Índice da edição de 21/07/2010

Power to the people: energia verde para a comunidade, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Em debate: Uma crítica ao antropocentrismo, artigo de Maurício Gomide Martins Saiba mais: Vantagens e desvantagens de OGMs, artigo de Roberto Naime Deixa a porta da reconciliação contigo mesmo(a) aberta, artigo de Américo Canhoto Matadouros: No Inferno, todos vestem roupas brancas, artigo de Denise Terra Código Florestal está sendo destruído e não reformado, afirma economista ecológico Maioria da população não tem

Power to the people: energia verde para a comunidade, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

[EcoDebate] No passado, as pessoas tinham acesso à energia barata (ou gratuita) quando utilizavam o carvão vegetal e havia ampla disponibilidade de matas. Porém, além dos danos ambientais causados pelo desmatamento, esta alternativa deixou de ser viável com o crescimento populacional e para quem passou a morar nas grandes cidades. A produção e distribuição de energia ficou concentrada em grandes empresas e/ou nas mãos do Estado. O povo passou a

Em debate: Uma crítica ao antropocentrismo, artigo de Maurício Gomide Martins

[EcoDebate] A Natureza registrou nos genes de cada espécie animal todos os comportamentos necessários à sobrevivência, que se manifestam inconscientemente no momento adequado e necessário. A isso se dá o nome de instinto. A lista desses códigos varia segundo a espécie, como modo de distingui-la de outra e manter, em princípio, a pureza biológica. Os humanos também possuem esse ordenamento básico. A manifestação desses atributos genéticos nos humanos geralmente é conhecida

Saiba mais: Vantagens e desvantagens de OGMs, artigo de Roberto Naime

[EcoDebate] Temos assistido o aumento da preocupação com a ética e os riscos envolvendo a engenharia genética. Os motivos são evidentes. Os genes tem sido transferidos entre espécies que não se relacionam, como animais com vegetais. A engenharia genética não tem respeitado as fronteiras da natureza. Fronteiras que existem para proteger as singularidades de cada espécie e assegurar a integridade genética das futuras gerações. Isto até não seria um obstáculo, desde

Deixa a porta da reconciliação contigo mesmo(a) aberta, artigo de Américo Canhoto

[EcoDebate] Depressivo? Apenas triste? Solitário? Raivoso? Doente? Esgotado? Estressado? Para que recuperes a saúde e a alegria de viver: aquieta-te. Queres sair dessa; ser vivente? Ouça-me! Presta atenção! Quem sou eu? Sou teu deus interno; fração imensurável da Fonte Criadora. EU SOU: Tua consciência; ainda incipiente – deixa que me manifeste para atingir gradativamente a plenitude deste momento! Para começar: Faz silêncio dentro de ti; respira fundo; abre a mente e o coração; pára e

Matadouros: No Inferno, todos vestem roupas brancas, artigo de Denise Terra

Ainda não amanheceu, estamos diante da chuva e do frio do inverno gaúcho à espera do ônibus que irá nos guiar até um dos maiores matadouros do RS. Somos estudantes de medicina veterinária, cursando uma disciplina obrigatória de inspeção de produtos de origem animal. A maioria de nós encontra-se eufórica, à espera dos ‘momentos emocionantes’ do dia. Eu estou em um canto, sendo observada de perto pela professora e o

Código Florestal está sendo destruído e não reformado, afirma economista ecológico

João Andrade, coordenador do Programa Governança Florestal, do Instituto Centro de Vida, faz alerta sobre prejuízos com aprovação das mudanças A proposta que altera o Código Florestal, aprovada na Comissão Especial da Câmara dos Deputados com base no parecer do relator, deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP) propõe mudanças que podem acarretar vários prejuízos, como: perda da biodiversidade, aumento do desmatamento e, consequentemente, da emissão de gases causadores do efeito estufa, redução dos

Maioria da população não tem esgoto tratado. Cidades com esgoto tratado gastam menos com internações por infecções gastrointestinais

Foto de Virginia Damas-Ensp Os investimentos para melhoria e expansão da rede de abastecimento de água aumentaram, em média, 12% ao ano no período de 2003 a 2008, passando de R$ 1,3 bilhão para R$ 2,2 bilhões. Com relação à rede de esgotos, o ritmo de crescimento ficou pouco abaixo, na média de 7,5% ao ano (R$ 1,8 bilhões em 2003 para R$ 2,6 bilhões em 2008). O estudo Benefícios Econômicos da

Lixo eletrônico: Volume e substâncias tóxicas ameaçam a saúde e o ambiente

É grande o número de equipamentos descartados na seção de recolhimento de bens móveis da UFRGS / Foto: Flávio Dutra;JU/UFRGS Sucateamento acelerado, descarte crescente e a falta de um sistema organizado de coleta e reciclagem fazem do lixo eletrônico um dos desafios ambientais do mundo no século XXI. Especialmente no Brasil, onde ainda não há lei específica para o descarte de computadores, celulares, televisores, geladeiras, brinquedos e tantos outros produtos eletrônicos. Poucas

CNJ atende MPF e orienta cartórios a informar compras de terras controladas por estrangeiros

Os cartórios de registro de imóveis do país têm de informar às corregedorias dos tribunais de Justiça as compras de terras por empresas brasileiras controladas por estrangeiros. A determinação é da Corregedoria do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que atendeu solicitação da procuradora regional da República da 4ª Região e coodenadora do Grupo de Trabalho Bens Públicos e Desapropriação, da 5ª Câmara de Coordenação e Revisão do Ministério Público Federal,

Tagged

ICID 2010: Brasil sedia conferência sobre clima e desenvolvimento em regiões semiáridas

A ICID 2010 será em Fortaleza, de 16 a 20 de agosto. O objetivo é discutir os efeitos das mudanças climáticas e suas implicações em regiões semiáridas Fortaleza, no Ceará, receberá em agosto a Segunda Conferência Internacional: Clima, Sustentabilidade e Desenvolvimento em Regiões Semiáridas - ICID 2010. O encontro, que envolve mais de 90 países da África, Ásia e América Latina, e cerca de dois mil participantes, tem como meta incluir

Projeto do governo proíbe castigos corporais em crianças e adolescentes

O Executivo enviou à Câmara o Projeto de Lei 7672/10, que modifica o Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei 8.069/90), para tornar explícita a proibição de castigos corporais ou tratamentos que humilhem crianças e adolescentes. A proposta prevê medidas punitivas que vão desde ações educativas ao afastamento do agressor do convívio com a vítima. O objetivo da proposta é impedir que castigos corporais ou cruéis sejam usados por qualquer pessoa

Top