Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.251, de 05/01/2011

O Processo de Humanização do Sujeito na Perspectiva da Educação Ambiental Fabricando 'malucos', artigo de Américo Canhoto Cobrança pela transposição de águas do Rio São Francisco, artigo de Paulo Afonso da Mata Machado Biotecnologia e desenvolvimento sustentável, artigo de Ana Clara Guerrini Schenberg BNDES aprova financiamento de R$ 588,9 milhões para construção de nove parques eólicos na Bahia Método alternativo desenvolvido na Esalq restaura cobertura florestal em áreas degradadas Procuradoria Geral da República (PGR) questiona Código

O Processo de Humanização do Sujeito na Perspectiva da Educação Ambiental

O PROCESSO DE HUMANIZAÇÃO DO SUJEITO NA PERSPECTIVA DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL Aristéia Mariane Kayser (UFSM/FACISA/UNICID) Graduada em Enfermagem, Especialização em Educação Ambiental/Urgência Emergência e Trauma/Gestão Educacional Marco Aurélio da Silva (UFSM/UFRGS/UNICID) Graduado em Filosofia, Especialização em Educação Ambiental/Gestão Municipal/Gestão Educacional Evandra Cardoso (FASB) Mestre em Psicologia Clínica; Professora de Graduação do Curso de Psicologia E-mail:ma22@zipmail.com.br;k0132@hotmail.com; evandracardoso@fasb.edu.br [EcoDebate] Há muito, as questões pertinentes à educação ambiental têm se constituído em objeto de reflexão, visto que,

Fabricando ‘malucos’, artigo de Américo Canhoto

[EcoDebate] Ao nascer trazemos no DNA um conjunto de potencialidades tanto para a sanidade quanto para a falta dela. Em cima dessa frágil base, a educação atual faz o resto do serviço: fabrica malucos em série. Dentre muitos outros fatores, os maluquinhos começam a ser produzidos quando os objetos da Atenção opõem-se um ao outro e, por causa disso, não se pode estabelecer uma unidade psicológica coerente. Se hoje nós vivemos no

Cobrança pela transposição de águas do Rio São Francisco, artigo de Paulo Afonso da Mata Machado

[EcoDebate] A Lei 9.433/1997 (Lei das Águas), que autorizou a formação dos comitês de bacia, prevê a cobrança pelo uso de recursos hídricos. O primeiro comitê a iniciar essa cobrança foi o Comitê das Bacias Hidrográficas do Rio Paraíba do Sul (CBH-PS), que utiliza, atualmente, os seguintes parâmetros1: Tabela 1 Setor Unidade Valor Captação de água bruta R$/m3 0,01 Consumo de água bruta R$/m3 0,02 Lançamento de carga orgânica R$/kg DBO5,20 0,07 O consumo de água bruta (definido como a diferença entre

Biotecnologia e desenvolvimento sustentável, artigo de Ana Clara Guerrini Schenberg

RESUMO A biotecnologia pode desempenhar um papel importante para atingir as metas da sustentabilidade. No presente trabalho, são descritos diferentes exemplos bem-sucedidos de micro-organismos especialmente desenhados para otimizar a produção de etanol, a produção de plásticos biodegradáveis a partir de recursos renováveis e a biorremediação de metais tóxicos. Esses processos biotecnológicos contribuem significantemente para promover o desenvolvimento sustentável, embora possam, por enquanto,

BNDES aprova financiamento de R$ 588,9 milhões para construção de nove parques eólicos na Bahia

A diretoria do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou financiamento de R$ 588,9 milhões para a construção de nove parques eólicos nos municípios de Igaporã, Guanambi e Caetité, no interior da Bahia. O Banco participará com 74,35% do investimento total, de R$ 792,2 milhões, contribuindo para a criação de 2.970 empregos diretos e indiretos no semiárido baiano durante a construção dos projetos. As usinas, Sociedades de Propósito Específico

Método alternativo desenvolvido na Esalq restaura cobertura florestal em áreas degradadas

Técnica utiliza semeadura direta de espécies nativas como opção ao plantio de mudas, com menores custos Pesquisa realizada pelo biólogo Ingo Isernhagen na Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da USP, em Piracicaba, aplicou semeadura direta de espécies árboreas nativas em Áreas de Preservação Permanente (APP). O método obteve eficiente cobertura florestal de áreas degradadas e com custo menor na comparação com a utilização do plantio de mudas. Financiada

Procuradoria Geral da República (PGR) questiona Código do Meio Ambiente do Mato Grosso

Para Roberto Gurgel, é inconstitucional a dispensa do estudo prévio de impacto ambiental dos empreendimentos hidrelétricos com potencial entre 10 e 30 MW O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF) ação direta de inconstitucionalidade (ADI 4529) em que questiona o fato de normas mato-grossenses considerarem dispensável o estudo prévio de impacto ambiental no licenciamento ambiental de empreendimentos hidrelétricos, em especial barragens e usinas de geração de

Retaliação econômica é mais eficiente contra trabalho escravo, diz coordenar da OIT

As sanções econômicas têm dado mais resultado contra o trabalho escravo, avalia o coordenador do Projeto de Combate ao Trabalho Forçado no Brasil da Organização Internacional do Trabalho (OIT), Luiz Machado. Segundo ele, ações civis públicas do Ministério Público do Trabalho, restrições de crédito (conforme resolução do Conselho Monetário Nacional) e o boicote de compradores, como a rede varejista, são mais eficientes do que o processo penal. “Há processos criminais que

Estratégia dos cupins para digerir o alimento pode ser imitada para obtenção de biocombustíveis

Do reino animal vem um exemplo de “associativismo” admirável no qual interagem, numa estrutura superorganizada, a rainha, os operários e os soldados cupins. Apesar da falsa impressão de que eles somente causam destruição, na verdade esses insetos agem assim fazendo o que é preciso para alcançarem desenvolvimento e sobrevivência: se alimentarem. Acontece que a ciência acaba de descobrir que a mesma estratégia dos cupins

SID/MinC divulga Planos Setoriais para as culturas populares e indígenas

O Ministério da Cultura, por meio da Secretaria da Identidade e da Diversidade Cultural (SID/MinC), divulgou nesta terça-feira, 28 de dezembro, o Plano Setorial para as Culturas Populares e o Plano Setorial para as Culturas Indígenas. Os instrumentos integram o primeiro Plano Nacional de Cultura, sancionado pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, em 2 de dezembro de 2010. “Estes Planos são frutos da decisão do

MPF recomenda que clientes denunciem hospitais que exigem cheque-caução de quem tem plano de saúde

O Ministério Público Federal (MPF) no Pará pretende instaurar ações civis públicas contra hospitais particulares que exijam garantias financeiras dos usuários de planos de saúde. Embora contrarie o Código de Defesa do Consumidor (CDC), o Código Civil e determinações da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), a cobrança de caução ainda ocorre em todo o país. Segundo o procurador da República Alan Rogério Mansur Silva, a própria ANS já repassou ao

Tagged
Top