MPF/PB recomenda à Funai que adote todos os recursos judiciais cabíveis em defesa das terras potiguaras

Órgão indigenista deve recorrer de decisão do TRF-5 que manteve direitos de propriedade privada sobre a área O Ministério Público Federal na Paraíba (MPF/PB) recomendou à Fundação Nacional do Índio (Funai) que adote todos os recursos judiciais cabíveis, inclusive suspensão de segurança, para reverter decisão do Tribunal Federal da 5ª Região (TRF-5) que autorizou a Destilaria Miriri a utilizar a terra indígena potiguara localizada no litoral norte da Paraíba. A autorização

Biodigestor aperfeiçoado produz 40% mais gás combustível

Pesquisadores da USP e da Universidade de Gênova – Unigena (Itália) aperfeiçoaram um biodigestor para que ele produza, em média, 40% mais biogás a partir do esgoto que os aparelhos comuns. O equipamento também purifica o gás, fazendo-o gerar cerca de 50% mais energia e tornando-o mais parecido com o gás natural veicular (GNV). Biodigestores são recipientes onde dejetos fermentam sob a ação de bactérias. Eles têm encanamentos para recolher os

Os desafios dos movimentos sociais, hoje. Entrevista especial com Rudá Ricci

Rudá Ricci defende, em entrevista à IHU On-Line, que o comunitarismo cristão “não conseguiu construir uma lógica política tolerante e voltada para sociedades complexas”. Os movimentos sociais que nasceram desta vertente, enfatiza, “acabaram por se fechar em suas pautas específicas e construíram fortes estruturas organizacionais voltadas para si, e não para a sociedade como um todo”. Na entrevista que segue, concedida, por e-mail, o pesquisador também reconhece que ainda existem movimentos

Os movimentos sociais e a retomada do comunitarismo. Entrevista especial com Ivo Poletto

Na entrevista que segue, concedida, por e-mail à IHU On-Line, Ivo Poletto reflete sobre a trajetória dos movimentos sociais e a atuação deles diante da atual conjuntura. A novidade, segundo Poletto, “é a emergência da consciência e de objetivos ecológicos nos movimentos recentes”. Os desafios postos pelas mudanças climáticas, acredita, podem significar a retomada do ideário comunitário, o qual, para Poletto, “continua válido e necessário”. “A consciência que levará a

Em 2009, somente sete terras foram concedidas a famílias quilombolas

O Brasil fechou 2009 em déficit com suas populações quilombolas. Até o final do ano passado, contrariando as promessas do governo federal, apenas sete terras foram, oficialmente, concedidas como propriedade de famílias quilombolas. Estas informações podem ser constatadas no relatório "Terras Quilombolas-Balanço 2009", produzido pela Comissão Pró-índio de São Paulo. De acordo com o relatório, descumprindo sua própria meta, que era de titular 11 terras, o Instituto Nacional de Colonização e

Top