Código Florestal: Ruralistas apresentam opção mais permissiva que o relatório de Aldo Rebelo (PCdoB-SP)

Congresso: Alternativa foi entregue ontem pela bancada ao relator do Código Florestal, Aldo Rebelo A bancada ruralista apresenta hoje ao relator Aldo Rebelo (PCdoB-SP) uma proposta alternativa ao texto do novo Código Florestal Brasileiro, em debate há quase um ano na comissão especial da Câmara dos Deputados. Em reunião marcada para debater emendas propostas pelo governo e parlamentares, Rebelo deve acolher algumas sugestões. Mais permissivo do que o criticado relatório de Rebelo,

Oeste da Bahia: Ambientalistas querem parque nacional para conter expansão da soja

Oeste da Bahia é palco de movimentações pela criação de parque nacional no Cerrado da região. Agricultores familiares e comunidades tradicionais sofrem o impacto da chegada de grupos do agronegócio - inclusive estrangeiros Por Antonio Biondi, do Centro de Monitoramento de Agrocombustiveis Barreiras (BA) - Jornais e revistas da mídia que acompanham o cotidiano do agronegócio registram que os estrangeiros - assim como os grandes grupos

Plano Diretor do Rio de Janeiro: Especialistas criticam emenda que flexibiliza ocupação de encostas

Coordenadora de laboratório alerta para situação de fragilidade dos morros A emenda proposta pelo prefeito Eduardo Paes ao novo Plano Diretor da cidade, permitindo a abertura de ruas e a construção de condomínios em encostas, voltou a criar polêmica entre especialistas. Desta vez, as críticas partem do Laboratório de Geo-Hidroecologia do Departamento de Geografia da UFRJ (GeoHeco). A coordenadora do GeoHeco, Ana Luiza Coelho Netto, disse ontem que os deslizamentos provocados pelos

Relatório ‘O Estado do Mundo 2010’ mostra que consumo mundial cresce seis vezes em 50 anos

Dados são do relatório 'O Estado do Mundo' que terá versão brasileira lançada nesta quarta-feira pelo Instituto Akatu Que o consumo vem crescendo, todos sabemos. As dimensões é que assustam. Em 2006, pessoas no mundo todo gastaram US$ 30,5 trilhões em bens e serviços (em dólares de 2008). Em 1996, esse número foi de US$ 23,9 trilhões e em 1960 a humanidade consumiu o equivalente a US$ 4,9 trilhões. Só em

Top