Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.336, de 09/05/2011

Diretrizes para a Gestão e Gerenciamento dos Resíduos Sólidos, artigo de Antonio Silvio Hendges Rio São Francisco: a travessia de balsa é uma vergonha, artigo de Aroldo Cangussu Código Florestal, Desmatadores, Picaretas e Bordoadas, artigo de Ricardo Machado A 'Reforma' do Código Florestal: Política de Terra Arrasada? artigo de Alcione Cavalcante 'Lixo não existe. Resíduos sólidos são matéria-prima a ser reaproveitada', diz especialista Apenas 8% dos municípios brasileiros fazem a

Diretrizes para a Gestão e Gerenciamento dos Resíduos Sólidos, artigo de Antonio Silvio Hendges

[EcoDebate] A Política Nacional de Resíduos Sólidos tem como diretrizes básicas de gestão e gerenciamento a não geração, redução, reutilização, reciclagem, tratamento e disposição final ambientalmente adequada dos rejeitos (Lei 12.305/2010, artigo 9º; Decreto 7.404/2010, artigo 35). Desde que obedecidas às normas legais e técnicas, podem ser utilizadas tecnologias que busquem a recuperação energética dos resíduos sólidos urbanos domiciliares e provenientes dos serviços de limpeza pública. Esta possibilidade será disciplinada

Rio São Francisco: a travessia de balsa é uma vergonha, artigo de Aroldo Cangussu

[EcoDebate] Apreciar o Rio São Francisco, a sua paisagem e as suas águas, desde a cachoeira Casca D’Anta na nascente no sudoeste de Minas Gerais até os cânions próximos a sua foz e a entrada triunfal no Oceano Atlântico, na divisa entre os estados de Sergipe e Alagoas, é muito prazeroso. Mesmo com os problemas sobejamente conhecidos – assoreamento, desmatamento, poluição – ainda assim ele é muito bonito. Entretanto, quando se

Código Florestal, Desmatadores, Picaretas e Bordoadas, artigo de Ricardo Machado

“a ignorância é a mãe de todos os conflitos e a falta de informação, a madrasta”. [EcoDebate] O Código Florestal criado, basicamente para proteger nossas florestas nativas, organizar o setor produtivo à base de madeira e estimular o plantio de florestas preserva também as áreas ao longo dos rios ou de qualquer curso d’água, ao redor de lagoas, lagos ou reservatório d’água naturais ou artificiais; no topo de morros, montes,

A ‘Reforma’ do Código Florestal: Política de Terra Arrasada? artigo de Alcione Cavalcante

[EcoDebate] Nos próximos dias a Câmara do Deputado deverá votar as propostas substitutivas ao Projeto de Lei 1876/1999, elaborado pelo deputado Aldo Rebelo, motivo de grande embate entre o movimento ambientalista e os representantes vinculados ao agronegócio e em menor escala por outros segmentos da sociedade brasileira. O substitutivo pretende consolidar e contemplar um rol de demandas assentadas em pelo menos 42 iniciativas parlamentares em tramitação no Congresso Nacional, que

‘Lixo não existe. Resíduos sólidos são matéria-prima a ser reaproveitada’, diz especialista

A reciclagem de resíduos sólidos movimenta cerca de R$ 12 bilhões por ano. Tudo que é descartado pode se transformar em matéria-prima para a indústria por meio de uma correta coleta seletiva do lixo. Para o coordenador do Núcleo de Educação Ambiental do Prevfogo do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Genebaldo Freire, a coleta seletiva pressupõe um planejamento rigoroso e o contato com as cooperativas

Apenas 8% dos municípios brasileiros fazem a coleta seletiva de lixo

O Brasil produz diariamente 150 mil toneladas de lixo, das quais 40% são despejadas em aterros a céu aberto. O destino adequado do lixo é um problema que afeta a maioria das cidades - apenas 8% dos 5.565 dos municípios adotam programas de coleta seletiva Os dados são de um estudo realizado pelo Compromisso Empresarial para a Reciclagem (Cempre), associação sem fins lucrativos dedicada à promoção da reciclagem e mantida por

Educação ambiental é fundamental para a coleta seletiva e reciclagem do lixo

A educação ambiental é fundamental para que o cidadão adote a coleta seletiva e, embora não esteja formalizada nos currículos, muitas escolas já têm adotado a matéria em seus programas. “Na verdade, ela [a educação ambiental] é transversalizada. As questões têm que fazer parte de todas as discussões. Nada impede que uma escola tenha um programa de educação ambiental. As crianças sabem da obrigação de cuidar do planeta”, explica a

Para evitar contaminação ambiental e riscos à saúde, remédios não devem ser jogados no lixo doméstico

Eles são desenvolvidos para aliviar sintomas e curar doenças. Depois que cumprem a sua função, no entanto, os remédios podem se transformar em um transtorno. Os vidros de xarope, as cartelas de comprimidos e as bisnagas de pomadas dificilmente são usadas por completo. E aí começa o dilema: como descartá-los quando já estão vencidos? Por falta de alternativa ou desconhecimento, o brasileiro — que ainda não perdeu o hábito de

Mobilidade Urbana: Mais e mais veículos sem poder circular? artigo de Washington Novaes

[O Estado de S.Paulo] Seria cômica se não tivesse - como tem - consequências literalmente funestas a problemática da ocupação do espaço urbano por veículos, que nele se tornaram a principal personagem - a ponto de, já há alguns anos, a Associação Nacional de Transportes Públicos dizer que na cidade de São Paulo mais de 50% do espaço, incluídos vias públicas, praças, garagens e estacionamentos, se destina a veículos. O

A Terra está doente, artigo de Leonardo Boff

"Que devolvemos à Terra como forma de gratidão e de compensação? Nada. Só agressão, exaustão de seus bens. Estamos conduzindo, todos juntos, uma guerra total contra a Terra. E não temos nenhuma chance de ganharmos essa guerra. Temo que a Mãe Terra se canse de nós e não nos queira mais hospedar aqui. Ela poderá nos eliminar como eliminamos uma célula cancerígena", escreve Leonardo Boff, teólogo. Segundo ele, "o momento é

Bisfenol-A (BPA) em latas de alimentos e bebidas – um temporal está se formando

Será que a recente onda de preocupação do mercado de mamadeiras em relação ao bisfenol-A (BPA) está prestes a causar um caos no setor de bebidas e alimentos enlatados? Dois recentes fatos sugerem que essa possibilidade é alta. O primeiro é a proposta da Suécia, no mês passado, que obriga as empresas de embalagens e produtos alimentares a explicar como pretendem reduzir o uso do BPA no revestimento interno de

Top