Índice da edição de 31/05/2010

Monitoramento de emissões atmosféricas, artigo de Roberto Naime Laboratório de ‘vida artificial’, artigo de Montserrat Martins Tabagismo: Vício ou abstinência de pensar? artigo de Américo Canhoto Por uma democracia social com partidos políticos de outro tipo(3), artigo de Bruno Lima Rocha Saindo do atoleiro, artigo de Benedicto Ismael C. Dutra Trabalho Escravo: Pela aprovação imediata da PEC 438/2001! Reportagem Especial: Moradores de rua Decisão judicial pode abrir brecha para apuração de crimes ocorridos durante ditadura militar Os Guarani.

Monitoramento de emissões atmosféricas, artigo de Roberto Naime

Foto: Der Spiegel [EcoDebate] Quando ocorre poluição ou degradação dos solos, existem mecanismos e tratamentos para corrigir os danos, embora os mesmos sejam muito caros. Quando ocorre poluição das águas, quer seja por se tratarem de esgotos, quer sejam efluentes industriais, existem tratamentos para as águas, antes que as façamos retornar para as redes de drenagem superficiais. Quando o problema é lixo doméstico ou industrial, ou como se diz a gestão dos resíduos

Laboratório de ‘vida artificial’, artigo de Montserrat Martins

[EcoDebate] Anunciada em manchetes de páginas de jornais, esse mês, a criação da "célula sintética" (produzida em laboratório) mexe com sonhos antigos da ficção científica, de que se possa criar uma "vida artificial". Olhando mais de perto a notícia, vemos a declaração do próprio autor da façanha, o cientista Craig Venter, da Califórnia, de que "não criamos vida do nada", explicando que o termo "sintético" se refere ao fato do

Tabagismo: Vício ou abstinência de pensar? artigo de Américo Canhoto

[EcoDebate] Nada é por acaso. Neste final de ciclo da vida humana em Gaia, nós vamos nos defrontar com bizarrices atrás de bizarrices em todos os sentidos possíveis; e nem assim a ficha da maioria dos normais vai cair; vão mostrar o muque ao afrontar seus iguais; usar e abusar das desculpas e justificativas para sua falta de competência. Vendo e lendo na Net ontem a respeito do garotinho pé na cova,

Por uma democracia social com partidos políticos de outro tipo(3), artigo de Bruno Lima Rocha

[EcoDebate] Neste artigo da série, retomando a arena prioritária para este modelo e suas razões, subordinando o conceito de hábitos de vida incorporados a uma classe, fração ou setor desta e sua estrutura de código decifrável, incorporável para o recrutamento e treinamento político para uma organização política de tipo não-eleitoral. A todo o momento a problematização aqui defendida e apresentada é a de superar equívocos da pós-modernidade – período histórico

Saindo do atoleiro, artigo de Benedicto Ismael C. Dutra

[EcoDebate] As pessoas preferem reclamar em vez de aceitar que cada um é responsável pelo seu destino. Assim, as pessoas nascem no ambiente que fizeram por merecer em vidas passadas, onde deverão se esforçar para resgatar a essência espiritual humana, e sair vitoriosamente do atoleiro dos erros sobre a compreensão da vida. A insatisfação e a revolta equivalem a duvidar da justiça que paira acima de tudo, e atraem mais

Trabalho Escravo: Pela aprovação imediata da PEC 438/2001!

O Congresso Nacional tem a oportunidade de promover a Segunda Abolição da Escravidão no Brasil. Para isso, é necessário confiscar a terra dos que utilizam trabalho escravo. A expropriação das terras onde for flagrada mão-de-obra escrava é medida justa e necessária e um dos principais meios para eliminar a impunidade. A Constituição do Brasil afirma que toda propriedade rural deve cumprir função social. Portanto, não pode ser utilizada como instrumento de

Reportagem Especial: Moradores de rua

Moradores de rua em São Paulo. Foto ABr Quadro caótico leva São Paulo repensar atendimento a moradores em situação de rua Violência faz parte de cotidiano de moradores de rua de São Paulo Para comerciantes, presença de moradores em situação de rua prejudica vendas Perfil de moradores de rua forma grupo heterogêneo Moradores em situação de rua sofrem com falta de políticas públicas em todo país Desemprego é um dos problemas

Decisão judicial pode abrir brecha para apuração de crimes ocorridos durante ditadura militar

Decisão do juiz federal Ali Mazloum, da 7ª Vara Criminal de São Paulo, pode abrir uma brecha para a investigação de crimes ocorridos durante o regime militar (1964-1985). O juiz indeferiu o pedido de arquivamento de processo que apura a ocultação do cadáver de Flávio Carvalho Molina, militante do Movimento de Libertação Popular (Molipo), preso em novembro de 1971 por homens do Exército. Em sua decisão, o juiz considerou a ocultação

Os Guarani. O contínuo caminhar de um povo. Entrevista especial com Roberto Antonio Liebgott e Iara Tatiana Bonin

Para os índios guarani, não há distinção entre vida natural e sobrenatural. Por isso, explicam Roberto Antonio Liebgott e Iara Tatiana Bonin, os acontecimentos cotidianos têm, além de uma base objetiva, um viés subjetivo “O povo guarani se considera eleito, mas precisa viver em um mundo imperfeito. Cada pessoa precisa aprender a conviver e a estabelecer um equilíbrio entre duas naturezas que a constituem – a humana e a divina. É

Campeão mundial de uso de agrotóxicos, Brasil se torna o principal destino de produtos banidos no exterior

Foto: iStockphoto Campeão mundial de uso de agrotóxicos, o Brasil se tornou nos últimos anos o principal destino de produtos banidos em outros países. Nas lavouras brasileiras são usados pelo menos dez produtos proscritos na União Europeia (UE), Estados Unidos e um deles até no Paraguai. A informação é da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), com base em dados das Nações Unidas (ONU) e do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio. Apesar

Indústria de agrotóxicos ignora regras sanitárias

Falhas vão do uso de matéria-prima vencida à adulteração da fórmula registrada no País Além de importar produtos banidos em outros países, o Brasil abriga fábricas de agrotóxicos que apresentam um histórico de falhas na aplicação de regras sanitárias. Seis das sete indústrias vistoriadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), entre julho de 2009 e maio deste ano, tiveram a linha de produção interditada e o material apreendido por irregularidades.

Envelhecimento populacional não é bomba, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

[Folha de S.Paulo] Atualmente, formuladores de política teriam muito a ganhar se colocassem os estudos demográficos no topo de suas agendas A demografia é uma ciência importante, embora ainda pouco divulgada no Brasil. Talvez por isso, de tempos em tempos, seja apresentada como ameaça visível, invisível ou "bomba demográfica". Antes de tudo, é preciso distinguir a ciência do seu objeto de estudo. A demografia estuda o comportamento de três componentes: fecundidade, mortalidade

Informações decisivas para discutir o lixo, artigo de Washington Novaes

Foto: ABr [O Estado de S.Paulo] Uma das razões mais frequentemente apontadas como causa das dificuldades para discutir as chamadas questões ambientais estaria na ausência de informações concretas sobre danos ambientais, que evidenciem em números os prejuízos provocados por esta ou aquela ação e demonstrem a superioridade de propostas alternativas mais adequadas. Mesmo quando estas existem, faz-se de conta que não. Um exemplo: o economista Robert Constanza, coordenando um grupo de

Desastre ambiental no Golfo do México: Vazamento de petróleo é reduzido, mas não para

Mancha de óleo no Golfo do México, na costa da Louisiana. Foto de Patrick Semansky/Associated Press Os novos esforços da BP para interromper o vazamento de petróleo de um poço danificado no Golfo do México pararam de novo na sexta-feira, com a empresa suspendendo as operações de bombeamento pela segunda vez em dois dias, segundo um técnico envolvido no esforço de resposta. Em uma operação conhecida como “junk shot”, engenheiros da BP

Desastre ambiental no Golfo do México: Um vazamento que deveria afogar as promessas vazias

Trabalhadores na limpeza de praia em Grand Isle, East State Park, Louisiana. Foto de Nicole Bengiveno/The New York Times O vazamento de petróleo nas profundezas do golfo do México, que agora é calculado entre 12 mil e 19 mil barris diários, entrou em sua sexta semana. Durante esse tempo, os líderes das Américas concentraram a atenção nas lições a aprender e nas medidas a adotar para evitar um desastre semelhante. Especialistas do

Índice da edição de 28/05/2010

A redução da mortalidade materna e neonatal, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Gestão de resíduos sólidos industriais, artigo de Roberto Naime Um caso (hipotético) de reestruturação familiar, artigo de Américo Canhoto Indígenas isolados ameaçados pelas hidrelétricas na Amazônia: Santo Antônio, Jirau e Belo Monte, artigo de Telma Monteiro Amazônia, Pará e o mundo das águas do Baixo Tocantins, artigo de Rogério Almeida Ficha limpa em arquivo sujo, artigo de Pe. Alfredo J. Gonçalves II Assembleia

A redução da mortalidade materna e neonatal, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

[EcoDebate] No dia 28 de maio ocorre uma mobilização em todo o mundo pela redução da mortalidade materna. Este dia foi definido, em 1984, em Amsterdan na Holanda, como Dia Internacional de Ação pela Saúde da Mulher durante o 4º Encontro Internacional Mulher e Saúde. No 5º Encontro Internacional Mulher e Saúde (São José da Costa Rica, 1987), delineou-se a Campanha Mundial pela Saúde da Mulher e de Combate à

Gestão de resíduos sólidos industriais, artigo de Roberto Naime

Prof. Roberto Naime [EcoDebate] Resíduos sólidos industriais podem ser de classe I (quando são perigosos, patogênicos, tóxicos, inflamáveis e coisas assim), podem ser de classe IIA (iguais aos resíduos domésticos) ou podem ser de classe IIB (iguais aos de construção civil, que em sua maioria são inertes, com exceção do gesso, tinta e outros componentes menores). Esta classificação é dada pela NBR (Norma Brasileira Recomendada) 10.004/2007 da ABNT (Associação Brasileira de Normas

Um caso (hipotético) de reestruturação familiar, artigo de Américo Canhoto

Dr. Amério Canhoto [Ecodebate] Numa hipotética família, além dos problemas naturais advindos das relações familiares, sociais e outros; há uma criança que perturba todo e qualquer ambiente onde se encontre. Não fica quieta, mexe em tudo. Já foi rotulada pelas pessoas que convivem com ela de: “mal educada”, “capetinha”, “endiabrada” “problemática”, etc. Seus pais já perderam noites de sono, discutiram, brigaram, muitas vezes, devido a essa sua forma de comportamento; e até tentam

Top