Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.281, de 16/02/2011

O impacto ambiental da população e da economia de cinco paises, artigo de José Eustáquio Diniz Alves A ordem é reciclar, o dever é não desperdiçar, artigo de Marcus Eduardo de Oliveira Código Florestal e Catástrofes Climáticas, artigo de Delze dos Santos Laureano e José Luiz Quadros de Magalhães Alerta sobre Belo Monte: Diga NÃO ao Massacre Ambiental, artigo de Gilson de Oliveira Cheble Manifestação Belo Monte NÃO, em São Paulo, no MASP, 15/2/2011 Em

O impacto ambiental da população e da economia de cinco paises, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

[EcoDebate] Nosso Planeta tem aproximadamente 13,4 bilhões de hectares de terra e água biologicamente produtivas disponíveis para serem utilizadas de maneira sustentável, segundo a Organização Global Footprint Network. A pegada ecológica média dos habitantes da Terra era de 2,7 hectares globais (gha), em 2007. Pressupondo que esta pegada tenha se mantido aproximadamente no mesmo nível nos 3 anos seguintes, podemos calcular, conforme a tabela 1, que a população mundial de

A ordem é reciclar, o dever é não desperdiçar, artigo de Marcus Eduardo de Oliveira

[EcoDebate] A cultura do desperdício e do descarte, não apenas de recursos, mas também de energia e produtos acabados, vem sofrendo um duro golpe em várias sociedades. O conceito diferenciado de se fazer uso parcimonioso das coisas relativas à natureza e dos produtos disponíveis no mercado de consumo vem ganhando cada vez mais novos adeptos na tentativa de reverter o quadro intenso de perdas e danos pelo uso indevido dos

Código Florestal e Catástrofes Climáticas, artigo de Delze dos Santos Laureano e José Luiz Quadros de Magalhães

Código Florestal e Catástrofes Climáticas, artigo de Delze dos Santos Laureano1 e José Luiz Quadros de Magalhães2 [EcoDebate] 1 - Contextualizando o problema O mês de janeiro de 2011 foi marcado pela tragédia no Brasil. Na região serrana do Estado do Rio de Janeiro, centenas de pessoas morreram e milhares ficaram desabrigadas após perderem as suas casas completamente tomadas pelas águas das chuvas ou destruídas pelas fortes enchentes e deslizamentos nas encostas.

Alerta sobre Belo Monte: Diga NÃO ao Massacre Ambiental, artigo de Gilson de Oliveira Cheble

CIDADÃOS BRASILEIROS: DESPERTAI-VOS [Ecodebate] Enquanto milhões e milhões de brasileiros se distraem com as ilusões das novelas, do Big Brother, futebol e carnaval, um grupo de irresponsáveis, insensíveis e inconsequentes se apressa para aprovar a construção de uma Mega Usina no coração da Amazônia, que gerará um impacto ambiental colossal, ou melhor, acarretará um verdadeiro MASSACRE ECOLÓGICO. A Floresta Amazônica é o pulmão do mundo, por isso deveria ser intocável. Não se

Manifestação Belo Monte NÃO, em São Paulo, no MASP, 15/2/2011

Batendo o ponto. Nesta terça-feira, novamente a minoria esmadora de São Paulo foi ao MASP para gritar por Belo Monte. Infelizmente várias pessoas chegavam a ir para a rua para não pegar o folheto. Mas novamente conseguimos, foram mais 1.000 folhetos distribuidos. Tudo com recursos próprios de pessoas que não são abastadas. Apenas idealistas que estão separando parte de seu atarefado tempo por uma paixão. O amor pela vida. Novas ações estão

Em defesa do Código Florestal e da produção de alimentos

A Via Campesina Brasil reforça sua posição contrária ao projeto do deputado Aldo Rebelo, que só interessa à bancada ruralista e às empresas transnacionais. Os movimentos da Via Campesina conclamam a todos para se manifestarem contra o projeto de revisão do Código, que será votado na segunda quinzena de março. Leia aqui mais documentos a respeito da posição da Via Campesina e do MST. 1.Conhecendo o Código Florestal

CE: MPF requisita ao Ibama embargo em obras com licenciamento ambiental simplificado

Lei estadual que trata sobre licenciamento ambiental foi alterada, desconsiderando competências na área O Ministério Público Federal no Ceará (MPF/CE) requisitou ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e de Recursos Naturais Renováveis (Ibama) que autue e embargue todas as obras potencialmente causadoras de degradação ambiental, por estarem se valendo de procedimentos definidos na legislação ambiental do estado, que alterou as regras para os licenciamentos ambientais. Após acatada a requisição, o Ibama deverá

MPT propõe ação após flagrante de trabalho infantil no hipódromo de Campo Grande (MS)

O Ministério Público do Trabalho (MPT) ajuizou, nesta segunda, 14 de fevereiro, na Justiça do Trabalho, ação civil pública contra o Jockey Club de Campo Grande, o hipódromo Aguiar Pereira de Souza, por causa da constatação de trabalho infantil. Dez adolescentes foram flagrados, em janeiro deste ano, trabalhando na limpeza das baias e dando banho nos cavalos. O trabalho infantil foi verificado a partir de denúncia recebida pelo MPT, que solicitou

Ipea: Manutenção de matriz energética limpa vai exigir investimento em áreas de energia e meio ambiente

Manter a matriz energética brasileira limpa vai exigir investimentos e integração entre as áreas de energia e meio ambiente. A avaliação é do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e consta no estudo Energia e Meio Ambiente no Brasil, divulgado ontem (15). O estudo considera o componente ambiental da matriz brasileira como uma vantagem comparativa, com benefícios e responsabilidades que devem ser compartilhadas pelo governo e pelo setor privado. “Muito mais

Ipea: BNDES pode ser indutor de matriz energética mais sustentável

Responsável por mais de 80% dos financiamentos de projetos do setor elétrico, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) pode ser usado como indutor do desenvolvimento de uma matriz energética sustentável. A sugestão está entre as conclusões do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), no estudo Sustentabilidade Ambiental no Brasil: Biodiversidade, Economia e Bem-Estar Humano. “Praticamente todos os investimentos feitos pelo setor de energia ainda dependem de recursos públicos,

Ipea: Indústria nacional não é eficiente no consumo de energia

Alguns setores da indústria brasileira estão gastando cada vez mais energia para produzir a mesma quantidade de reais. A constatação foi feita pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e consta do estudo Sustentabilidade Ambiental no Brasil: Biodiversidade, Economia e Bem-Estar Humano, divulgado ontem (15). O relatório mostra que a indústria nacional anda no sentido oposto ao desejável e que hoje é perseguido pela maioria das indústrias mundiais, que é

Top