Índice da edição de 25/03/2010

Recalculando o PIB: precificar e valorizar a natureza, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Posses de terras e segurança alimentar em Buriti de Inácia Vaz, Baixo Parnaiba Maranhense, artigo de Mayron Régis Vocês já leram a PEC 341/2009???? artigo de Ana Echevenguá Denúncia: Milícia armada da Fibria (Aracruz) mata morador local na Bahia Movimentos sociais protestam contra possível financiamento de Belo Monte pelo BNDES Movimentos sociais dizem que Belo Monte é inviável do ponto de

Recalculando o PIB: precificar e valorizar a natureza, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

[EcoDebate] Durante muito tempo (e ainda hoje) o mundo buscou o crescimento econômico a qualquer custo. A idéia do desenvolvimentismo virou programa eleitoral de políticos que sempre ressaltam os benefícios, mas não contabilizam adequadamente os seus malefícios. Tradicionalmente, o grau de desenvolvimento se mede pela estrutura e o valor do Produto Interno Bruto (PIB). A contabilidade nacional calcula o PIB pela soma do preço de todos os bens e serviços

Posses de terras e segurança alimentar em Buriti de Inácia Vaz, Baixo Parnaiba Maranhense, artigo de Mayron Régis

[EcoDebate] As posses de terras dos agroextrativistas nas chapadas de Buriti de Inácia Vaz e a posse do senhor Onésio,senhor de setenta anos, que recusou propostas de um plantador de soja para vender seus 160 hectares. O André, cujas áreas de soja ultrapassam mais de 3.000 hectares, perturbou tanto a vida de seu Adão, vizinho e compadre do senhor Onésio, para grilar sua posse de terra que o sindicato

Vocês já leram a PEC 341/2009???? artigo de Ana Echevenguá

[EcoDebate] Ontem, eu estava pesquisando na web e me deparei com uma uma notícia de julho de 2009: “Deputado quer retirar artigo 225 da Constituição Federal”. Este absurdo, que várias pessoas acham que não ocorrerá, está mais próximo de virar realidade do que se imagina! Mas a notícia – como tantas outras – está incompleta: - ela não é o desejo de um deputado federal. A proposta de emenda à nossa Carta

Denúncia: Milícia armada da Fibria (Aracruz) mata morador local na Bahia

Através desta nota, queremos demonstrar nossa imensa revolta com a morte de Henrique de Souza Pereira, 24 anos, ocorrida no último dia 16 de março, quando uma equipe da GARRA, empresa privada de 'segurança' da Fibria (ex-Aracruz Celulose e sócia da Stora Enso na Veracel Celulose), atirou nele, alegando que estava furtando madeira e 'agindo com agressividade' quando foi solicitado a deixar uma área de eucalipto, segundo uma nota da

Movimentos sociais protestam contra possível financiamento de Belo Monte pelo BNDES

Representantes de organizações da sociedade civil protestaram ontem (24), em frente à sede do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no centro do Rio de Janeiro, contra a implantação e o financiamento público da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, que será construída no Rio Xingu, no Pará. Eles entregaram à direção do banco uma notificação extrajudicial que corresponsabiliza a instituição por qualquer prejuízo ambiental causado pela usina. O

Movimentos sociais dizem que Belo Monte é inviável do ponto de vista técnico, mas governo rechaça acusações

O projeto da Usina Hidrelétrica Belo Monte é inviável do ponto de vista técnico e socioambiental, segundo representantes de movimentos sociais que protestaram ontem (24) em frente à sede do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) contra o financiamento público da usina a ser construída no Rio Xingu, no Pará. A antropóloga Cecília Mello, da Rede Brasileira de Justiça Ambiental, classificou o projeto de Belo Monte de faraônico. Segundo

Fórum quilombola solicitará regularização de territórios ao governador do TO

Encaminhamento foi definido em reunião na Procuradoria da República no Tocantins Em reunião no auditório da Procuradoria da República no Tocantins, os integrantes do Fórum Permanente de Acompanhamento da Questão Quilombola no Estado do Tocantins decidiram solicitar audiência com o governador do estado para informá-lo da situação das comunidades quilombolas e pedir a titulação de seus territórios pelo Instituto de Terra do Tocantins (Itertins). Também foi agendada uma reunião no município de

Levantamento feito em fragmentos florestais documenta que a falta de manejo afeta diversidade de espécies

Um levantamento feito em 13 fragmentos florestais e na Mata Ribeirão Cachoeira, localizados entre Sousas e Joaquim Egídio, distritos do município de Campinas, detectou uma hiperabundância de gambás, única espécie registrada em todos os fragmentos estudados. O cachorro-doméstico, o tatu-galinha e o cachorro-do-mato também apareceram em abundância no conjunto florestal. Este fato, explica a autora do estudo, a bióloga Camila Paula de Castilho, está relacionado à pequena densidade de grandes

Em reação à campanha ‘Exterminadores do Futuro’ ruralistas ameaçam boicote a patrocinadoras de ONGs

A bancada ruralista na Câmara reagiu ontem ao lançamento da campanha "Exterminadores do Futuro", criada pelos ambientalistas identificar os principais líderes do movimento de alteração das leis ambientais do país na tentativa de retardar a tramitação de propostas de mudança no Código Florestal Brasileiro. A reportagem é de Mauro Zanatta e publicada pelo jornal Valor, 24-03-2010. 26577

Estudo mostra Brasil no topo do ranking de produção per capita de lixo eletrônico vindo de computadores

e-lixo e seus perigos - O Brasil tem a maior produção per capita de lixo eletrônico vindo de computadores entre 11 países emergentes e em desenvolvimento selecionados para um estudo conduzido pelo Pnuma (Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente). A pesquisa da agência da ONU foi divulgada no final de fevereiro pela organização. Com o número de 0,5 quilo de e-lixo per capita por ano, o país está em

Pesquisa revela violência escolar

O CEATS (Centro de Empreendedorismo Social e Administração em Terceiro Setor), ligado à FIA (Fundação Instituto de Administração), com apoio da PLAN Brasil1, realizou o estudo "Bullying Escolar no Brasil" durante os meses de outubro de 2009 e janeiro de 2010. O objetivo da iniciativa foi gerar informações que contribuam com a redução da violência no ambiente escolar, a partir de um levantamento de dados inéditos que permitiu conhecer as situações

Top