Os ônus a cargo de quem os gera, artigo de Washington Novaes

[O Estado de S.Paulo] Merece ser acompanhado com atenção o projeto de lei enviado pela Prefeitura paulistana à Câmara de Vereadores, que autoriza cobrar de novos empreendimentos comerciais e condomínios residenciais até 5% de seu valor, para financiar melhorias no sistema residencial da área circundante, que será afetada pelo adensamento humano (Estado, 16/4). É uma iniciativa na direção contrária à prática generalizada de transferir para o poder público, e para

Fórum Permanente para Assuntos Indígenas da ONU discute projeto da usina de Belo Monte

O projeto de construção da usina hidrelétrica de Belo Monte, no Pará, foi um dos assuntos discutidos hoje no Fórum Permanente para Assuntos Indígenas da ONU, cujos participantes expressaram sua preocupação com obras do gênero que afetem seus territórios. "Pedimos a todos os países que coloquem em prática o relatório da Comissão Mundial de Represas, que contém os padrões aos quais os Estados deveriam aderir", disse em entrevista coletiva a líder

Modelo alemão de casa ecoeficiente roda a América Latina

'Casa Alemã' no Ibirapuera: inspiração para outros projetos A instalação usa tecnologia desenvolvida na Alemanha e vai rodar 13 cidades na América Latina. Além de chamar a atenção de futuros moradores, conceito busca atrair novos investimentos para o mercado ambiental. Parte de contêineres, paredes brancas com vãos livres, vidraças e uma superfície difícil de ser identificada a longa distância. Assim é descrito o objeto exposto em pleno

Na Alemanha, empresas de alimentos recusam batatas geneticamente modificadas

Foto:Der Spiegel Algumas das principais companhias de alimentos da Alemanha indicaram que não usarão batatas geneticamente modificadas (GM) tão cedo, segundo uma recente pesquisa. Várias temem que o uso das colheitas GM em seus produtos possa prejudicar sua imagem pública. A pressão pública levou várias das maiores fabricantes de batatas fritas da Alemanha a dizer que evitariam usar batatas GM - mesmo que elas sejam aprovadas para consumo humano. Reportagem do Der

Compromissos da Conferência de Copenhague(COP 15) levarão a aumento de 3 graus na temperatura

Foto: Reuters Até 13 de abril, 76 países, responsáveis por cerca de 80% das emissões globais, apresentaram compromissos de limitar suas emissões de gases de efeito estufa até 2020. Japão e Noruega são os únicos países desenvolvidos a fazer promessas, que, segundo a pesquisa, limitaria o aumento da temperatura da Terra em 2 graus. A União Europeia fez melhor o dever de casa – pelo menos na promessa – ao propor reduções

Top