Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.180, de 15/09/2010

Sistemas de Gestão Ambiental, artigo de Roberto Naime A força mundial do materialismo, artigo de Maurício Gomide Martins Gestão da Política Nacional de Educação Ambiental, Lei 9.795/1999, artigo de Antonio Silvio Hendges Remédios para dormir e para ansiedade: atalho para o 'Além'? artigo de Américo Canhoto Carta aberta a Anastasia e Hélio Costa, por Gustavo T. Gazzinelli Pesquisa conclui que morangos orgânicos são mais nutritivos que os convencionais Novo vídeo com animações do Google Earth sobre

Sistemas de Gestão Ambiental, artigo de Roberto Naime

[EcoDebate] Certificação é a palavra-chave da nova economia globalizada. Todos querem garantia de qualidade nos produtos que compram, garantia de responsabilidade sócio-ambiental ou seja garantia de que a fabricação dos produtos adere a boas práticas correntes e reconhecidas nos diversos setores. A forma de garantir tudo isto são as certificações. A série ISO 9.000 certifica a qualidade, a série ISO 14.000 certifica o meio ambiente e a série ISO 18.000 certifica

A força mundial do materialismo, artigo de Maurício Gomide Martins

Foto de Anna Tunska / SXC.hu [EcoDebate] O mundo, como uma cebola, possui as suas camadas carnosas de mando efetivo. Visão nada parecida com a do poeta Neruda. Ele tratava de poesia, de pensamentos quiméricos, de sonhos. Aqui, nossa referência pretende ser didática. Nesse tubérculo bulboso existe uma escala hierárquica em que a primeira escama – a de fora, a maior, a mais forte – aprisiona rigidamente a inferior, a qual,

Gestão da Política Nacional de Educação Ambiental, Lei 9.795/1999, artigo de Antonio Silvio Hendges

[EcoDebate] O Decreto 4.281/2002 regulamenta a Lei 9.795/1999 e estabelece que a “Política Nacional de Educação Ambiental será executada pelos órgãos e entidades integrantes do Sistema Nacional de Meio Ambiente – SISNAMA, pelas instituições educacionais públicas e privadas dos sistemas de ensino, pelos órgãos públicos da União, Estados, Distrito Federal e Municípios, envolvendo entidades não governamentais, entidades de classe, meios de comunicação e demais segmentos da sociedade” (Decreto 4.281/2002, artigo

Remédios para dormir e para ansiedade: atalho para o ‘Além’? artigo de Américo Canhoto

[EcoDebate] VOCÊ PRECISA DELES? O estilo de vida atual nos levou a detonar com automatismos que levamos milhões de anos desenvolvendo. As pessoas desaprenderam: dormir, respirar, comer e até evacuar. Vivemos na Era dos sem tempo. Falta de aviso não foi – exemplo: “Não vos canseis pelo ouro” disse Jesus. A sociedade da atualidade está voltada para os valores exteriores que instigam à competição a qualquer preço e, a qualquer custo; daí

Carta aberta a Anastasia e Hélio Costa, por Gustavo T. Gazzinelli

[EcoDebate] Em que pesem outras candidaturas, como as de Vanessa Portugal, Prof. Luiz Carlos e José Fernando, os números das pesquisas eleitorais apontam para um segundo turno com as suas candidaturas. A cadeia do Espinhaço, que dá origem a rios importantes como o Velhas e Paraopeba (bacia do Rio São Francisco), o Piracicaba e o Santo Antônio (bacia do Rio Doce) vem sendo alvo de forte degradação, especialmente de projetos do

Pesquisa conclui que morangos orgânicos são mais nutritivos que os convencionais

Foto: Divulgação / Embrapa Clima Temperado / Página Rural [Por Henrique Cortez, para o EcoDebate] Os consumidores compram frutas e vegetais orgânicos porque eles pensam que são mais saborosos, mais nutritivos e, ao mesmo tempo, são ambientalmente mais 'amigáveis', muitas vezes pagando bem mais por estas qualidades adicionais dos produtos orgânicos. E, de acordo com uma nova pesquisa [Fruit and Soil Quality of Organic and Conventional Strawberry Agroecosystems] os morangos orgânicos são,

Novo vídeo com animações do Google Earth sobre impactos da hidrelétrica de Belo Monte

Animação em 3-D com narração de Dira Paes será lançado nesta quarta-feira em Belém, Pará Nesta quarta, dia 15, será lançado em Belém (PA) um vídeo em duas partes de quatro minutos e com animação 3-D, que apresenta de forma clara e didática os impactos sociais, ambientais e econômicos da hidrelétrica de Belo Monte no Rio Xingu. O vídeo foi produzido pelo Movimento Xingu Vivo Para Sempre (MXVS). Intitulado Defendendo os Rios

Estudo diz que 10% do PIB brasileiro dependem de recursos do meio ambiente

Cerca de 10% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro dependem de recursos fornecidos diretamente pelo meio-ambiente, como nutrientes do solo e água. A informação está no estudo A Economia dos Ecossistemas e da Biodiversidade (Teeb, na sigla em inglês), vinculado ao Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma), que será divulgado, na íntegra, em outubro, na Conferência das Partes sobre Biodiversidade (COP-10), em Nagoya, no Japão. Mais dois

Metais Pesados: Sedimentos da Guarapiranga e Billings apresentam potenciais de toxicidade

Represa de Paiva Castro: custo pra tratar água poderá ficar mais caro Metais pesados nos sedimentos prejudicam represas da RMSP - esquisas realizadas no Laboratório de Limnologia do Instituto de Biociências (IB) da USP revelam que os sedimentos das represas Guarapiranga e Billings, na Região Metropolitana de São Paulo (RMSP), apresentam uma quantidade elevada de metais pesados como cádmio, chumbo, cobre, zinco, níquel e cromo, o que sugere uma alta toxicidade

Cai o número de pessoas que passam fome no mundo; Países em desenvolvimento concentram 98% dos famintos

Pelo menos 925 milhões de pessoas sofrem de fome crônica no mundo, das quais 16% vivem em países em desenvolvimento na África e Ásia. Um estudo divulgado ontem (14) mostra que, pela primeira vez em uma década e meia, caiu o número de pessoas famintas no mundo. Mas o documento alerta que cerca de 19 milhões ainda sofrem de desnutrição grave com risco de morte. A conclusão é do relatório O

Meta de reduzir fome pela metade ainda está longe de ser cumprida, avalia organização internacional Oxfam

A cinco anos do prazo determinado pela Organização das Nações Unidas (ONU), o mundo corre o risco de não cumprir a meta de reduzir a fome pela metade, compromisso número um dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODMs). Apesar da redução do número de pessoas famintas de 1,023 bilhão para 925 bilhões no último ano, divulgada hoje (14) pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), o caminho ainda

Top