do Rio considera ilegal a remoção compulsória de adultos usuários de crack

  Tratamento inadequado faz com que muitos retornem ao uso do crack. (Foto: Tânia Rêgo/ABr)   O Ministério Público Estadual (MP) considera ilegal a remoção compulsória de pessoas em situação de rua sendo elas usuárias de drogas ou não. O posicionamento do MP se deu em função do anúncio do prefeito do Rio, Eduardo Paes, de implantar a internação compulsória de adultos dependentes químicos, principalmente de crack. A promotora de Justiça de Tutela Coletiva

O Brasil que sai das urnas: Balanço das eleições municipais 2012

  A análise da Conjuntura da Semana é uma (re)leitura das Notícias do Dia publicadas diariamente no sítio do IHU. A análise é elaborada, em fina sintonia com o Instituto Humanitas Unisinos – IHU, pelos colegas do Centro de Pesquisa e Apoio aos Trabalhadores – CEPAT, parceiro estratégico do IHU, com sede em Curitiba-PR, e por Cesar Sanson, professor na Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN, parceiro do

Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.709, de 30/10/2012

    Impactos Gerais dos loteamentos litorâneos, artigo de Roberto Naime As novas administrações municipais e os resíduos sólidos, artigo de Antonio Silvio Hendges Crise na Europa: de recortadores e recortados, artigo de Esther Vivas Ainda o desmonte do IBAMA, os nossos políticos e nós, os eleitores, artigo de Roberta Graf MP-RJ questiona dispensa de Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e pede suspensão da construção de novo autódromo no Rio Geoengenharia: Manipular

Impactos Gerais dos loteamentos litorâneos, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] As questões de preservação e da conservação ambiental ganham destaque no Brasil a partir da década de 70, onde começa as discussões de temas relacionados com o meio ambiente. Este tema também é de extrema relevância nas atividades de licenciamento. Não há outra maneira de falar sobre preservação ambiental e áreas de preservação sem falar primeiramente em aplicabilidade da legislação. As primeiras leis de preservação ambiental: Na Constituição – Antes de 1988,

As novas administrações municipais e os resíduos sólidos, artigo de Antonio Silvio Hendges

    [EcoDebate] Um dos principais desafios das próximas administrações municipais será a gestão adequada dos resíduos sólidos, indispensável à sustentabilidade, prevenção de passivos ambientais, saneamento básico de qualidade, ações eficientes de saúde pública e de inclusão social. Os municípios brasileiros têm dificuldades para gerenciarem seus resíduos sólidos adequadamente, principalmente pela falta de recursos financeiros e pouca capacidade técnica na gestão de seus serviços de limpeza pública, coleta seletiva, organização e tratamento

Crise na Europa: de recortadores e recortados, artigo de Esther Vivas

  Espanha: Proprietários de lojas tiveram que fechar as portas devido à crise (foto: Daniel Torrejon/Creative Commons)   [EcoDebate] Nos recortaram acima de nossas possibilidades. E ainda podem nos recortar mais. De fato, nos recortarão até deixar-nos em roupas íntimas ou nus. A avareza não tem limites. Assim é o capitalismo: buscar benefícios sem cessar. Assim tem demonstrado o governo do PP e, em seu momento, o governo do Psoe. O dogma neoliberal,

Top