Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.458, de 27/10/2011

  Edição n° 35 da revista Cidadania & Meio Ambiente está disponível para acesso e/ou download Semana do 'Saco Cheio', artigo de Efraim Rodrigues As Boas Maneiras da Suzano no Maranhão, artigo de Mayron Régis 15O: indignação global, artigo de Josep Maria Antentas e Esther Vivas BRASIL: medidas para enfrentar violência contra Infância Senado aprova nova Lei de Competências Ambientais, que agora segue para a sanção presidencial Comitês de Bacias vão

Edição n° 35 da revista Cidadania & Meio Ambiente está disponível para acesso e/ou download

  Prezadas(os) Leitoras(es) do EcoDebate e da revista Cidadania & Meio Ambiente Informamos que a edição n° 35 da revista Cidadania & Meio Ambiente, ISSN 2177-630X, já está disponível para acesso e/ou download na página do Portal EcoDebate. Capa da edição n° 35 Vejam, abaixo, o sumário da edição: TecnologiaVerde: a grande transformação O relatório “The Great Green Technological Transformation”, publicado pela ONU, examina os meios pelos quais a revolução tecnológica pode satisfazer as exigências e

Semana do ‘Saco Cheio’, artigo de Efraim Rodrigues

  [EcoDebate] Perdoem a expressão chula que não mais repetirei, mas este é o nome da semana que inclui o dia do professor. Uma tradição criada em escolas privadas há duas décadas, que o pacto da mediocridade (o professor finge que ensina, o aluno finge que aprende e o dono da escola finge que paga), dispersou por toda educação brasileira. A educação traz a ética, o conhecimento teórico e a estética para

As Boas Maneiras da Suzano no Maranhão, artigo de Mayron Régis

  [EcoDebate] Por mais que a Suzano pose de boa samaritana ou de menina pura e inocente na vista do Conselho de Ética do Fórum da Amazônia Sustentável, caso as comunidades extrativistas do Baixo Parnaiba baixem a guarda, a empresa, através de suas terceirizadas, como a JS, a ACM e a KLN, passa o rodo pelas áreas de extrativismo sem nenhuma pena e sem nenhuma licença ou com licença de outra

15O: indignação global, artigo de Josep Maria Antentas e Esther Vivas

  [EcoDebate] A jornada de 15 de outubro (15O) foi a primeira resposta global coordenada à crise e sinaliza a emergência de um novo movimento internacional. Com as revoluções do norte da África como marco inicial, mediante um efeito de emulação e imitação, o protesto chegou à periferia da Europa. O mundo Mediterrâneo se situava assim no epicentro desta nova onda de contestação social, em um momento onde entrávamos em uma

BRASIL: medidas para enfrentar violência contra Infância

  A Oficina das Nações Unidas OHCHR organiza uma Consulta dos especialistas sobre as crianças que trabalham e /ou que vivem na rua, a ser realizadaem Genebra em 1-2 de novembro 2011. Veja aqui algumas propostas da sociedade civil. [Por Cristiano Morsolin, para o EcoDebate] Cem milhões de crianças que vivem nas ruas têm direitos fundamentais que devem ser respeitados e protegidos pelos Estados e pela população adulta em geral, disse a

Senado aprova nova Lei de Competências Ambientais, que agora segue para a sanção presidencial

  O Senado aprovou ontem (26) sem alterações o projeto enviado pela Câmara dos Deputados que trata de novas regras para licenças ambientais. Chamado de Lei de Competências Ambientais, o texto estabelece, em especial, as prerrogativas de órgãos estaduais, municipais e federais para atuar na fiscalização ambiental. A nova lei também define o que é licenciamento ambiental, permite parcerias entre dois ou três entes federativos para atuar na fiscalização e estabelece regras

Comitês de Bacias vão apresentar moção contra reforma do Código Florestal

  Reunidos em São Luis (MA) no 13º Encontro Nacional de Comitês de Bacias Hidrográficas, representantes de comitês de todo o Brasil vão apresentar na sexta-feira (28) manifestação contra a redução das Áreas de Proteção Ambiental. Representantes de Comitês de Bacias Hidrográficas de várias regiões do País preparam moção contra a redução das áreas de proteção ambiental às margens dos rios, em protesto contra o texto da reforma do Código Florestal, aprovado

ANA prepara monitoramento de aquíferos e libera verba para mapear águas subterrâneas na Amazônia

  País faz mapeamento de águas subterrâneas - Mais da metade dos municípios brasileiros utiliza águas subterrâneas para abastecer a população - e pouco se sabe sobre elas. Para mapear esse tesouro sob o solo, a Agência Nacional de Águas (ANA) está coordenando o monitoramento dessas grandes reservas subterrâneas de águas, chamadas de aquíferos. O objetivo é criar uma agenda nacional para a gestão integrada dos recursos hídricos subterrâneos e de

TRF1 adia, mais uma vez, decisão sobre decreto que autorizou construção de Belo Monte

  O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) adiou ontem (26), mais uma vez, a decisão sobre uma ação do Ministério Público Federal (MPF) no Pará que questiona o decreto legislativo que autorizou a construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu (PA), sem a realização de consulta prévia aos povos indígenas da região. O desembargador Fagundes de Deus votou contra os argumentos do MPF e avaliou que o

MPF/RO quer fechamento imediato de madeireiras que devastam terras indígenas

  Estado de Rondônia também é réu na ação por emitir licenças ambientais O Ministério Público Federal (MPF) em Ji-Paraná (RO) ingressou com uma ação civil pública para fechar nove madeireiras que estão extraindo ilegalmente grandes quantidades de madeiras nobres de três terras indígenas. As madeireiras estão situadas no distrito de Boa Vista do Pacarana, no município de Espigão D'Oeste. Para o MPF, o distrito é o principal foco deste tipo de

Alternativa agroecológica contra os agrotóxicos e transgênicos, entrevista com Fernando Ferreira Carneiro

  O modelo desse tipo de agricultura é um caminho para uma alimentação saudável, diz o docente da UnB Fernando Ferreira Carneiro Em entrevista concedida por telefone à IHU On-Line, o pesquisador alerta que desde os últimos três anos o Brasil já é o maior consumidor de agrotóxicos do mundo, “em função de todo esse modelo que privilegiou a grande propriedade, a monocultura para exportação”. Além disso, Fernando Carneiro diz que as

Top