Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.663, de 23/08/2012

    Expectativas sociais e meio ambiente, artigo de Roberto Naime Sistemas agroflorestais atuam no combate à emissão de gases efeito estufa Declaração conjunta dos movimentos sociais do campo: Unidade por Terra, Território e Dignidade! Hidrelétrica de Santo Antônio prejudica abastecimento de Porto Velho, diz companhia de saneamento Mais chuvas intensas em São Paulo e seca nos EUA corroboram conclusões do IPCC O total de queimadas no País neste mês já supera

Expectativas sociais e meio ambiente, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] Atualmente é lícito afirmar que a sociedade espera das empresas um avanço em direção a iniciativas socioambientais que permitam o gerenciamento integrado das questões. Existem várias escolas de gestão integrada, das quais citamos as principais. E se acrescenta que a sociedade espera uma nova compreensão das relações entre meios físico, biológico e antrópico que constituem o meio ambiente. A primeira escola socioambiental é a gestão ecológica ou ecomanagement. Foi proposta

Sistemas agroflorestais atuam no combate à emissão de gases efeito estufa

    Diagnóstico é fruto de pesquisa elaborada por técnicos e agricultores do projeto Agroflorestar (da Cooperafloresta), em parceria com Embrapa-Florestas, Universidade Federal do Paraná e Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, que compara a fixação de carbono nas agroflorestas com manejo sustentável à regeneração natural em florestas. [Por Josi Basso, jornalista, para o EcoDebate] Maximizar renda, fixar famílias agricultoras em suas terras, gerar condições dignas de vida, proporcionar consciência ambiental e,

Declaração conjunta dos movimentos sociais do campo: Unidade por Terra, Território e Dignidade!

  1º Encontro Unitário dos Trabalhadores, Trabalhadoras e Povos do Campo, das Águas e das Florestas. Foto de César Ramos/Contag   Os movimentos sociais do campo, que se reuniram nesta semana no Encontro Unitário dos Trabalhadores, Trabalhadoras e Povos do Campo, das Águas e das Florestas, em Brasília, lançaram uma declaração conjunta que representa uma demonstração de articulação e unidade política dos camponeses, pequenos agricultores, sem-terra, indígenas e quilombolas, além de ambientalistas, defensores

Hidrelétrica de Santo Antônio prejudica abastecimento de Porto Velho, diz companhia de saneamento

    Os problemas aconteceram no último fim de semana e, segundo a companhia de saneamento do estado, foram ocasionados pela construção da hidrelétrica de Santo Antônio. Vertedouros da usina teriam levantado lama e prejudicado abastecimento da capital de Rondônia. Apresentação de Leonardo Catto, da Radiogência Nacional / ABr EcoDebate, 23/08/2012 [ O conteúdo do EcoDebate é “Copyleft”, podendo ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, ao Ecodebate e, se

Mais chuvas intensas em São Paulo e seca nos EUA corroboram conclusões do IPCC

  Avaliação foi feita por pesquisadores a partir das conclusões do mais recente relatório publicado pelo Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (Agência Brasil)   Apesar de necessitar de mais estudos para reiterar evidências e esclarecer algumas incertezas sobre os níveis de confiança de algumas previsões, as conclusões do Relatório Especial sobre Gestão dos Riscos de Eventos Climáticos e Desastres (SREX, na sigla em inglês) – elaborado e recentemente divulgado pelo Painel Intergovernamental sobre

O total de queimadas no País neste mês já supera em 84% os focos registrados em 2011

    Queimadas no País crescem 84% em relação a 2011 - O total de queimadas no País neste mês já supera em 84% os focos registrados no mesmo período do ano passado e traz um alerta de que a situação pode se agravar ainda mais nas próximas semanas. De acordo com dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) compilados por imagens de satélite, entre os dias 1.º e 21 deste

Governo vai tombar as nascentes dos rios Tocantins, São Francisco e Araguaia

  Infográfico: AE   As nascentes dos rios Tocantins, São Francisco e Araguaia, fortemente associados ao agronegócio e à geração de energia, serão tombadas pelo governo como patrimônio nacional, restringindo usos que representam ameaças à sua conservação e à continuidade de tradições populares. A reportagem é de Sergio Adeodato e foi publicada no jornal Valor, 20-08-2012. A iniciativa, pioneira no país, reforça os instrumentos previstos pela Lei das Águas para controle e proteção dos recursos

Novos prefeitos começarão mandatos com tarefa de concluir plano de saneamento básico para não perder recursos

    A maioria dos prefeitos que vão iniciar o seu mandato a partir do próximo ano terá de agir muito rápido na elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico, sob pena de ver minguar os recursos para o setor. Por força da Lei 11.445 de 2007 e do decreto 7.217 de 2010, a partir de janeiro de 2014, deixarão de receber recursos da União para a área de saneamento, as cidades brasileiras

MS: 13 anos após demarcação, indígenas de Sucuri’y conseguem posse de terra

  Indígenas de Sucuri'y conseguem posse de terra 13 após demarcação   Em situação inédita, indígenas aguardaram dentro da terra o desfecho do processo judicial, que não admite mais recursos Quinhentos e trinta e cinco hectares. Esta é a área da Terra Indígena Sucuri'y, em Mato Grosso do Sul, demarcada em 1999 pelo governo federal mas que somente agora pertence oficialmente aos indígenas. O Ministério Público Federal (MPF) conseguiu convencer os desembargadores do Tribunal

MPF quer obrigar União a regulamentar merchandising em horário infantil

    Legislação brasileira não permite que emissoras veiculem publicidade indireta em programas vistos por crianças e adolescentes O Ministério Público Federal (MPF) ajuizou ação civil pública contra a União e a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para obrigá-las a regulamentar a veiculação, na TV aberta, de qualquer tipo de publicidade indireta - o chamado merchandising - durante o horário infantojuvenil (entre as 6 da manhã e as 23 horas). A ação resultou de

Dilma vai vetar artigo da Lei de Cotas para que Enem seja principal critério de seleção, diz Mercadante

    A presidenta Dilma Rousseff vai vetar parte do projeto de lei que regulamenta o sistema de cotas raciais e sociais para universidades federais de todo o país. De acordo com o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, que se reuniu ontem (22) com a presidenta, o Artigo 2º do texto, que trata da seleção dos estudantes, será vetado. Dilma tem até o dia 29 de agosto para sancionar a nova lei. Pelo

Top