Índice da edição de 07/05/2010

Nós e nossos irmãos animais: Cara de um, focinho do outro, artigo de Américo Canhoto EUA: Manipuladores de ideais, artigo de Bruno Peron Belo Monte: Volta Grande e Valo Grande, volta ao século XIX, artigo de Telma Monteiro Indicadores de sustentabilidade, artigo de José Eli da Veiga Audiência pública na Câmara dos Deputados: Governo e ambientalistas divergem sobre usinas nucleares no Nordeste Audiência pública na Câmara dos Deputados: Debatedores alertam para riscos de usinas nucleares

Nós e nossos irmãos animais: Cara de um, focinho do outro, artigo de Américo Canhoto

[EcoDebate] Lendo noticia sobre queixas registradas de ataque de cães contra pessoas – seis ao dia - publicada no jornal Diário da Região de SJRP (SP), neste domingo (2/5/10), fiquei preocupado. Esses ataques devem ocorrer em maior número; pois, na maioria dos casos onde as vítimas não apresentam grandes lesões nem é prestada queixa – os principais alvos de ataques costumam ser idosos e crianças; não é raro que ocorram

EUA: Manipuladores de ideais, artigo de Bruno Peron

[EcoDebate] A questão migratória na fronteira entre México e Estados Unidos é aviltante e delicada. Não é simples sacar ilações de um contexto em que os colonizadores tiveram matrizes culturais completamente distintas e a fronteira de 3.000 km divide nações que pouco se entendem. O modo de vida e outros produtos estadunidenses transpõem a linha divisória, inclusive com a venda de frutas em supermercados. México envia-lhes, em contrapartida, milhões de trabalhadores

Belo Monte: Volta Grande e Valo Grande, volta ao século XIX, artigo de Telma Monteiro

“A Natureza para ser comandada precisa ser obedecida”. Francis Bacon, em 1620 “Se tiveres que tratar com água, consulta primeiro a experiência e depois a razão”. Leonardo Da Vinci, em torno de 1.500[1] Este é um resgate da história, um tanto esquecida, de um desastre ambiental de proporções imensuráveis chamado Valo Grande, no município de Iguape, litoral sul do Estado de São Paulo. Os casos de

Indicadores de sustentabilidade, artigo de José Eli da Veiga

RESUMO Esta descrição retrospectiva de um debate científico com quase 40 anos mostra a necessidade de uma trinca de novos indicadores de sustentabilidade capaz de avaliar simultaneamente resiliência ecossistêmica, qualidade de vida e desempenho econômico. Palavras-chave: Sustentabilidade, Indicadores, Desenvolvimento sustentável, Ecodesenvolvimento, Economia ecológica. ABSTRACT This retrospective description of a scientific debate with almost 40 years shows the necessity of a set of three new sustainability indicators able to simultaneously evaluate the resilience of ecosystems,

Audiência pública na Câmara dos Deputados: Governo e ambientalistas divergem sobre usinas nucleares no Nordeste

A audiência pública promovida pela Comissão de Meio Ambiente da Câmara dos Deputados para discutir a instalação de usinas nucleares no Nordeste brasileiro deixou os ânimos dos representantes do governo e dos ambientalistas exaltados. O governo federal pretende instalar seis novas usinas nucleares na região. Os locais ainda não foram definidos, mas, segundo a Eletronuclear, empresa vinculada ao Ministério de Minas e Energia, os estados com potencial são Pernambuco, Alagoas, Sergipe

Audiência pública na Câmara dos Deputados: Debatedores alertam para riscos de usinas nucleares no Nordeste

Ambientalistas criticam nesta quinta-feira, em audiência pública da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, a intenção do governo de instalar usinas nucleares no Nordeste. Além da conclusão de Angra 3, o programa nuclear brasileiro prevê a construção de quatro usinas para gerar energia elétrica até 2030. Duas delas ficariam no Nordeste, possivelmente na Bahia, Sergipe, Alagoas ou Pernambuco. A audiência foi proposta pelo deputado Edson Duarte (PV-BA), que cobrou um

Especialistas alertam que falta responsabilidade dos governos no trato das questões climáticas

Falta responsabilidade aos três níveis de governo – federal, estadual e municipal – no sentido de promover o desenvolvimento econômico sem agressões ao meio ambiente. Este sentimento foi consensual entre os especialistas que participaram ontem (6) do 1° Encontro Cidades e Mudanças Climáticas, no Rio de Janeiro. O encontro teve como objetivo reafirmar a necessidade de conscientização política e cidadã sobre a causa ambiental, levando em conta o papel da comunidade

Nota da Comissão de Assuntos Indígenas-CAI/ABA sobre matéria da Veja

A reportagem divulgada pelo último número da revista Veja, provocativamente intitulada “Farra da Antropologia oportunista”, acarretou uma ampla e profunda indignação entre os antropólogos, especialmente aqueles que pesquisam e trabalham com temas relacionados aos povos indígenas. Dados quantitativos inteiramente equivocados e fantasiosos (como o de que menos de 10% das terras estariam livres para usos econômicos, pois 90% estariam em mãos de indígenas, quilombolas e unidades ambientais!!!) conjugam-se à sistemática

Pesquisadores desenvolvem pesquisas inéditas com a Cajarana do Sertão (Spondias sp)

A UFCG – Campus Patos, com seu curso de Pós-graduação em Ciências Florestais, recentemente criado, desenvolveu um trabalho inédito, no campo científico, cuja pesquisa foi orientada pelo Prof. Dr. Ednaldo Queiroga, do departamento de Biologia deste Campus e teve como pesquisador o Mestrando, Poeta e Agrônomo Francisco Soares de Lima (Chico Velho). Neste trabalho foram estudadas todas as partes produtivas da Cajarana (Spondias sp) – uma planta xerófila, presente em todo

Bispo de Floresta diz que população atingida por transposição do São Francisco está sofrendo

dom Adriano Ciocca Vasino “O problema da transposição do Rio São Francisco, no Nordeste, tem muita semelhança com que está acontecendo no Pará, em relação à construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte. O Governo federal simplesmente emite um decreto, de cima para baixo, e as coisas não são debatidas. As audiências públicas são apenas paliativos para dizerem que foram feitas, são pagos apenas 50 reais por hectare aos atingidos e

SE: Denunciado diretor de empresa de engenharia que submetia trabalhadores à condição semelhante à de escravo

Crime foi cometido durante a execução de obras no município de Graccho Cardoso O diretor da empresa Coenge - Comércio e Engenharia Ltda, João Everardo de Albuquerque Sampaio, foi denunciado pelo Ministério Público Federal em Sergipe (MPF/SE) por submeter trabalhadores à condição análoga à de escravos, durante a construção de tanques para desenvolvimento da piscicultura em Graccho Cardoso. A obra havia sido contratada pelo Departamento Nacional de Obras Contra as Secas. A

Top