Índice da edição de 17/06/2010

Radiações eletromagnéticas, artigo de Roberto Naime O petróleo é de todos, artigo de Antonio Silvio Hendges Custos ambientais, artigo de Werno Herckert Hausto de mediocridade, artigo de Bruno Peron Loureiro Treinamento para desenvolver a capacidade de perdoar, artigo Américo Canhoto Meio século de transformações da Amazônia Legal Agricultura sustentável: Um caminho alternativo as lavouras existente na região amazônica Inpe e Unicamp divulgam estudo sobre vulnerabilidades da região metropolitana de São Paulo às mudanças climáticas Universidade Federal do Amazonas

Radiações eletromagnéticas, artigo de Roberto Naime

[Ecodebate] As radiações eletromagnéticas (REM) são emitidas pelo sol, tem comprimento de onda e freqüência. Começam com freqüência muito alta (como os raios cósmicos que por isso são cancerígenos) e comprimento de onda pequeno. E terminam com freqüência baixa (como nas ondas de rádio) e comprimento de onda muito alto. No espectro das radiações eletromagnéticas (que é igual a um dial de rádio), a freqüência alta e o baixo comprimento de

O petróleo é de todos, artigo de Antonio Silvio Hendges

[EcoDebate] É grande a euforia e as expectativas da população brasileira com as jazidas petrolíferas do pré sal. Todos os setores da economia e da sociedade organizada têm se manifestado sobre as possibilidades de desenvolvimento econômico e social que serão possíveis através da utilização destes recursos naturais. Com a recente aprovação pela Câmara da redefinição das regras que determinam os ganhos relacionados com a exploração do petróleo, o debate tornou-se

Custos ambientais, artigo de Werno Herckert

[EcoDebate] Para a célula social manter seu desenvolvimento sem prejudicar o entorno ecológico ela necessita recursos voltados a aplicações em bens que serão utilizados para a conservação e recuperação da natureza. Esta aplicação em utensílios para fins de preservação e recuperação ambiental chamou de custos ambientais. Estes ignorados ao longo dos séculos e hoje usados como instrumentos de estratégia pelas células sociais. Segundo Raupp, considera que os custos ambientais serão

Hausto de mediocridade, artigo de Bruno Peron Loureiro

[EcoDebate] Se o poder fosse palpável e visível, tatearíamos e veríamos redes intricadas que nos restringem o movimento e o pensamento. O maior artifício da manipulação é fazer tudo parecer natural ao contrário da natureza das coisas. O idioma é um recurso cultural que devemos resguardar e valorizar, visto que o português no Brasil está ameaçado pela desconsideração de seus falantes. Talvez pelo fato de o poder ser (quase) imperceptível e

Treinamento para desenvolver a capacidade de perdoar, artigo Américo Canhoto

Dr. Américo Canhoto [EcoDebate] Fui intimado a parar de falar sobre perdão – um amigo meu, mandou um e-mail dizendo que não me perdoaria se continuasse com o assunto. Ele tornou-se adepto da teoria da molecada: “ema, ema, ema..” – seu sonho é iluminar-se – mas, para ter um monte de mariposas volitando em torno dele... Em homenagem a ele, encerro o assunto com este – o próximo será sobre meu

Meio século de transformações da Amazônia Legal

Amazônia Legal [Reportagem de Mauricio Hermann, para o EcoDebate] O que mudou do Golpe Militar ao governo Lula - Atualmente, cuidar da maior floresta em biodiversidade do mundo e desenvolver programas sustentáveis para os noves estados que formam a Amazônia Legal está em evidência nos setores multidisciplinares da sociedade brasileira e mundial. E, para entender suas transformações sociais e necessidades de preservação é preciso considerar as complexidades individuais da estrutura e

Agricultura sustentável: Um caminho alternativo as lavouras existente na região amazônica

[Reportagem de Mauricio Hermann, para o EcoDebate] Tanto os modelos atuais como os passados de ocupação do território amazônico, pobreza local e a extração de matéria-prima são os principais responsáveis por seu desmatamento. E, por conseqüência, o problema da desflorestação traz danos irreparáveis ao bioma local como: diminuição da biodiversidade, efeitos de erosão e lixiviação do solo, emissão de gás Carbônico (CO2) e assoreamento dos rios. Atualmente um dos vetores que

Inpe e Unicamp divulgam estudo sobre vulnerabilidades da região metropolitana de São Paulo às mudanças climáticas

Vulnerabilidades na mira – Caso siga o padrão de expansão apresentado na última década, a mancha urbana da Região Metropolitana de São Paulo terá o dobro do tamanho em 2030, com aumento dos riscos de enchentes e deslizamentos. A maior parte da expansão urbana deverá ocorrer exatamente nas áreas mais vulneráveis às consequências das mudanças climáticas e a maior parte dos impactos será sofrida pelos mais pobres. Essas são algumas das

Universidade Federal do Amazonas (Ufam) analisa potencial de plantas amazônicas para biocosméticos

O crajiru é uma das espécies que estão sendo investigadas (Foto: Divulgação) Na região amazônica, as plantas desempenham um papel fundamental no cotidiano da população nas mais diversas situações. É nítido, também, o crescente interesse na fabricação de produtos com princípios ativos, a partir das plantas retiradas da flora local, para a produção de biocosméticos . Nessa perspectiva, a doutora em Ciências Biológicas da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Marne Carvalho,

Plenário do Senado aprova Estatuto da Igualdade Racial, mas retira cotas

Foto: ABr O plenário do Senado aprovou, ontem (16/6), em sessão extraordinária, o Estatuto da Igualdade Racial. Mais cedo, o texto havia sido aprovado na Comissão de Constituição e Justiça e passou sem alterações no plenário da Casa. O projeto segue agora para sanção presidencial. O relatório do senador Demóstenes Torres (DEM-GO) suprimiu o trecho que tratava de reserva de vagas para negros em partidos políticos e agremiações e o que estabelecia

Oito milhões de nordestinos serão vítimas da transposição; evento em Campina Grande, PB, vai discutir tema

Representantes dos cinco estados nordestinos envolvidos na transposição do Velho Chico participarão do evento Imagine uma promessa de prosperidade transformada em pesadelo. Agora multiplique esse sonho mau por um coletivo de oito milhões de nordestinos. Esse é o cenário que será apresentado por especialistas, pesquisadores, famílias vitimadas e sertanejos apreensivos sobre a falsa bonança nesta quinta-feira (17/6), em Campina Grande, quando tem início o Encontro de Atingidos e Atingidas pelo Projeto

Top